close
benefícios da pimenta

Benefícios da pimenta.

As pimentas são os frutos das plantas de pimenta Capsicum e apresentam muitos benefícios.

Existem muitas variedades de pimenta, no entanto, são usadas principalmente como especiarias, temperos para molhos e carnes.

E a capsaicina é o principal composto de plantas bioativas das pimentas, responsável por seu sabor picante único e muitos de seus benefícios para a saúde.

Gostou do tema deste artigo?

Leia e comente o que você achou!

Vitaminas e Minerais da Pimenta

As pimentas apresentam muitos benefícios, pois são ricas em várias vitaminas e minerais.

No entanto, uma vez que são consumidos apenas em pequenas quantidades, sua contribuição para a ingestão diária é muito pequena.

  • Vitamina C: As pimentas são muito ricas em vitamina C. A vitamina C é um poderoso antioxidante, importante para a cicatrização de feridas e para a função imunológica.
  • Vitamina B6: Uma família de vitaminas do complexo B, algumas das quais têm funções importantes no metabolismo energético.
  • Vitamina K1: Também conhecida como filoquinona, a vitamina K1 é essencial para a coagulação do sangue e ossos e rins saudáveis.
  • Potássio: Um mineral dietético essencial que atende a uma variedade de funções no organismo. A ingestão adequada de potássio pode reduzir o risco de doença cardíaca (1).
  • Cobre: Muitas vezes faltando na dieta ocidental, o cobre é um elemento antioxidante essencial, importante para ossos fortes e neurônios saudáveis.
  • Vitamina A: A pimenta vermelha é rica em betacaroteno, que é convertida em vitamina A no corpo.

Compostos da pimenta

As pimentas são uma rica fonte de capsaicina picante-quente.

Além disso, elas também são muito ricas em carotenóides antioxidantes, que estão ligados a inúmeros benefícios para a saúde.

Benefícios  da pimenta
Benefícios da pimenta

Aqui estão os principais compostos de plantas bioativas em pimenta:

  • Capsantina: O principal carotenoide da pimenta vermelha e muitas vezes responsável por até 50% do teor total de carotenóides. Além disso, suas poderosas propriedades antioxidantes podem atuar contra o câncer (2 ,3).
  • Violaxantina: O principal antioxidante carotenoide em pimentas amarelas, representando 37-68% do teor total de carotenóides (4, 5).
  • Luteína: Mais abundante em pimentas verdes (imaturas), os níveis de luteína diminuem com a maturação. O alto consumo de luteína tem sido associado à melhora da saúde ocular, por exemplo (6, 7).
  • Capsaicina: Um dos compostos vegetais mais estudados nas pimentas. É responsável pelo seu sabor picante e muitos dos seus efeitos na saúde.
  • Ácido sinápico: Um antioxidante, também conhecido como ácido sinapínico. Tem uma variedade de benefícios potenciais para a saúde (8, 9).
  • Ácido ferúlico: Similarmente ao ácido sinápico, o ácido ferúlico é um antioxidante que pode ajudar na proteção contra várias doenças crônicas (10, 11).

Além do mais, o teor de antioxidantes das pimentas maduras é muito maior do que das pimentas imaturas (12).

Benefícios da pimenta – Perda de peso

A obesidade é uma doença grave que aumenta o risco de muitas doenças crônicas, como doenças cardíacas e diabetes, por exemplo.

Existem algumas evidências de que a capsaicina, um composto vegetal presente nas pimentas, pode promover a perda de peso. Isso acontece, porque pode reduzir o apetite e aumentar a queima de gordura (16, 17).

De fato, estudos mostraram que 10 gramas de pimenta vermelha podem aumentar significativamente a queima de gordura em homens e mulheres (18, 19).

Apoiando isso, outros estudos mais recentes mostraram que a capsaicina pode aumentar significativamente a queima de gordura (20, 21, 22, 23).

Além do mais, a capsaicina também pode reduzir a ingestão de calorias . Um estudo em 24 consumidores regulares de pimenta descobriu, por exemplo, que a capsaicina antes de uma refeição levou à redução da ingestão de calorias (24).

Outro estudo encontrou uma redução significativa no consumo de apetite e energia apenas naqueles que não consomem pimenta regularmente  (25).

Porém, nem todos os estudos descobriram que as pimentas são eficazes. Outros estudos não encontraram efeitos significativos no consumo de calorias ou na queima de gordura (26, 27).

Mas, apesar da evidência mista, parece que o consumo regular de pimenta vermelhas, ou suplementos de capsaicina, pode ser útil para perda de peso. Principalmente quando combinado com outras estratégias de estilo de vida saudável (28).

No entanto, eles provavelmente não são muito eficazes por conta própria. Além do mais, a tolerância aos efeitos da capsaicina pode se desenvolver com o tempo, o que limita sua usabilidade (29).

Além do consumo regular da pimenta, uma alternativa para impulsionar a perda de peso é o consumo de chás termogênicos.

Chás para emagrecer além dos benefícios da pimenta
Chás para emagrecer além dos benefícios da pimenta

 

Benefícios da pimenta – Alívio da dor

A capsaicina, o principal composto de plantas bioativas em pimenta, tem algumas propriedades únicas.

Isso porque, ele se liga aos receptores de dor, que são terminações nervosas que sentem a dor. Ou seja, isso induz uma sensação de queimação, mas na verdade não causa nenhuma lesão grave.

Mesmo assim, o alto consumo de pimenta pode danificar os receptores de dor ao longo do tempo. Além do mais, pode causar dessensibilização ao sabor ardente da pimenta.

Para mais, também torna esses receptores de dor insensíveis a outras formas de dor, como a azia causada pelo refluxo ácido.

Um estudo descobriu que, quando pimentas vermelhas (2,5 gramas/dia) foram administradas a pacientes com azia, piorou a dor no início do tratamento de 5 semanas, mas melhorou com o tempo (13).

Isto é apoiado por outro pequeno estudo mostrando que 3 gramas de pimenta por dia durante 6 semanas melhoraram a azia em pacientes com refluxo ácido (14).

Fato é que, o efeito de dessensibilização não parece ser permanente, e um estudo descobriu que foi revertido 1-3 dias após o consumo de capsaicina interrompido (15).

Benefícios da pimenta – Antibacteriana

A propriedade antibacteriana  da pimenta preta ajuda a combater infecções e picadas de insetos (30).

Uma vez que, a pimenta adicionada à dieta ajuda a manter as suas artérias limpas. Isso porque, ela age de forma semelhante às fibras, raspando o excesso de colesterol das paredes, ajudando a reduzir a aterosclerose, a condição altamente responsável por ataques cardíacos e derrames (31).

Benefícios da pimenta – Melhora a função cognitiva

A piperina, um dos principais componentes da pimenta-do-reino, tem sido demonstrada em numerosos estudos para reduzir o comprometimento da memória e o mau funcionamento cognitivo.

Isso porque, as vias químicas no cérebro parecem ser estimuladas por este composto orgânico. Portanto pesquisas recentes demonstram a possibilidade de a pimenta beneficiar  pacientes com Alzheimer e aqueles que sofrem de demência e outras disfunções relacionadas à idade ou radicais livres na cognição (32).

Assista a esse vídeo para saber mais benefícios da pimenta.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : alimentaçãoalimentos antioxidantesantioxidantebenefícios da pimentaCapsantinadestaquedr. juliano pimentelperda de pesopimentapimenta caienapimenta de caienapimenta pretapotássioQueimar Gordurasaúdevitamina C

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta