close
Pimenta Preta

São muitos os benefícios da pimenta preta, afinal ela é uma das especiarias mais usadas no mundo.

Tem um sabor forte e levemente picante que combina com muitos pratos. Ela foi considerada a “rainha das especiarias” e usada na antiga medicina ayurvédica por milhares de anos devido à sua alta concentração de compostos vegetais potentes e benéficos (1).

Gostou do tema? 

Leia, comente e compartilhe. 

Benefícios da pimenta preta

São vários os benefícios da pimenta preta, os principais deles estão listados aqui abaixo. 

Um poderoso antioxidante

Vários estudos mostram que a pimenta preta age como um antioxidante em seu corpo (2). Alias esse é um dos benefícios da pimenta preta.

Afinal, antioxidantes são compostos que combatem o dano celular causado por moléculas instáveis ​​chamadas radicais livres.

Os radicais livres formam-se como resultado de má alimentação, bem como, exposição ao sol, fumo, poluentes e muito mais (3).

Um estudo em tubo de ensaio descobriu que os extratos de pimenta preta foram capazes de resistir a mais de 93% dos danos dos radicais livres em uma preparação de gordura. Ou seja, resultado superior ao que os cientistas estimularam.

Além disso, outro estudo observou que o tratamento com pimenta preta e piperina diminuiu os níveis de radicais livres mesmo em uma dieta rica em gordura.

Finalmente, um estudo em tubo de ensaio em células de câncer humano observou que os extratos de pimenta preta foram capazes de impedir até 85% dos danos celulares associados ao desenvolvimento do câncer (4).

Ou seja, junto com a piperina, a pimenta preta contém outros compostos anti-inflamatórios que podem proteger contra inflamação, danos celulares e doenças (5, 6).

Aumenta a Absorção de Nutrientes

Mais um benefício da pimenta preta é que pode aumentar a absorção e função de certos nutrientes e compostos benéficos.

Em particular, pode melhorar a absorção da curcumina, ou seja, o ingrediente ativo da popular cúrcuma de especiarias anti-inflamatória (7, 8).

Um estudo descobriu que tomar 20 mg de piperina com 2 gramas de curcumina melhorou a disponibilidade de curcumina no sangue humano em 2.000% (9).

Além disso, a pesquisa também mostra que a pimenta preta pode melhorar a absorção de beta-caroteno. Um composto encontrado em vegetais e frutas que seu corpo converte em vitamina A (10).

O beta-caroteno funciona como um poderoso antioxidante que pode combater os danos celulares, prevenindo condições como doenças cardíacas (11, 12).

Um estudo de 14 dias em adultos saudáveis ​​descobriu que tomar 15 mg de beta-caroteno com 5 mg de piperina aumentou substancialmente os níveis sanguíneos de beta-caroteno. Esses resultados, são em comparação com a ingestão de betacaroteno sozinho (13).

Pode promover a digestão e prevenir a diarreia

Pimenta preta pode promover o bom funcionamento do estômago.

Especificamente, consumir pimenta preta pode estimular a liberação de enzimas no pâncreas e intestino que ajudam a digerir gordura e carboidratos.

Estudos mostram que a pimenta preta também pode prevenir a diarreia. Inibindo espasmos musculares no trato digestivo, bem como, retardando a digestão dos alimentos (14).

De fato, estudos em células intestinais de animais descobriram que a piperina em doses de 10 mg por kg de peso corporal era comparável à medicação anti diarreica. Ou seja, medicação comum na prevenção de contrações intestinais espontâneas.

Devido seus efeitos positivos na função do estômago, a pimenta preta pode ser útil para aqueles com má digestão e diarreia. No entanto, mais pesquisas em humanos são necessárias.

Tem propriedades anti-inflamatórias

A inflamação crônica pode ser um fator subjacente em muitas condições. Como artrite, bem como, doenças cardíacas, diabetes e câncer (15, 16).

Muitos estudos laboratoriais sugerem que a piperina, o principal composto ativo da pimenta preta, pode efetivamente combater a inflamação (17).

Por exemplo, o tratamento com piperina em roedores com artrite, resultou em menos inchaço das articulações e inflamação. (18, 19).

Em alguns estudos a piperina supriu a inflamação nas vias aéreas causada por asma e alergias sazonais (20, 21)

No entanto, os efeitos anti-inflamatórios da pimenta preta e piperina ainda não foram estudados extensivamente em pessoas.

Pode beneficiar seu cérebro

Outro beneficio da pimenta preta é o potencial de melhorar a função cerebral. Em particular, demonstrou benefícios potenciais para os sintomas relacionados com doenças degenerativas do cérebro. Como a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson, por exemplo (22, 22).

Para se ter ideia, um estudo em animais com doença de Alzheimer constatou que a piperina melhorou a memória. Afinal, a piperina possibilitou que roedores passassem pelo labirinto com mais eficiência do que aqueles que não receberam o composto (23).

Benefícios da pimenta preta
Benefícios da pimenta preta

Em outro estudo com roedores, o extrato de piperina pareceu diminuir a formação de placas amilóides. Ou seja, são aglomerados densos de fragmentos de proteínas prejudiciais no cérebro que foram ligados à doença de Alzheimer (24, 25).

No entanto, estudos em humanos são necessários para confirmar se esses efeitos também são observados fora dos estudos em animais.

Pode melhorar o controle de açúcar no sangue

Estudos sugerem que a piperina pode ajudar a melhorar o metabolismo do açúcar no sangue (26, 27, 28).

Além disso, 86 pessoas com sobrepeso tomando um suplemento de piperina e outros compostos por 8 semanas, experimentaram melhorias significativas na sensibilidade à insulina. Um exemplo de quão bem o hormônio insulina remove glicose da corrente sanguínea (29).

No entanto, não está claro se os mesmos efeitos ocorreriam com a pimenta-do-reino sozinha. Já que uma combinação de muitos compostos vegetais ativos foi usada neste estudo.

Pode baixar os níveis de colesterol

O colesterol elevado no sangue está associado a um risco aumentado de doença cardíaca, que é a principal causa de morte em todo o mundo (30, 31).

O extrato de pimenta preta foi estudado em animais por seu potencial de reduzir os níveis de colesterol (32, 33, 34).

Além disso, acredita-se que a pimenta preta ajuda a diminuir os níveis de colesterol no sangue. Incluindo o colesterol LDL (ruim) mesmo com uma dieta rica em gordura (35, 36, 37).

Ainda assim, mais estudos são necessários para determinar se a própria pimenta-do-reino tem efeitos significativos na redução do colesterol em humanos.

Além do consumo de pimenta você pode beneficiar sua saúde com mais 12 alimentos. Confira!

Abraços e fique com Deus.

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentaçãoalimentos antioxidantesantioxidanteantioxidantesbenefício da pimentabenefício pimentacâncerconsumir pimentadestaquediarreiadigestãodr. juliano pimentelestômagoinflamaçãopimentapimenta pretapiperinaradicais livressaúde

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta