close
Alimentação

Soja: 7 Malefícios para a Saúde que Você Precisa Conhecer

Dr Juliano Pimentel

Você já experimentou a soja, grãos de soja ou algum dos seus derivados, como o leite de soja? Os derivados da soja, estão presentes em vários produtos alimentícios que talvez você não saiba.

A soja é uma leguminosa nativa da Ásia Oriental, e é considerada um componente importante na dieta asiática, sendo consumida há milhares de anos (1).

Pessoas intolerante à lactose talvez pensem que o leite de soja, é uma opção saudável para substituir o leite de vaca, mas será que é mesmo?

Conheça agora os 7 malefícios para a saúde.

Não deixe de ler e compartilhar!!

Soja

Soja e os derivados. Imagem: (Divulgação)

É comum as pessoas consumirem a soja na forma processada e refinada como no leite de soja, tofu, shoyu, proteína de soja, óleo e a carne de soja, substituindo a carne (2).

Ela também é usada em alimentos fermentados como no misso, natto, tempeh (alimentos consumidos originalmente na gastronomia asiática).

O que talvez não saiba é que a proteína de soja, também é o ingrediente principal em fórmulas infantis baseadas no grão.

A opinião sobre a soja divide-se entre os que incentivam o seu consumo de diversas formas, devido aos benefícios para a saúde; e aqueles que alertam para os malefícios.

 

Conhecendo os 7 Malefícios

Soja: Tofu é um derivado da soja. Imagem: (Divulgação)

1. Bloqueio da absorção dos Minerais

Ela é rica em ácido fítico ou fitatos; substância que bloqueia a absorção dos minerais como o zinco e o Ferro, e em pequenas quantidades o cálcio.

Esse bloqueio funciona em apenas uma única refeição, ou seja, não interfere nas demais refeições.

Ou seja, você consome alimentos ricos em minerais, e o seu organismo não consegue absorvê-los totalmente devido ao bloqueio.

2. Inflamação e outros problemas de saúde

A soja contém ácidos graxos, que são principalmente gorduras poli-insaturadas Ômega-6. Quando você consume muitos alimentos ricos em ômega-6 na dieta, pode levar à inflamação e vários problemas de saúde.

3. Disfunção do estrogênio

Ela contém uma grande quantidade de um composto biologicamente chamado de isoflavona, que funciona como fitoestrógeno (compostos à base de plantas que podem ativar receptores de estrogênio no corpo humano) (6).

São classificadas como diruptores endócrinos; substâncias químicas que interferem na função normal do corpo humano. As isoflavonas presentes na soja são: a genisteína, a daidzeína e a glicetina.

Essas susbtâncias podem causar o aumento da atividade do estrogênio natural do corpo ou reduzi-lo, interrompendo a função normal do corpo (7).

Os homens também possuem o estrogênio no organismo; porém, em quantidades elevadas pode ocasionar em alguns problemas de saúde para o homem.

4. Pode Causar Câncer de mama

Estudos em animais apontam que a isoflavona presente na soja, pode causar câncer de mama (8,9,10), estimulando a proliferação e a atividade das células cancerígenas nos seios.

Em um estudo, 7 de 24 mulheres (29,2%) mostraram um maior número de células epiteliais de mama, quando foram suplementadas com proteína de soja (11).

Essa alteração pode indicar um grande risco de câncer de mama, que é o câncer mais comum entre as mulheres.

5. Problemas de Tireoide

Existe a preocupação no meio médico, de que consumir produtos com alto teor de soja possa eliminar a função da tireoide em algumas pessoas, e provocar o hipotireoidismo (12).

A tireoide é uma importante glândula que regula o crescimento, e controla a taxa de energia gasta pelo corpo, além de possuir outras funções importantes.

Estudos indicam que as isoflavonas encontradas na soja, podem suprimir a formação de hormônios da tireoide em animais e humanos (13, 14).

Um estudo japonês feito em 37 adultos relatou sintomas relacionados com a função da tireoide suprimida, depois de comerem 30 gramas de soja todos os dias durante 3 meses.

O consumo regular de produtos do grão, ou suplementos de isoflavona pode levar ao hipotiroidismo em indivíduos predispostos.

6. Saúde dos Bebês

Expor os filhos à isoflavona, presente na fórmula infantil à base de soja, é muito perigoso. A soja pode causar problemas neurológicos nos bebês e TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) (15,16).

Sem falar que a fórmula infantil de soja, também é alta em alumínio, o que é prejudicial à saúde (17,18).

Em um estudo feito em bebês do sexo feminino e alimentadas com a fórmula de soja; constataram uma quantidade significativa à mais de tecido mamário aos 2 anos de idade, em comparação com aquelas alimentadas com o leite materno ou com uma fórmula à base de leite (19).

Também existem evidências de que a fórmula de soja durante a infância, possa levar a um aumento nas dores menstruais na idade adulta (20).

Sem comparação, o leite materno sempre será a melhor opção para o seu bebê. E no caso das mamães que não podem amamentar, fórmulas à base de leite pode ser uma opção ou a utilização de bancos de leite.

7. Desconfortos Abdominais

Como a maioria dos grãos, ela possui fibras insolúveis; algumas delas são a rafinose e estaquiose, que podem causar flatulência e diarreia em indivíduos sensíveis (21,22).

A rafinose e a estaquiose pertencem a uma classe de fibras chamada FODMAPs, que podem piorar a Síndrome do Intestino Irritável (SII) um distúrbio digestivo comum, mas muito desagradável. (23)

A minha dica é que você considere os perigos que ela e os seus derivados podem trazer para a saúde; tome as decisões necessárias para evitar o surgimento de doenças sérias.

Use outros alimentos para substituir os derivados da soja e a soja.

Como:

  • Quinoa
  • Sementes
  • Leite vegetal
  • Grão de bico
  • Para substituir óleo de soja: óleo de coco, óleo de abacate, banha de porco e outras gorduras saudáveis

Mas independente da sua decisão, sempre visite o médico.

SAÚDE É COISA SÉRIA!

Mas se você se preocupa com a alimentação; saiba que comer de vez em quando alguns alimentos naturais e não consumir soja ou os seus derivados, não é bastante para garantir a boa saúde e prevenir doenças.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : ácido fíticoácidos graxosalimentaçãoalimentos industrializadosalumíniocálciocâncer de mamaciclo menstrualdaidzeínadestaquedieta asiáticadiruptores endócrinosdr. juliano pimentelestaquiosefibras insolúveisFODMAPsgastronomia asiáticagenisteínaglicetinagrãos de sojahipotireoidismoinflamaçãointolerante a lactoseisoflavonaleguminosaleite de sojamalefíciosmalefícios à saúdemissonattoóleo de cocoÔmega-6prejudicial à saúdeprodutos alimentíciosproteína de sojarafinosesaúdeshoyuSIIsíndrome do intestino irritávelsojaTDAHtempehtofuTranstorno do Déficit de Atenção e HiperatividadeZinco

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.