close
Alimentação

Vinho Tinto: Quais os Principais Benefícios para a Saúde?

Dr Juliano Pimentel

Abrir uma garrafa de vinho para uma comemoração ou um jantar com os amigos é a opção mais saudável quando se trata de bebidas alcoólicas. Vinhos são tradicionalmente associados a refeições festivas.

Os vinhos tintos mais comuns incluem Pinot Noir, Merlot, Cabernet Sauvignon, Syrah, Zinfandel e Petite Sirah. E os vinhos brancos: Sauvignon Blanc, Pinot Gris, Chardonnay, Muscat, Gewurztraminer e Riesling.

Mas, entre o vinho tinto ou o branco, qual é o mais saudável?

Neste artigo, irei explicar qual das duas opções é a melhor para o organismo.

Não deixe de ler e compartilhar.

Vinho Tinto ou Vinho Branco?

Segundo estudos, o vinho tinto é mais saudável pois é feito com a casca da uva e, sendo assim, contém mais proteínas do que o vinho branco. Quando se trata de vinho tinto, existem vários componentes naturais que o torna bom para a saúde.

Carregado com antioxidantes um vinho é composto de uma média de setenta e cinco uvas. Os antioxidantes encontrados em vinhos tintos impulsionam muitos dos processos do corpo, mas são particularmente reverenciados para melhorar a saúde do coração.

Isso porque as uvas tintas também são ricas em resveratrol, um antioxidante poderoso e responsável por proteger o coração, que ajuda na prevenção do câncer e evita inflamações.

Resumidamente, o vinho tinto é mais saudável pois fornece poderoso suporte antioxidante, aumenta a capacidade do corpo em combater os danos dos radicais livres, melhora a saúde celular e tecidual, protege contra o câncer, promove uma melhor circulação, mantém o coração saudável, protege contra diabetes, protege a memória e a saúde cognitiva.

Além disso, o vinho tinto também previne os sinais ou sintomas prematuros associados ao envelhecimento, incluindo inflamação que provoca danos arteriais e deterioração das articulações.

Também melhora a eliminação de resíduos ou compostos tóxicos, e, consequentemente, o funcionamento do sistema digestivo.

Algumas pesquisas até descobriram que o resveratrol ajuda a proteger contra os efeitos da radiação, que todos nós estamos expostos em pelo menos pequenas quantidades.

Benefícios do vinho tinto

Benefícios-do-Vinho-Tinto-que-você-não-sabia-caminho-do-vinho-e1463600740521
Vinho tinto combate os radicais livres. Imagem: (Divulgação)

De acordo com estudos divulgados no European Journal of Clinical Nutrition, resveratrol de vinho tinto ajuda o coração a permanecer saudável, pois:

>> Combate a inflamação perigosa no corpo;

>> Reduz os níveis do mau colesterol;

>> Combate os danos dos radicais livres com altos níveis de antioxidantes.

Segundo uma pesquisa publicada pelo Departamento de Farmacologia da Universidade de Sevilha, na Espanha, uma das atividades biológicas mais marcantes do resveratrol profundamente investigado durante os últimos anos tem sido o seu potencial de prevenir o câncer.

De fato, recentemente demonstrou-se que o resveratrol bloqueia o processo de cancerígeno em vários estágios: iniciação, promoção e progressão do tumor.

Acredita-se que os mecanismos para as atividades de proteção do câncer, envolvem a regulação negativa da resposta inflamatória através da inibição da síntese, e liberação de mediadores pró-inflamatórios entre outras atividades (1).

Como uma fonte de antioxidantes, o resveratrol é particularmente singular pois seus antioxidantes podem atravessar a barreira hematoencefálica para proteger o cérebro e o sistema nervoso, ao contrário de outros antioxidantes.

Estudos recentes realizados por pesquisadores do Centro de Pesquisa em Nutrição da Universidade Northunbria, no Reino Unido, mostraram que o resveratrol aumentou significativamente o fluxo sanguíneo para o cérebro, sugerindo um benefício considerável para a função cerebral saudável e efeitos neuroprotetores (2).

O resveratrol pode ser capaz de reduzir a hiperglicemia e também pode ser útil na prevenção e /ou tratamento da obesidade e diabetes.

Seus efeitos também beneficiam o controle da diabetes e pré-diabetes para reduzir complicações (como dano nervoso e danos ao coração) e ajudar a controlar os níveis de insulina.

Sabe-se que o resveratrol afeta positivamente a secreção de insulina e as concentrações de insulina no sangue.

Combate a Obesidade

Um estudo recente afirma que beber vinho tinto pode ser uma excelente maneira de combater a obesidade.

Sem dúvida, o vinho tinto contém muitos antioxidantes, especificamente polifenóis e resveratrol, como citado acima, que são conhecidos para combater os radicais livres e reduzir o risco de uma série de condições degenerativas (3).

Outro composto, o piacetanol bloqueia a capacidade de desenvolver e crescer de uma célula adulta imatura.

Da mesma forma que o resveratrol é eficaz na luta contra diversas doenças, piceatannol pode fazer o mesmo com a obesidade. A boa notícia é que o resveratrol em seres humanos é imediatamente convertido em piceatannol logo após o consumo.

Esse processo altera o momento das expressões genéticas, das funções dos genes e das funções da insulina durante o processo metabólico de uma célula gordurosa.

Isso tudo acontece durante os estágios iniciais, logo antes de células de gordura novas tornarem-se células de gordura madura. Quando o piceatannol está presente, ocorre uma inibição completa da adipogênese (processo de desenvolvimento celular).

Em um período de 10 dias, as células de gordura imaturas, também conhecidas como pré-adipócitos, passam por várias etapas para se tornarem células adiposas maduras ou adipócitos. Este processo é importante para manter a energia equilibrada no corpo.

Resumidamente, piceatannol é capaz de destruir as células de gordura no início deste processo, que poderia potencialmente ser fundamental para evitar a acumulação de células de gordura e, mais tarde, o ganho de massa corporal.

Ele também possui a capacidade de se ligar aos receptores de insulina encontrados nos pré-adipócitos. Após o piceatannol ter ligado com a insulina, bloqueia a capacidade da insulina para controlar os ciclos celulares.

Também bloqueia a capacidade da insulina de ativar genes que são importantes nos estágios posteriores da formação de gordura.

Piceatannol é encontrado em uvas e vinho tinto. Por isso, o recomendado é um copo de vinho ocasionalmente, em pequenas quantidades.

Praticamente todos os sistemas do corpo podem se beneficiar, porque resveratrol  e piceatannol, encontrados no vinho tinto, pode restaurar a saúde das células e torná-los aparecem mais jovens e saudáveis.

E beba com moderação!

Mas além de aproveitar os benefícios do vinho tinto, inclua uma alimentação saudável e baseada em alimentos de verdade, atividades físicas regulares e um estilo de vida mais adequado.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

BAIXE AGORA O MEU GUIA COM OS
10 MELHORES SUCOS DETOX PARA EMAGRECER COM SAÚDE!!
O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : antioxidantesbebidas alcoólicascélulas de gorduradestaquediabetesdr. juliano pimentelenvelhecimentoobesidadePinot Noirprevenção do câncersaudávelsaúdesaúde do coraçãoSauvignon Blancsistema digestivouvasvinhovinho brancovinho tintovinhos tintos

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta