close
AlimentaçãoMetabolismo

Benefícios do Leite Materno e a Saúde do Bebê

O leite da amamentação é carregado com nutrientes certos e nas quantidades exatas que um bebê precisa. Pesquisas mostram os benefícios do leite materno, indo além da alimentação; ele é essencial para a sobrevivência e a saúde infantil.

Ele possui efeitos de grande alcance sobre a resposta imune do bebê e para o seu desenvolvimento em geral.

A amamentação contém milhares de moléculas bioativas distintas, que protegem contra infecção e inflamação e contribuem para a maturação imune, desenvolvimento de órgãos e promoção de um microbioma saudável (1).

Nesse artigo apresentarei os benefícios do leite materno.
Não deixe de ler e compartilhar!

Benefícios do Leite Materno

O primeiro fluido produzido pelas mães após o parto é chamado de colostro.

O colostro é um dos ingredientes mais importantes no leite materno, e é o que muitas vezes se denomina ouro líquido. É um leite mais espesso e amarelado feito nos últimos estágios da gravidez.

Ele é carregado com nutrientes e anticorpos para dar ao seu bebê exatamente o que ele precisa nos primeiros dias de vida. Após três dias ou mais, o corpo naturalmente começa a produzir leite maduro, que contém uma combinação ideal de proteína, açúcar, água e gordura.
(2)

Confira a seguir outros benefícios do leite materno:

1- Anticorpos

Os anticorpos também são uma parte vital do leite materno. Os anticorpos protegem seu recém-nascido vulnerável de infecções virais e bacterianas.

De acordo com um estudo de 2002 publicado na Breastfeeding Review, os benefícios da alimentação através de fórmulas para lactentes é inferior à amamentação porque o leite humano aumenta o sistema imunológico do bebê, e fortalece seus mecanismos de defesa contra agentes infecciosos e outros agentes prejudiciais.

Os pesquisadores indicam que existem fatores bioativos no leite humano, como hormônios, fatores de crescimento e fatores estimulantes, bem como nutrientes específicos.

O leite materno também pode reduzir a incidência de doenças infantis, promover a maturação da mucosa gastrointestinal, diminuir a incidência de infecção, alterar a microflora intestinal e possui as funções anti-inflamatórias. (3)

2- Propriedades antioxidantes

Um dos importantes benefícios do leite materno inclui as suas propriedades antioxidantes.

Pesquisas sugerem que todos os fatores, condições e problemas que afetam os bebês, especialmente aqueles que nasceram prematuramente, são os resultados de uma doença unificadora – o desequilíbrio dos radicais livres.

Se houver muitos radicais livres produzidos e muito poucos antioxidantes, desenvolve-se uma condição de estresse oxidativo, o que pode causar danos graves na infância. É essencial reduzir o estresse oxidativo e aumentar as defesas antioxidantes nesses bebês vulneráveis. (4)

3- Preveni doenças

Entre os benefícios do leite materno está a prevenção de doenças, como:  as infecções comuns na infância, maiores chances de sobrevivência durante o primeiro ano do bebê e a prevenção da Síndrome da Morte Súbita Infantil (SIDS).

Outros estudos sugerem que a amamentação pode reduzir o risco de certas doenças alérgicas, asma, obesidade infantil e diabetes tipo 2. Também pode ajudar a melhorar o desenvolvimento cognitivo do bebê.
(5)

Outros benefícios do aleitamento materno contra doenças incluem:

  • Redução do risco de infecção no ouvido (otite média) e gastroenterite.
  • Responde melhor às imunizações contra a poliomielite, o tétano, a difteria e a gripe Haemophilus (bactéria que pode causar uma infecção grave).São protegidos contra infecções respiratórias, incluindo as causadas por rotavírus.
  •  São menos propensos a ser hospitalizados com pneumonia ou bronquiolite, e têm um riscodiminuído de infecções do trato respiratório inferior.

4- Cárie dentária

Ter um ótimo desenvolvimento oral por causa de seus movimentos de mandíbula e nutrientes no leite materno diminuem o risco de cárie dentária.

A cárie é uma infecção e o leite materno possui uma infinidade de fatores que inibem as infecções de todos os tipos.

Seguindo essa linha de raciocínio, é fácil perceber que amamentar também previne as cáries, pois as cáries nada mais são do que um tipo de infecção, que acomete os dentes.

Amamentar resulta em um bebê bem nutrido, com peso adequado e dentes bem formados.

Em contrapartida, bebês obesos tem mais chances de desenvolver cáries.

Benefícios para a mãe e o Bebê

Além dos nutrientes essenciais para o bebê, o aleitamento materno também produz inúmeros benefícios para as mães. Veja a seguir:

1- Liberação de hormônios

Muitas mães sentem satisfação e alegria que experimentam com seus filhos durante o aleitamento materno. Esses sentimentos são aumentados pela liberação de hormônios, tais como:

Prolactin: produz uma sensação pacífica e nutritiva que lhe permite relaxar e se concentrar em seu filho.
Oxicocina: promove um forte sentimento de amor e apego entre vocês dois.

  • A amamentação proporciona benefícios para a saúde das mães além da satisfação emocional.
  • O hormônio oxitocina, liberado durante a amamentação, atua para ajudar ao útero a retornar ao seu tamanho regular mais rapidamente, e pode reduzir o sangramento pós-parto.
  •  Alguns estudos descobriram que a amamentação pode reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2, artrite reumatoide e doenças cardiovasculares, incluindo hipertensão arterial e colesterol alto.
  •  O aleitamento materno atrasa o retorno do período menstrual da mãe.
  • A amamentação pode diminuir o risco de câncer de mama pré-menopausa e câncer de ovário, uma doença muitas vezes mortal que está em ascensão.
  • Você pode ter ouvido que o aleitamento materno pode eliminar até 500 calorias por dia. E isso é verdade.

No entanto, tão bem-vindo como todos esses benefícios, a maioria das mães colocou o sentimento de realização materna no topo de sua lista de razões para a amamentação.

O aleitamento materno proporciona uma experiência emocional única para a mãe lactante e o bebê.

Espero que tenha gostado do artigo, e sempre faça visitas periódicas ao médico e pediatra.

Abraços e fique com Deus!
Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : aleitamento maternoamamentaçãoamamentaranticorposartrite reumatóidebebêbenefícios do leite maternobenefícios para a saúde das mãesbronquiolitecâncer de mamacolostrodefesas antioxidantesdiabetes tipodiabetes tipo 2difteriadoença radical de oxigêniodoenças alérgicasdoenças infantisdr. juliano pimentele-bookestresse oxidativofunções anti-inflamatóriasgastroenteritegripe Haemophilushormônio oxitocinainfecções viraisinflamaçãoleite maternomãe lactantemicrobiomamicroflora intestinalmucosa gastrointestinalobesidade infantilpneumoniapoliomielitepropriedades antioxidantesradicais livressaúde infantilSíndrome da Morte Súbita Infantilsistema imunológico do bebêtétano

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

  1. O que me chama a atenção é, a amamentação exclusiva deve ser até 6 meses, então a questão que fica… Porque a licença maternidade não segue essa linha, porque algumas empresas aderem a licença maternidade nesse prazo?
    É triste pra mãe que está amamentando começar a ter que tirar leite e dar na mamadeira, ou incluir fórmula.

Enviar Resposta