close
Alimentação

Alimentos Light/Diet: É Mesmo Uma Opção Saudável?

Dr Juliano Pimentel

Hoje em dia é possível encontrar nas prateleiras dos supermercados alimentos light, diet, zero, mas esses alimentos realmente melhoram a sua saúde? São saudáveis?

Primeiro de tudo, vamos entender o que são os alimentos light, o que são os alimentos diet e também as suas diferenças.

Não deixe de ler e compartilhar!

Alimentos Light

Light significa “leve” em inglês. Os produtos light são alimentos com baixos níveis gerais de componentes (sódio, açúcares, gorduras, colesterol) e/ou calorias.

Eles são considerados light, “leves”, por terem uma redução de pelo menos 25% da quantidade de nutrientes/calorias em comparação com os produtos tradicionais.

Alimentos Diet

Diet significa “regime” em inglês. Estes alimentos possuem a ausência total de algum ingrediente em particular, como açúcar, gordura, ou sal.

Para os diabéticos, os produtos diet são recomendados por não conterem açúcar. Para pessoas com problemas cardiovasculares, os produtos não tem gordura… e assim por diante. Também podem ser conhecidos como “isentos de”, “zero”, etc.

No entanto, quando ocorre a redução de algum ingrediente, são utilizados outros ingredientes para repor essa falta.

Por exemplo, um chocolate diet, sem açúcar, irá utilizar outros tipos de adoçantes para continuar doce.

E quando se utiliza algum adoçante artificial ao invés de usar o açúcar, a textura do alimento se modifica por conta deste ingrediente diferente; é adicionada mais gordura para manter a textura mais próxima de um chocolate tradicional.

Uma pessoa mal informada vai acabar pagando mais caro por um produto diet porque acha que ele “emagrece” e no fim não obterá resultado nenhum.

Produtos Light E Diet São Saudáveis?

Os alimentos industrializados não agregam nada ao nosso organismo.

Light e Diet não são garantias de saúde.

Eu sou a favor da alimentação de verdade, isto é, alimentos naturais como folhas, frutas, vegetais, legumes, verduras, carnes, aves, peixes, ovos, sementes, nozes… que trazem uma infinidade de nutrientes como vitaminas, fibras, proteínas, gorduras saudáveis, minerais.

Isso significa que se você comprar alimentos light e diet por aí, pensando que vai emagrecer milagrosamente, acreditando em tudo aquilo que a mídia diz, e comendo nas mesmas quantidades e horários errados que você sempre comeu e nunca adiantou nada; não vai haver diferença alguma no seu peso e também na sua saúde!

A mídia adora prometer maravilhas e milagres, e você provavelmente já percebeu que é tudo mentira.

Os produtos diet e light podem chamar a atenção de quem quer emagrecer, que terão a falsa ilusão de que estão comendo menos só por adquirirem algo “diet” ou “light”.

A verdade é que um produto diet ou light é desenvolvido para atender pessoas que realmente tem  restrição médica de alguma substância (diabéticos, fenilcetonúricos, etc…), por exemplo; um chocolate diet sem açúcar pode ser consumido por diabéticos.

Por isso, tanto o alimento light quanto o alimento diet devem ser consumidos de acordo com a necessidade individual, mas não como uma solução para o emagrecimento.

Ainda assim, eu recomendo a alimentação de verdade!

Caso haja alguma dúvida a respeito de algum ingrediente, procure um profissional da saúde habilitado a reconhecer os componentes da sua formulação.

São eles nutricionistas, tecnólogos de alimentos, químicos, médicos, farmacêuticos e afins. Esses profissionais podem aconselhar sobre a necessidade de algum produto específico.

Mas vá atrás de uma alimentação equilibrada e saudável. Evite os alimentos industrializados e processados, que são maléficos à saúde e podem causar obesidade, problemas de intestino e inchaço.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : açúcaralimentaçãoalimentos lightcaloriasdestaquedietdr. juliano pimentelemagrecergorduralightprodutos industrializadossaúde

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta