close

Os hormônios  são mensageiros químicos extremamente importantes que afetam muitos aspectos de sua saúde geral. Por isso, quando há desiquilíbrio de algum deles, seja do estrogênio, testosterona, adrenalina ou insulina o corpo vai comunicar esta oscilação com algum sintoma. Por isso, é tão importante saber como controlar os hormônios naturalmente.

O desequilíbrio hormonal pode causar problemas como: infertilidade  e períodos irregulares, ganho ou perda de peso (inexplicável e não devido a alterações intencionais em sua dieta), depressão e ansiedade, fadiga, insônia, baixa libido, mudanças no apetite, problemas digestivos, bem como queda de cabelo.

Conhecer alimentos, atividades e práticas que controlam os hormônios naturalmente é uma excelente estratégia para manter o equilíbrio e saúde do corpo.

Como controlar os hormônios naturalmente

Os tratamentos convencionais para desequilíbrios hormonais geralmente incluem terapias sintéticas de reposição hormonal, pílulas anticoncepcionais  injeções de insulina, medicamentos para tireoide e muito mais.

Troque carboidratos por gorduras saudáveis

Seu corpo precisa de vários tipos de gorduras para criar hormônios, incluindo gordura saturada e colesterol. Essas gorduras essenciais não são apenas os blocos de construção fundamentais para a produção hormonal, mas também mantêm os níveis de inflamação baixos, aumentam o metabolismo e promovem a perda de peso. 

As gorduras saudáveis ​​têm o efeito oposto dos carboidratos refinados, que levam à inflamação e podem interferir no equilíbrio de seus hormônios.

Gorduras saudáveis ajudam a controlar os hormônios

Dentre as gorduras mais saudáveis ​​anti-inflamatórias estão: óleo de coco, abacate, manteiga ghee e salmão selvagem. O óleo de coco tem efeitos antibacterianos e queima de gordura naturais. Os benefícios do abacate incluem melhorar a saúde do coração, diminuir a inflamação, controlar o apetite e contribuir para a ingestão diária de fibras e nutrientes, como potássio.

A nutrição do salmão também é impressionante: é uma das melhores fontes de ácidos graxos ômega-3, conhecidos por reduzir a inflamação e ajudar nas funções cognitivas (3).

Evite óleos ricos em ômega-6 como óleo de cártamo, girassol, milho, semente de algodão, canola e soja amendoim (4).

Durma bem para controlar os hormônios

A falta de sono ou a perturbação do ritmo circadiano natural pode ser um dos piores hábitos que contribuem para o desequilíbrio hormonal. Afinal, o cortisol, o principal “hormônio do estresse”, é regulado à meia-noite. 

Por isso, as pessoas que vão para a cama tarde nunca conseguem uma pausa suficiente para controlar o estresse.

A falta de sono, o uso prolongado de corticosteróides e o estresse crônico são três dos maiores contribuintes para os altos níveis de cortisol.

O sono ajuda a manter os hormônios do estresse equilibrados, gera energia e permite que o corpo se recupere adequadamente.

Estresse excessivo e falta de sono estão associados a níveis mais altos de cortisol matinal, diminuição da imunidade, problemas no desempenho no trabalho e maior suscetibilidade à ansiedade, ganho de peso e depressão. 

Por isso, tente ir para cama até as 22, e mantenha horário certo para dormir e acordar.

Controle suas emoções

Um componente importante para equilibrar seus hormônios naturalmente é tratar de qualquer desequilíbrio emocional com o qual você esteja lidando.

Você pode fazer isso reduzindo os níveis de estresse, realizando uma reflexão pessoal e reservando um tempo para si mesmo. Praticar meditação ou oração de cura pode ser extremamente benéfico, assim como exercícios de respiração profunda, passando o tempo ao ar livre e se exercitando todos os dias. 

Meditar ajuda a controlar os hormônios

As terapias da Medicina Tradicional Chinesa, como acupuntura e massagem, também podem ajudar a melhorar o equilíbrio hormonal, combater o estresse e melhorar o fluxo sanguíneo.

Suas emoções e hormônios estão conectados; portanto, trabalhando para equilibrar um, você está impactando o outro. Se você estiver estressado, zangado, agitado ou até com medo, entenda que isso está afetando o equilíbrio hormonal e pode levar a problemas de saúde ainda maiores. 

Continue trabalhando para controlar os hormônios, tornando-o parte de sua rotina diária.

Use Ervas para controlar os hormônios

As ervas adaptogênicas – como ashwagandha, cogumelos medicinais, rodíola e manjericão – são uma classe única de plantas medicinais que ajudam a controlar os hormônios, além disso, protegem o corpo de uma ampla variedade de doenças, incluindo aquelas causadas por excesso de estresse. 

Além de aumentar a função imunológica e combater o estresse, a pesquisa mostra que as ervas podem:

  • Melhorar a função da tireoide (5), reduzir o colesterol naturalmente, reduzir ansiedade e depressão (6), reduzir a degeneração das células cerebrais, estabilizar os níveis de açúcar no sangue e insulina (7), e dar um suporte para funções da glândula adrenal (8).

Por fim, uma estratégia para manter seu corpo em equilíbrio é eliminar o que não te faz bem. Estamos expostos a muitas toxinas ao longo do dia, desintoxicar seu organismo é uma maneira produtiva de equilibrar os órgãos e o corpo.

>> Confira os depoimentos de pessoas que fizeram o detox!

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel. 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : controlar os hormoniosControle Hormonalhormôniohormônios

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta