close
AlimentaçãoDores

Alimentos que Causam Inflamação: Saiba Quais São

Dr Juliano Pimentel

OS alimentos que causam inflamação são consumidos constantemente, e talvez você não tenha percebido. A inflamação é uma forma do seu corpo dar alertas sobre o que acontece com ele, ela pode ser boa ou ruim, dependendo da situação. É importante dar atenção quando isso acontece. 

Por um lado, é a maneira natural do seu corpo de se proteger quando você está ferido ou doente. Ela ajuda o organismo a se defender de invasores e estimular a cura.

Por outro lado, inflamação crônica pode ser muito prejudicial a saúde.

Ela pode aumentar o risco de doenças como diabetes, doenças cardíacas, obesidade e muitos outros (1).

Curiosamente, os alimentos que você come pode ter um efeito importante sobre a inflamação no corpo.

Aqui estão 6 alimentos que causam inflamação, e que influenciam no seu peso.

Não deixe de ler e compartilhar.

Alimentos que Causam Inflamação

  1. Açúcar e xarope de milho de alta frutose

Alimentos que causam Inflamação: Açúcar Refinado. Imagem: (Divulgação)

Um dos alimentos que causam inflamação é o açúcar. O açúcar de mesa (sacarose) e o xarope de milho rico em frutose são os dois principais tipos de açúcares adicionados na dieta.

O açúcar é 50% de glicose e 50% de frutose, enquanto o xarope de milho rico em frutose é cerca de 55% de frutose e 45% de glicose.

Uma das razões pelas quais os açúcares são prejudiciais a saúde é que eles aumentam as inflamações que desenvolver doenças no organismo (4).

Os açúcares também causam danos porque fornecem quantidades excessivas de frutose.

Enquanto as pequenas quantidades de frutose em frutas e legumes são saudáveis, receber grandes quantidades de açúcares adicionados à dieta é uma má ideia.

Comer muita frutose aumenta as chances de obesidade, resistência à insulina, diabetes, doença hepática gordurosa, câncer e doença renal crônica (9).

A frutose causa inflamação dentro das células endoteliais (16). Por isso opte por adoçantes naturais e alternativas para substituir o açúcar, como o xylitol e a canela.

  1. Gorduras trans artificiais

As gorduras trans artificiais ou as gorduras insalubres estão na lista dos alimentos que causam inflamação.

Elas são criadas pela adição de hidrogênio para as gorduras insaturadas, a fim de dar-lhes a estabilidade de uma gordura mais sólida.

As gorduras trans são frequentemente listadas como óleos “parcialmente hidrogenados”, nas listas de ingredientes nos rótulos dos alimentos.

A maioria das margarinas contém gorduras trans, e muitas vezes são adicionados aos alimentos processados, a fim de estender a vida útil.

Ao contrário das gorduras trans naturais encontradas nos produtos lácteos e na carne, as gorduras trans artificiais causam inflamação e aumentam o risco de doenças (21).

Além de diminuir o colesterol HDL benéfico, as gorduras trans artificiais prejudicam a função das células endoteliais que revestem as artérias (26).

Elas também aumentam os níveis de marcadores inflamatórios como a interleucina 6 (IL-6), o fator de necrose tumoral (TNF) e a proteína C reativa (PCR).

Estudos em homens saudáveis e homens com colesterol elevado mostraram aumentos semelhantes em marcadores inflamatórios em resposta a gorduras trans.

  1. Óleos Vegetais

Consumir óleos vegetais não é saudável.

Ao contrário do azeite virgem e do óleo de coco; os óleos vegetais e de sementes são frequentemente extraídos de alimentos usando solventes como o hexano, um componente da gasolina.

Os óleos vegetais feitos dessa forma incluem milho, cártamo, girassol, óleo de canola, óleo de amendoim, gergelim e óleo de soja.

Devido à estrutura dos ácidos gordos poliinsaturados nestes óleos, eles são muito propensos a danos por oxidação.

Além de serem altamente processados, esses óleos promovem a inflamação como resultado do seu teor em ácidos gordos ômega-6 muito elevado (30).

Embora algumas gorduras omega-6 dietéticas são necessárias, a dieta ocidental típica fornece mais do que as pessoas precisam.

Na verdade, devemos comer mais alimentos ricos em ômega-3, como peixes, a fim de melhorar a nossa relação ômega-6 e ômega-3 (33).

  1. Carboidratos Refinados

Comer carboidratos refinados como as farinhas refinadas, pode conduzir a inflamação, que por sua vez pode levar à doenças (34).

Esse tipo de carboidrato teve a maioria da sua fibra removida.

A fibra promove saciedade, melhora o controle de açúcar no sangue e alimenta as bactérias benéficas em seu intestino. É uma forma de cuidar da saúde e prevenir a obesidade.

Os pesquisadores relatam que os carboidratos refinados podem aumentar o crescimento de bactérias intestinais inflamatórias, que aumentam o risco de obesidade e doença inflamatória intestinal.

Eles possuem um maior índice glicêmico do que os carboidratos não processados. Esses alimentos aumentam o nível de açúcar no sangue mais rapidamente do que os alimentos com baixo índice glicêmico (37).

  1. Álcool 

O consumo moderado de álcool pode fornecer alguns benefícios.

No entanto, o excesso pode levar a problemas graves.

Pessoas que bebem frequentemente desenvolvem problemas com bactérias que se deslocam do cólon para dentro do corpo. Esta condição, muitas vezes chamado de “intestino gotejante”, pode conduzir inflamação generalizada que leva a danos nos órgãos (40).

  1. Carne processada

O consumo de carne processada está associado aos riscos de doenças cardíacas, diabetes, câncer de estômago e câncer de cólon (42).

Está na lista dos alimentos que causam inflamação.

Tipos comuns de carne processada incluem salsichas, presunto,salame, peito de peru, hambúrguer industrializado, entre outros.

A carne processada contém produtos de glicação mais avançados do que a maioria das outras carnes. Eles são conhecidos por causar alterações inflamatórias que causam doenças (45).

De todas as doenças ligadas ao consumo de carne processada, a associação do câncer de cólon é a mais forte (47).

A inflamação pode ocorrer em resposta a muitos gatilhos.

Alguns destes você não consegue controlar, como a poluição, ferimento ou doença.

No entanto, você tem muito mais controle sobre os alimentos e bebidas que você escolhe para comer e beber.

Para permanecer o mais saudável possível, evite totalmente o consumo de alimentos que causam inflamação e doenças como a obesidade e o câncer.

Pois se você costuma comer alimentos industrializados e processados, está à um passo ver a sua saúde minguar aos poucos.

Esse é o momento de transformar a sua saúde de forma efetiva!

Por isso eu trago a revolução da saúde, um projeto que pretende mudar a cara da alimentação e da saúde de todos!

Você, os seus filhos e toda a família merecem uma transformação na saúde que realmente seja eficaz, cuidando do corpo de dentro para fora!

Eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar na sua vida.

Tenha Acesso Aos Bônus Exclusivos.

Clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

 

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Ebook Açucar

 

BAIXE AGORA O MEU GUIA COMPLETO E SAIBA POR QUEPARAR DE COMER AÇÚCAR HOJE!!!
O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : ácidos gordos ômega-6ácidos gordos poliinsaturadosaçúcarÁlcoolalimentaçãoalimentos com baixo índice glicêmicoazeite virgembactérias intestinaisbactérias intestinais inflamatóriascarboidratocarboidratos refinadosdestaquediabetesdoença hepática gordurosadoença renal crônicadr. juliano pimentelfibrafrutosegorduras insalubresgorduras trans artificiaishexanoinflamaçãoinflamação crônicainflamatóriosnecrose tumoralobesidadeóleo de canolaóleo de cocoômega-3oxidaçãoprevenir a obesidadesacarosesaciedadesaúdexarope de milhoXylitol

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta