https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close
Artigos

Baixar triglicerídeos: A relação entre colesterol e triglicérides

Se você chegou até aqui, acredito que fez exames de sangue e o médico disse que é preciso baixar triglicerídeos. Certo?

Neste artigo você vai compreender qual a relação entre colesterol e triglicerídeos e quando um deles alto é motivo de preocupação.

Antes de seguir com o conteúdo, quero te convidar para participar do meu grupo no Telegram. Lá você recebe pílulas diárias de saúde e fica por dentro das lives que eu faço diariamente.

Baixar triglicerídeos 

Os triglicerídeos são o tipo de gordura mais comum que existe no corpo. Se formam a partir das colorias extras. Ou seja, aquele pão, bolo que você come, mas seu corpo não precisa e fica armazenado nas células de gordura. 

Quando seu corpo precisa de energia, ele libera os triglicerídeos. Por isso, o triglicerídeos alto está relacionado não a gordura em si, mas a quantidade de carboidratos que você consome. Principalmente os carboidratos refinados, como o pão branco, por exemplo. Que oferece pouca nutrição e adiciona calorias à dieta.

As pessoas devem limitar a ingestão total de carboidratos a menos de 60% da ingestão calórica diária recomendada. Pois, se uma pessoa ingere mais carboidratos do que precisa, o corpo os armazena como gordura.

Colesterol é vilão ou não? 

80% do colesterol é produzido pelo nosso fígado, ou seja, apenas 20% é proveniente da alimentação.  

Isso porque a maioria das nossas células precisam de colesterol para serem formadas. Quando o corpo libera o colesterol é justamente para produção de hormônios e células. 

Na prática, ao realizar um exame para checar o colesterol é percebido três tipos de pacientes

1 – Colesterol total controlado e triglicérides controlado

2 – Colesterol total alto e triglicérides controlado

3 – Colesterol total alto e triglicérides alto

Como ler o exame de sangue: baixar triglicérides 

Precisa baixar triglicerídeos? | Dr. Juliano Pimentel
Preciso baixar triglicerídeos

Um colesterol de 210, 220 por exemplo, é considerado um colesterol normal. Agora, o triglicérides acima de 80, já é algo que requer mais atenção.

O sinal de que a alimentação está ruim é quando colesterol e triglicérides estão altos.

Sendo assim, se o triglicérides está alto é preciso reduzir a quantidade de carboidratos. Triglicerídeos é açúcar, então, quando está muito elevado pode correr o risco do paciente estar pré diabético. 

Pacientes com colesterol alto (260) e triglicérides alto (150), por exemplo, precisam alterar a alimentação. Principalmente com uma dieta low carb. Além disso, incluir carboidratos complexos e atividade física.

Colesterol alto (260) e triglicérides controlado (60), por exemplo, o aumento do colesterol não está relacionado ao consumo de gordura e sim a síndrome metabólica. Ou seja, está relacionada à uma inflamação da glândula tireoide.

O colesterol é metabolizado pela glândula tireoide. Então, quando há um aumento do colesterol e o triglicérides está controlado é provável que haja uma alteração na tireoide. Já que a glândula não metaboliza e acumula o colesterol.

Doenças cardiovasculares e tipos de colesterol

As doenças cardiovasculares ainda são mistério na medicina. Ninguém ainda desvendou o mistério dela.

Lipo A é um tipo de colesterol que não é solicitado nos exames do dia a dia. No entanto, a Lipo A alta aumenta as chances de doenças cardiovasculares. E o mecanismo para baixar esse colesterol é muito difícil, já que é uma predisposição genética. 

Ter a informação sobre o nível de Lipo A é determinante para ajudar no tratamento em geral. Ainda que ela não consiga ser reduzida, é possível otimizar os outros sinais.

Existem mais de 30 tipos de LDL. No entanto, há o LDL natural produzido pelo corpo para as células e o LDL oxidado. Então, avaliar a alteração do LDL isoladamente não é suficiente.

Colesterol baixo, porém, não significa saúde. Pois, quando há baixos níveis de colesterol há também a diminuição da renovação celular e hormonal. Hormônios sexuais, inclusive, precisam de colesterol. Já que é a matéria prima para a produção. 

Se você deseja ter uma alimentação que cuida do seu corpo, conheça meu livro VSG. Desenvolvi um método para te ajudar a se livrar do glúten, uma das proteínas mais inflamatórias que está presente em vários alimentos. 

Clique na imagem abaixo para conhecer e ter uma vida realmente saudável. 

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : colesteroltriglicéredestriglicerídeos

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta