close
AlimentaçãoDores

Como Prevenir o Intestino Preso Com Alimentação Adequada

Duas a cada três mulheres sofrem de problemas intestinais, dentre eles o intestino preso. Dê atenção para as formas de prevenir o intestino preso, através da alimentação adequada.

Segundo a Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), 20% da população ocidental apresenta esse problema. Os sintomas do intestino preso variam muito de pessoa para pessoa, e tendem a ir e vir com estresse e outras mudanças de estilo de vida.

Existem diversos alimentos que podem tratar o intestino preso e aumentar a qualidade de vida, principalmente os alimentos ricos em fibras.

Conheça os alimentos que ajudam a prevenir o intestino preso.

Não deixe de ler e compartilhar!

Prevenir o Intestino Preso Com Alimentação

Alimentos que Ajudam a Prevenir o Intestino Preso
Prevenir o Intestino Preso: Tomates. Imagem: (Divulgação)

Confira a seguir uma lista completa de alimentos que devem ser incluídos em sua dieta diária.

1- Alimentos Probióticos

Uma forma de prevenir o intestino preso com alimentação é por consumir alimentos probióticos como o kefir por exemplo.

Alimentos probióticos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, como resultado mantêm seu intestino em funcionamento.

Iogurte de kefir tem mais proteína que o iogurte natural e ainda pode ser consumido por algumas pessoas com intolerância a lactose, além de ser mais saudável que iogurte comum.

No entanto, o alimento precisa ser consumido com moderação. Invista em alimentos ricos em probióticos.

2- Folhas Verdes

Folhas verdes como rúcula, couve e brócolis, por exemplo, são conhecidos por combater o intestino preso, e são também uma ótima opção para manter o seu organismo funcionando corretamente em aspectos também.

Afinal, elas são ricas em nutrientes como cálcio, ferro, magnésio, potássio, fósforo, zinco e vitaminas A, C, E e K, bem como fibra e ácido fólico.

3- Fibra Dietética

Outra forma importante para prevenir o intestino preso com alimentação, é consumindo alimentos ricos em fibras dietéticas. Por isso, coma alimentos ricos em fibras, como o espinafre e as nozes.

Além do mais, o espinafre é uma boa fonte de fibra dietética e de magnésio que também auxilia no bom funcionamento intestinal (1).

O magnésio inclusive, é encontrado em muitos remédios laxantes.

Já fibra é necessária para manter a saúde digestiva porque ajuda com movimentos intestinais regulares, transporta desperdícios e toxinas para fora do corpo. Além disso, evita a constipação ou diarreia e pode desintoxicar o trato digestivo.

Além de auxiliar na redução do inchaço abdominal.

As sementes de chia também são ricas em fibras. Estas pequenas sementes mágicas irão te ajudar.

Também são ricas em ácidos graxos essenciais (ômega-3 e ômega-6) que ajudam a regular as glândulas, combatem a fadiga adrenal e combatem a inflamação, o que mantém o corpo e o intestino saudáveis.

4- Repolho

O Repolho é uma hortaliça rica em sinigrina, um glicosinolato responsável pela prevenção do câncer de próstata, de cólon e de bexiga.

O repolho também favorece o controle das taxas de colesterol, já que é rico em fibras, substâncias que varrem as toxinas e gordura do sangue.

Por isso, é um alimento considerado excelente para tratar o intestino preso.

5- Aspargo

Contém asparagina, um aminoácido que proporciona ao aspargo, o seu poder diurético.

Além disso, contém alto teor de fibras, e tem baixas calorias, contribuindo para um melhor funcionamento do intestino.

O aspargo também permite tratar as dores da artrite, reumatismo e a retenção de líquidos, que pode causar a síndrome pré-menstrual.

Portanto, é um excelente alimento para quem deseja ter um intestino saudável.

6- Tomate

O tomate é composto por 90% de água, além de possuir uma grande quantidade de antioxidantes, licopeno, betacaroteno, vitamina C e selênio, muito úteis no tratamento do intestino preso.

7- Cebola

Além de ser um importante diurético natural, a cebola é capaz de prevenir doenças como câncer, diabetes, infecções no intestino e fortalecer o sistema imunológico.

A alicina, encontrada na cebola, é um composto sulforoso e permite os benefícios que o produto oferece.

A cebola também possui grande quantidade de vitamina B, o que faz desse alimento um bom amigo do seu aparelho intestinal.

8- Maçã

A maçã é outro alimentos que também diminui a acidez do organismo e controla o intestino, eliminando a síndrome do intestino irritável e intestino preso.

Assim como o aspargo, a maça é repleta de uma fibra chamada pectina.

Estimula os movimentos intestinais, e as fibras também proporcionam uma grande sensação de saciedade.

Mas deve ser comida com moderação.

9- Laranja

A laranja trata o intestino preso, pois é rica em vitamina C, contém cítrico, tartárico e málico. Também contém sais minerais como potássio, cálcio, fósforo e ferro.

10- Pera

É uma fruta rica em potássio, magnésio e água. Também possui pectina, o que possibilita o bom funcionamento e controla o açúcar e o colesterol do sangue.

11- Melancia

A melancia possui alto teor de água e também contém licopeno, um antioxidante que fortalece o corpo, prevenindo-o contra os danos causados por radicais livres.

Também é desintoxicante, alcalino e mineralizante, o que contribui para uma boa saúde intestinal.

Diante de tantos benefícios ao corpo, a melancia é recomendada para quem deseja ter mais energia e menos sensação de cansaço.

12- Abacaxi

Estimulante natural, o abacaxi é uma fruta rica em fibras que promove a sensação de saciedade. Além disso, ajuda a aliviar o inchaço abdominal e a acelerar o trabalho intestinal, combatendo o intestino preso.

Contém também alto teor de nutrientes como magnésio, cálcio, potássio e manganês. É fonte importante de vitaminas A, B e C.

13- Azeite extra Virgem

Os benefícios do azeite são tão profundos que qualquer dieta deve incluí-lo. É um excelente alimento quando se diz respeito a tratar o intestino preso.

A alta quantidade de antioxidantes em azeite extra virgem protege as células do organismo de dados. Ele também ajuda a melhorar a memória e a função cognitiva, e funciona como um anti-inflamatório.

14- Linhaça

Para estimular o organismo e o seu bom funcionamento, consuma a semente de linhaça pode ser um forte aliada nesse processo.

Ela é rica em ômega 3. Mas, para utilizar seus nutrientes é importante consumi-la na sua forma germinada ou triturada. Além dela, você pode optar por outras sementes igualmente saudáveis para o seu intestino.

Alimentos para Evitar

Além de incluir esses alimentos na sua dieta diária, é importante cortar outros alimentos, tais como:

– Laticínios convencionais, pasteurizados

Glúten (trigo, cevada, centeio)

– Açúcar adicionado e farinha refinada

– Cafeína e álcool

– Alérgenos comuns, incluindo ovos, nozes, mariscos

– Alimentos picantes

Para prevenir o intestino preso com alimentação coma sempre alimentos ricos em fibras, que facilitam a digestão como legumes, verduras cozidas ou folhagem. Beba chá!

Alem disso, evite comer mais de uma fonte de carboidrato em uma única refeição e reduza a ingestão de refrigerantes, adoçantes artificiais e, principalmente, evite alimentos processados.

Prefira sempre uma alimentação de verdade.

Uma dica já citada aqui no site e que pode te ajudar é tomar chás pela manhã, chá de hortelã, erva-doce e cidreira, ajuda a eliminar os gases e a sensação de inchaço na barriga.

Com alimentação natural e adequada você melhora não apenas a saúde intestinal como também digestiva e de outras áreas do seu organismo.

Exclua alimentos industrializados.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentos ricos em fibrasalimentos ricos em probióticosdr. juliano pimentelfibra dietéticafolhas verdesfortalecer o sistema imunológicointestino presointolerância à lactoseIogurte de Kefirmagnésioprevenir o intestino presoproblemas intestinaissaúde digestivavitaminas A

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta