close
AlimentaçãoArtigosMetabolismo

Adoçantes Artificiais: São Realmente uma Boa Opção?

Dr Juliano Pimentel

Você costuma usar adoçantes artificiais em suas refeições? Algumas pesquisas afirmam que adoçantes artificiais não são tão “metabolicamente inertes”, como se pensava anteriormente. Por exemplo, algumas evidências que apontam que eles podem elevar o açúcar no sangue e os níveis de insulina.

Cortar o açúcar melhora a sua saúde e ajuda você a perder peso. Substituir o açúcar por adoçantes artificiais é uma maneira prática de fazer isso.

Neste artigo eu aponto o que há de ciência por trás dessas afirmações.

Não deixe de ler e compartilhar!

O que são Adoçantes Artificiais?

Adoçantes artificiais são substâncias químicas sintéticas que estimulam os receptores de sabor doce na língua. Eles são muitas vezes chamados de adoçantes não nutritivos.

Em resumo, os adoçantes artificiais dão aos alimentos um sabor doce, sem calorias adicionadas (1).

Portanto, eles são muitas vezes adicionados aos alimentos que depois são comercializados como “alimentos saudáveis” ou alimentos diet e light.

Eles são encontrados em todos os tipos de produtos, de bebidas e sobremesas diets, a refeições de microondas e bolos.

Você também encontra ele em produtos não alimentares, tais como goma de mascar e creme dental.

Aqui está uma lista dos adoçantes artificiais mais comuns:

– Aspartame;

– Sacarina;

– Acessulfame de potássio;

– Neotame;

– Sucralose.

O que faz subir os níveis de insulina no sangue?

adocantes-artificiais-3
Adoçantes Artificiais: Aumentam os níveis de açúcar no sangue. Imagem: (Divulgação)

O nosso corpo possui mecanismos rígidos para controlar e manter os nossos níveis de açúcar no sangue estáveis (2, 3, 4).

Os níveis de açúcar no sangue aumentam quando comemos alimentos ricos em carboidratos.

Batatas, pão, massas, bolos e doces são alguns exemplos de alimentos ricos em carboidratos.

Quando eles são digeridos são divididos em açúcar e absorvidos para a corrente sanguínea, o que leva a um aumento dos níveis de açúcar no sangue.

Então, é preciso baixar os níveis de açúcar no sangue.

Quando os nossos níveis de açúcar no sangue sobem, o nosso corpo libera a insulina. A insulina é um hormônio que atua como uma chave.

Ele permite que o açúcar no sangue seja introduzido em nossas células, onde pode ser usado como energia ou armazenados como gordura.

Se os níveis de açúcar no sangue caem muito, o nosso fígado libera açúcar armazenado para estabilizá-lo. Isso acontece quando jejuamos por períodos prolongados, como durante a noite.

Há teorias de como os adoçantes artificiais podem interferir neste processo (5).

A insulina é liberada em resposta ao sabor doce do adoçante e o seu uso regular muda o equilíbrio de nossas bactérias intestinais.

Isso poderia tornar nossas células resistentes à insulina que produz, causando o aumento dos níveis de açúcar no sangue e insulina.

Efeitos colaterais dos adoçantes artificiais?

Os adoçantes artificiais aumenta os níveis de açúcar no sangue a curto prazo. 

No entanto, em 2014, cientistas israelenses foram manchetes ao ligar os adoçantes artificiais às mudanças nas bactérias do intestino.

Ratos, quando alimentados com adoçantes artificiais por 11 semana, tiveram variações negativas em suas bactérias intestinais, que causam o aumento dos níveis de açúcar no sangue (6).

Quando as bactérias destes ratos foram implantadas em ratos livres dessa condição, também houve aumento nos níveis de açúcar no sangue.

Curiosamente, os cientistas foram capazes de reverter o aumento dos níveis de açúcar no sangue, alterando as bactérias do intestino de volta ao normal.

No entanto, estes resultados não foram testados ou replicados em seres humanos. Existe apenas um estudo de caso em seres humanos que sugeriu uma ligação entre o aspartame às mudanças nestas bactérias (7).

Quais são os adoçantes artificiais?

Estudos sobre os adoçantes artificiais e os níveis de insulina têm mostrado resultados diversos. Os efeitos variam também entre os diferentes tipos de adoçantes artificiais (8).

SucraloseAmbos estudos feitos em animais e humanos, apontam uma ligação entre a ingestão de sucralose e os níveis de insulina elevados.

Em uma pesquisa, 17 pessoas receberam ou sucralose ou água e, em seguida, foi administrado um teste de tolerância à glicose (9).

Aqueles que consumiram sucralose tiveram aumento de 20% nos níveis de insulina no sangue. No entanto, os resultados são diversos e outros estudos em humanos demonstraram nenhum efeito (10).

Aspartame – O Aspartame é, talvez, o adoçante artificial mais conhecido e mais controverso. No entanto, os estudos não têm ligado o aspartame com os níveis de insulina elevados (11).

SacarinaOs cientistas têm investigado se estimular os receptores doce na boca com sacarina leva a um aumento dos níveis de insulina.

Um estudo descobriu que ela aumenta os níveis de insulina, enquanto outros estudos encontraram nenhum efeito (13).

Acessulfame de potássio – O Acessulfame de potássio (acesulfame-K) aumentou os níveis de insulina em ratos. Um estudo feito em ratos analisou como injetar grandes quantidades de acessulfame-K nos animais afetaram seus níveis de insulina.

Eles descobriram um aumento maciço de 114-210% (16).

No entanto, o efeito de acessulfame-K sobre os níveis de insulina em seres humanos ainda é desconhecido.

Diabetes e os adoçantes artificiais

As pessoas com Diabetes possuem controle anormal do açúcar no sangue, devido a uma falta de insulina e /ou de resistência à insulina.

A curto prazo, os adoçantes artificiais não irão aumentar seus níveis de açúcar no sangue, ao contrário de consumo elevado de açúcar (14).

No entanto, as implicações para a saúde do uso a longo prazo ainda são desconhecidas.

De qualquer forma, precisamos nos atentar para o fato de que estes adoçantes são produtos sintéticos, artificiais e sem qualquer nutriente. (23)

Eu sugiro que você opte por usar outros adoçantes naturais (como o Stevia ou xylitol), ou (melhor ainda) que remova os adoçantes completamente da sua alimentação.

Se você me segue algum tempo, já sabe que a melhor maneira para emagrecer e levar uma vida saudável é optar por uma alimentação de verdade, que foge dos alimentos artificiais.

Comece desintoxicando o seu organismo do vício em açúcar mudando a alimentação e incluindo na sua dieta os sucos detox.

Eu preparei um com os 10 melhores sucos detox para você limpar o seu organismo. Para ter acesso ao material basta preencher a planilha abaixo.

Mas mesmo que você consuma de vez em quando alguns alimentos naturais, isso não é bastante para garantir a boa saúde e prevenir doenças.

E se você costuma comer alimentos industrializados e processados, está à um passo ver a sua saúde minguar aos poucos.

Esse é o momento de transformar a sua saúde de forma efetiva! Eu trago a revolução da saúde, um projeto que pretende mudar a cara da alimentação e da saúde no Brasil!

Você, os seus filhos e toda a família merecem uma transformação na saúde que realmente seja eficaz!

Pensando nisso é que eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar.

Você ainda terá acesso aos Bônus Exclusivos!!

Quer saber como conseguir?

Então clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

BAIXE AGORA O MEU GUIA COM OS
10 MELHORES SUCOS DETOX PARA EMAGRECER COM SAÚDE!!

[/vc_column_text]

[/vc_column][/vc_row]

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : Acessulfame de potássioaçúcaradoçantesadoçantes artificiaisadoçantes não nutritivosalimentos industrializadosarmazenados como gorduraAspartamebactérias intestinaisbaixar os níveis de açúcar no sanguecarboidratosdestaquedr. juliano pimentele-bookfígadoGuia GRATUITOinsulinaníveis de açúcar no sangueníveis de insulinaperder pesoSacarinasaúdesucos detoxsucralosetipos de adoçantes artificiaistolerância à glicose

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.