close

O cérebro é o órgão mais importante do seu corpo. Afinal, ele funciona como o centro de controle do corpo, responsável por manter seu coração batendo e os pulmões respirando e permitindo que você se mova, sinta e pense. Por isso, é essencial evitar os alimentos que afetam a memória.

É por isso que você deve manter seu cérebro em perfeitas condições de trabalho.

E os alimentos que você ingere desempenham um papel em manter seu cérebro saudável e podem melhorar tarefas mentais específicas, como memória e concentração.

Mas, alguns alimentos têm efeitos negativos no cérebro, afetando sua memória e humor e aumentando o risco de demência.

Saiba quais são os alimentos que afetam a memória, e evite-os em suas refeições.

Não deixe de ler e compartilhar!

Alimentos que Afetam a Memória

1- Carboidratos refinados

Os carboidratos refinados incluem açúcares e grãos altamente processados, como a farinha branca (1).

Estes tipos de carboidratos geralmente têm um alto índice glicêmico (IG). Isso significa que seu corpo os digere rapidamente, causando um aumento nos níveis de açúcar no sangue e insulina.

Além disso, quando ingeridos em quantidades maiores, esses alimentos costumam ter uma carga glicêmica alta (GL).

Alimentos com alto IG e alto GL têm prejudicado a função cerebral.

Pesquisas mostraram que apenas uma única refeição com alta carga glicêmica pode prejudicar a memória em crianças e adultos.

Outro estudo em estudantes universitários saudáveis ​​constatou que aqueles que tinham uma maior ingestão de gordura e açúcar refinado também tinham memória mais fraca (2).

Esse efeito na memória pode ser devido à inflamação do hipocampo.

A inflamação é reconhecida como um fator de risco para doenças degenerativas do cérebro, incluindo a doença de Alzheimer e demência (3).

Os carboidratos de baixo IG saudáveis ​​incluem alimentos como vegetais, frutas, legumes e grãos integrais. Você pode usar este banco de dados para encontrar o GI e GL de alimentos comuns (4).

2-Alimentos ricos em gorduras trans

Os alimentos que afetam a memória incluem aqueles produzidos com gorduras trans.

Um tipo de gordura insaturada, que pode ter um efeito prejudicial na saúde do cérebro e estão entre os alimentos que prejudicam a memória (5).

Gorduras trans ocorrem naturalmente em produtos de origem animal, como carne e laticínios.

Elas são produzidas industrialmente, também conhecidas como óleos vegetais hidrogenados, estas sim, que são um problema.

Estas gorduras trans artificiais podem ser encontradas na margarina, glacê, salgadinhos, bolos prontos e biscoitos pré-embalados.

Quando as pessoas consomem maiores quantidades de gorduras trans, elas tendem a ter um risco aumentado de doença de Alzheimer, memória mais fraca, menor volume cerebral e declínio cognitivo (6).

Um estudo com 38 mulheres constatou que aqueles que consumiram mais gordura saturada em relação à gordura insaturada apresentaram pior desempenho nas medidas de memória e reconhecimento (10).

Dietas ricas em ácidos graxos ômega-3 aumentam a secreção de compostos anti-inflamatórios no cérebro e podem ter um efeito protetor, especialmente em adultos mais velhos (11).

Você pode aumentar a quantidade de gorduras ômega-3 em sua dieta comendo alimentos como peixe, sementes de chia, sementes de linho e nozes (11).

3-Bebidas açucaradas

Entre os alimentos que afetam a memória, estão aqueles que são produzidos com açúcar refinado.

Entre eles estão as bebidas açucaradas como refrigerantes, bebidas esportivas, bebidas energéticas e suco de frutas (12).

Uma alta ingestão de bebidas açucaradas não só expande a sua cintura e aumenta o risco de diabetes tipo 2 e doenças cardíacas e também tem um efeito negativo no cérebro e aumenta o risco de doença de Alzheimer (13).

Um componente primário de muitas bebidas açucaradas é o xarope de milho rico em frutose (HFCS), que consiste em 55% de frutose e 45% de glicose (17).

Estudos mostraram que uma alta ingestão de frutose pode levar à resistência à insulina no cérebro, bem como uma redução na função cerebral, na memória, no aprendizado e na formação de neurônios do cérebro (18).

Algumas alternativas às bebidas açucaradas incluem água, chá gelado sem açúcar, suco de vegetais e laticínios não adoçados.

4-Alimentos processados

Entre os alimentos que afetam a memória e o organismo em geral estão os alimentos altamente processados, que geralmente são ricos em açúcar, gorduras adicionadas e sal.

Eles incluem alimentos como batatas fritas, doces, biscoitos, frios, macarrão instantâneo, pipoca de microondas, molhos comprados em lojas e refeições prontas.

Estes alimentos são geralmente ricos em calorias e pobres em outros nutrientes, causam ganho de peso, o que pode ter um efeito negativo na saúde do cérebro (20).

A composição de nutrientes dos alimentos processados ​​pode afetar negativamente o cérebro e contribuir para o desenvolvimento de doenças degenerativas (22).

Devida a redução da produção de uma molécula chamada fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) (24).

Essa molécula é encontrada em várias partes do cérebro, incluindo o hipocampo, e é importante para a memória de longo prazo, o aprendizado e o crescimento de novos neurônios (26).

Você pode evitar alimentos processados, comendo principalmente alimentos frescos e integrais, como frutas, legumes, nozes, sementes, legumes, carne e peixe (27).

5-Álcool

O álcool pode causar danos maciços ao cérebro quando consumido em grandes quantidades, enquanto o mercúrio encontrado nos frutos do mar pode ser neurotóxico e danificar permanentemente cérebros em desenvolvimento.

O uso crônico de álcool resulta em uma redução no volume cerebral, nas alterações metabólicas e na interrupção dos neurotransmissores, que são substâncias químicas que o cérebro usa para se comunicar (29).

Pessoas com alcoolismo muitas vezes têm uma deficiência de vitamina B1. Que pode evoluir para a síndrome de Korsakoff, caracterizada por danos graves ao cérebro, incluindo perda de memória, distúrbios na visão, confusão e instabilidade (30).

O consumo excessivo de álcool também pode ter efeitos negativos em não-alcoólatras. Pois o alto consumo de álcool pode fazer com que o cérebro interprete sinais emocionais de maneira diferente do normal (31).

Os adolescentes que bebem álcool têm anormalidades na estrutura, função e comportamento do cérebro, em comparação com aqueles que não o fazem (32).

No entanto, o consumo moderado de álcool pode ter efeitos benéficos, incluindo melhor saúde cardíaca e menor risco de diabetes, como o consumo moderado de um copo de vinho por dia (33).

Uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu cérebro é seguir uma dieta rica em alimentos integrais saudáveis ​​e frescos.

E se o seu objetivo é manter uma alimentação saudável, com baixo carboidrato e que ajude você a manter a reeducação alimentar e viver melhor; eu tenho uma super novidade!

Eu convido você a adquirir o e-book da minha esposa, Carol Pimentel.

O livro digital contém mais de 70 receitas deliciosas e low carb.

Desenvolvido para quem deseja ter uma alimentação extremamente saudável focada em eliminar o sobrepeso, prevenir doenças e reverter os danos causados pela má alimentação passada.

Neste livro você vai aprender as melhores receitas de doces e salgados, sem medo de engordar.

Receitas simples e fáceis de preparar, e o melhor de tudo: Super acessíveis!

Clique na imagem abaixo e adquira agora o seu livro digital.

GOSTOSURAS LOW CARB

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : açúcaralimentos processadosalimentos que afetamAlimentos que Prejudicam a MemóriaAlimentos ricos em gorduras transdoença de Alzheimerdoenças degenerativasdr. juliano pimentele-bookfrutoseGostosuras Low Carbmemóriaóleos vegetais hidrogenadosresistência à insulinaVitamina B1

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta