close
Alimentação

Alimentação na Gravidez: Como Influencia o Desenvolvimento do Bebê

A alimentação na gravidez é um assunto sério e que precisa de atenção. Pesquisas mostram que a nutrição da mãe durante a gravidez influência na saúde do seu bebê, e a má alimentação pode aumentar os riscos da criança desenvolver obesidade, ou em nascer com outros problemas de saúde.

Hoje eu irei tratar de um assunto muito importante para as futuras mamães: a alimentação na gravidez.

Não deixe de ler e compartilhar!

Alimentação na Gravidez

Alimentação na Gravidez e o Grau de Importância. Imagem: (Divulgação)

A dieta da gestante pode alterar a função do DNA da criança (1,2,3,4,5).

Por tanto a alimentação na gravidez precisa de atenção, e é um fator essencial na vida dos dois.
O processo, chamado “Mudança Epigenética“, faz com que a pessoa tenha uma facilidade maior de ganhar gordura durante a sua vida (6). Isso mostra que tendência à obesidade, pode não ser apenas uma combinação de genes com o estilo de vida.

Ela também é influenciada pelo desenvolvimento do bebê dentro do útero, o que inclui a alimentação da mãe durante o período.

As alterações no DNA ocorrem sem alterar a sequência real que herdamos de nossos pais, mas impactam na forma como um indivíduo responde a fatores como dieta ou exercícios.

Para evitar a obesidade infantil futura, é importante focar na nutrição da mãe, durante o desenvolvimento de seu bebê dentro do útero.

O que não Pode Faltar na Alimentação na Gravidez

Alimentação para Gestantes: Salmão é uma ótima opção. Imagem: (Divulgação)

É importante que as refeições contemplem todos os grupos alimentares.

Nutrientes, minerais e vitaminas precisam fazer parte da alimentação, caso contrário a sua alimentação deficiente pode afetar o desenvolvimento interno e externo do bebê.

Isso inclui ingerir: vegetais (folhosos e legumes), frutas, carne bovina, frango, fígado de boi.

1-Proteínas e Gorduras “Boas”

Através de peixes (sardinha, salmão, atum, pescada, cavalinha) e carnes como de porco e frango ,você encontra ferro, colina e em outras vitaminas B.

Comer alimentos ricos em vitamina C também auxilia o organismo a aumentar a absorção de ferro; isso você conseguirá através de alimentos como goiaba, laranja, pimentões.

Os peixes também possuem ácidos graxos ômega-3 essenciais, e auxiliam na construção dos olhos e do cérebro do bebê.

2-Grãos e sementes

Entre os grãos podemos incluir a quinoa e grão de bico. O grão de bico é responsável pela saúde mental do bebê e da mãe, pois aumenta a serotonina e pode ajudar também nas flutuações emocionais da mãe, durante a gestação e após o nascimento; e também são ricos em minerais e vitaminas (6).

Inclua também as sementes na alimentação, como: semente de linhaça que é rica em fibras, proteínas, ácidos graxos e gorduras, ela contribui para o crescimento do seu bebê, formação cerebral e muito mais.

A castanha do Pará também é uma ótima opção para as mamães e seus filhos.

3-Leguminosos

Os leguminosos vão auxiliar na saúde da mãe e do bebê, por isso precisam fazer parte também da alimentação na gravidez. Eles são boas fontes de fibras, proteína, ferro, folato e o cálcio.

Alguns deles são: grão de bico, lentilha e ervilha.

Eles também vão auxiliar no peso adequado do bebê ao nascer.

4-Abacate

As frutas em geral são importantes para a saúde e precisam fazer parte da alimentação das gestantes; porém, o abacate contém muitos ácidos graxos monoinsaturados e possui mais potássio que a banana.

São ricos em fibras, vitamina B, vitamina K, potássio,  cobre, vitamina E e vitamina C.

A presença dessas gorduras saudáveis é importante para a gestante e o bebê.

Eles vão ajudar a construir algumas áreas essenciais do feto, como cérebro, pele, tecidos e a prevenir defeitos do tubo neural.

Na gestante eles evitam que surjam cãibras, ajudam a manter a boa saúde.

5-Ovos

Eles possuem todos os nutrientes, vitaminas e minerais importantes para a saúde.

Os ovos são uma boa fonte de colina, que são importantes para muitos processos no organismo, como em manter as funções musculares, desenvolvimento infantil, com o desenvolvimento cerebral do feto; esse macronutriente é essencial para produzir e manter a vida.

6-Vegetais

O brócolis é um exemplo de vegetal que precisa fazer parte da alimentação na gravidez.

Escolha vegetais que possuam as folhas verdes escuro como: espinafre e couve. Eles incluem fibras, vitamina C, vitamina K, vitamina A, cálcio, ferro, folato e o potássio.

Eles também são ricos em antioxidantes, possuem compostos que beneficiam o sistema imunológico e digestão.

Ainda podem prevenir o surgimento de constipação nas gestantes.

Cuidados na Alimentação na Gravidez

O excesso de alimentação também pode ser prejudicial, podendo estimular o desenvolvimento de doenças como diabetes gestacional ou dificuldades durante o parte.

Porém, o procedimento inicial para ajustar o cardápio é conversar com o seu médico, pois qualquer orientação nutricional dependerá de uma avaliação geral de sua saúde.

Aproveito a oportunidade para desconstruir um mito.

É muito comum pensarmos que a gestante deve comer por dois, afinal tem um ser se desenvolvendo e crescendo dentro do seu corpo.

Mas não é bem assim!

A alimentação na gravidez precisa ser equilibrada, completa e com o devido acompanhamento médico.

Mas com qualidade e sem exagero nas porções.

É indispensável também manter hábitos saudáveis, como evitar bebidas alcoólicas e qualquer tipo de entorpecente; e lembre-se: atividades físicas somente com a orientação de um profissional da saúde.

Mas mesmo que a mamãe consuma de vez em quando alguns alimentos naturais, isso não é bastante para garantir a boa saúde, prevenir doenças e garantir a sua saúde e a do seu bebê.

Se você costuma comer alimentos industrializados e processados, está à um passo ver a sua saúde minguar aos poucos.

Esse é o momento de transformar a sua saúde de forma efetiva!

Por isso eu trago a revolução da saúde, um projeto que pretende mudar a cara da alimentação e da saúde de todos! Você, os seus filhos e toda a família merecem uma transformação na saúde que realmente seja eficaz, cuidando do corpo de dentro para fora!

Eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar na sua vida, nele você encontra também um parte especial para as novas mamães.

Tenha Acesso Aos Bônus Exclusivos!!

Quer saber como conseguir? Então clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : ácidos graxos ômega-3 essenciaisalimentaçãoalimentação na gravidezalterações no DNAantioxidantesbebêbrócoliscálciocolinadesenvolvimento do bebêdesnutrição Infantildiabetes gestacionaldietadr. juliano pimentelfrutasgrávidagravidezmãeMudança Epigenéticanutriçãonutrição da mãeobesidadetendência à obesidadeúterovitamina Cvitamina Kvitaminas B

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta