close
ArtigosDores

Catarata – Quais são as Causas, Sintomas e Tratamento

catarata

A catarata é uma doença no olho muito relacionada à idade. De fato, é muito comum que com o passar dos anos a catarata se desenvolve.

Mas não se engane! A catarata pode se desenvolver até mesmo em recém nascido.

Neste artigo mostro quais são as causas da catarata e o tratamento para essa condição.

Gostou tema?

Leia, comente e compartilhe!

O que é Catarata?

A catarata é uma camada densa e turva que se forma na lente do olho. Uma catarata começa quando as proteínas no olho formam aglomerados que impedem a lente de enviar imagens claras para a retina.

A retina funciona convertendo a luz que vem através da lente em sinais. Ou seja, envia os sinais para o nervo óptico, que os transporta para o cérebro.

catarata é uma camada densa e turva que se forma na lente do olho
A catarata é uma camada densa e turva que se forma na lente do olho

Essa camada se desenvolve lentamente e acaba interferindo na sua visão. De acordo com o IBGE, cerca 28,7% dos brasileiro com mais de 60 anos de idade sofrem com a doença (1,2).

Fato é que a maioria das cataratas se desenvolve lentamente e não perturba a sua visão no início. Mas com o tempo, a doença acabará interferindo na sua visão.

No início, iluminação e óculos mais fortes podem inclusive, te ajudar a lidar com a doença.

Mas se a visão prejudicada interfere em suas atividades habituais, você pode precisar de cirurgia de catarata. Felizmente, a cirurgia  geralmente é um procedimento seguro e eficaz.

Sintomas

  • Visão nublada, turva ou fraca
  • Dificuldade crescente com visão à noite
  • Assim como, sensibilidade à luz e brilho
  • Necessidade de luz mais brilhante para leitura e outras atividades
  • Além disso, você pode ver halos ao redor das luzes
  • Alterações frequentes na prescrição de óculos ou lentes de contato
  • Assim como, desbotamento ou amarelecimento de cores
  • Por fim, visão dupla em um único olho

No início, a nebulosidade na visão causada pela condição pode afetar apenas uma pequena parte das lentes do olho e por isso, você pode não perceber qualquer perda de visão.

Porém, à medida que a catarata cresce, ela nubla mais a lente e distorce a luz que passa pela lente. Isso pode levar a sintomas mais visíveis.

Sendo assim, o ideal é consultar para fazer um exame oftalmológico se notar alguma alteração na sua visão.

Além disso, se você desenvolver alterações súbitas da visão, como visão dupla ou flashes de luz, dor ocular súbita ou dor de cabeça súbita, consulte seu médico imediatamente.

Causas da Catarata

A maioria das cataratas se desenvolve quando o envelhecimento ou lesão altera o tecido que compõe a lente do olho.

Porém, alguns distúrbios genéticos hereditários que causam outros problemas de saúde também podem aumentar o risco da doença.

Além do mais, a catarata também pode ser causada por outras condições oculares, cirurgia ocular passada ou condições médicas, assim como diabetes.

O uso prolongado de medicamentos esteróides também pode causar o desenvolvimento de catarata.

São várias as causas subjacentes da condição.

Assim como as causas variam, os tipos de catarata também variam.

Tipos de catarata 

1 – Cataratas que afeta o centro do cristalino (catarata nuclear).

Uma catarata nuclear pode, a princípio, causar mais miopia ou até mesmo uma melhora temporária em sua visão de leitura.

Mas com o tempo, a lente gradualmente se torna mais densamente amarela e obscurece ainda mais sua visão.

Conforme a doença progride lentamente, a lente pode até ficar marrom. Além disso, o amarelecimento avançado da lente podem levar à dificuldade de distinguir entre tonalidades de cor.

2 – Cataratas que afetam as bordas da lente (catarata cortical).

Uma catarata cortical começa como opacidades ou estrias esbranquiçadas em forma de cunha na borda externa do córtex do cristalino.

Mas, à medida que progride lentamente, as estrias se estendem até o centro e interferem na passagem da luz através do centro da lente.

3 – Cataratas que afetam o dorso da lente (catarata subcapsular posterior).

Uma catarata subcapsular posterior começa como uma pequena área opaca que geralmente se forma perto da parte de trás da lente, bem no caminho da luz.

Ela geralmente interfere na sua visão de leitura, ou seja, reduz sua visão sob luz forte e causa reflexos ou halos ao redor das luzes à noite.

São vários os tipos de catarata
São vários os tipos de catarata

Inclusive, esses tipos de catarata tendem a progredir mais rapidamente do que outros tipos.

4 – Cataratas nas quais você nasceu (catarata congênita).

Algumas pessoas nascem com catarata ou desenvolvem-nas durante a infância. Essas cataratas podem ser genéticas ou associadas a uma infecção ou trauma intra-uterino, por exemplo (3, 4, 5).

Além disso, essas cataratas também podem ser causadas por certas condições, como distrofia miotônica, galactosemia, neurofibromatose tipo 2 ou rubéola.

No entanto, as cataratas congênitas nem sempre afetam a visão, mas quando acontece, geralmente são removidas logo após a detecção.

Fatores de risco associados à catarata

  • idoso
  • uso pesado de álcool
  • fumar
  • obesidade
  • pressão alta
  • lesões oculares anteriores
  • uma história familiar de catarata
  • muita exposição ao sol
  • diabetes
  • exposição à radiação de raios-X e tratamentos de câncer

Tratamento

Quando seus óculos não conseguem limpar sua visão, o único tratamento eficaz é a cirurgia.

A cirurgia é recomendada quando as cataratas impedem que você realize suas atividades diárias, como ler ou dirigir. Além disso, também é realizada quando as cataratas interferem no tratamento de outros problemas oculares (6, 7, 8).

 

O método cirúrgico utilizado é conhecido como facoemulsificação, envolve o uso de ondas de ultra-som para separar as lentes e remover as peças.

A cirurgia extracapsular envolve a remoção da parte nublada da lente através de uma longa incisão na córnea. Após a cirurgia, uma lente intra-ocular artificial é colocada onde estava a lente natural (9).

Cirurgia de remoção é geralmente muito segura e tem uma alta taxa de sucesso. A maioria das pessoas podem ir para casa no mesmo dia da cirurgia.

Prevenção

Nenhum estudo demonstrou como prevenir a catarata ou retardar a progressão da doença. Mas os médicos acham que várias estratégias podem ser úteis, por exemplo (7)

  • Fazer exames oftalmológicos regulares. Afinal, exames oftalmológicos podem ajudar a detectar catarata e outros problemas oculares em seus estágios iniciais. Além disso, pergunte ao seu médico com que frequência você deve fazer um exame oftalmológico.
  • Parar de fumar. Pergunte ao seu médico sugestões sobre como parar de fumar. Para isso, medicamentos, aconselhamento e outras estratégias estão disponíveis para ajudá-lo.
  • Gerenciar outros problemas de saúde. Ou seja, siga o seu plano de tratamento se tiver diabetes ou outras condições médicas que possam aumentar o risco de cataratas (10).
  • Fazer uma dieta saudável que inclua muitas frutas e legumes. Adicionando uma variedade de frutas e vegetais coloridos à sua dieta garante que você está recebendo muitas vitaminas e nutrientes.

Frutas e legumes têm muitos antioxidantes, que consequentemente ajudam a manter a saúde dos seus olhos.

Porém, estudos não provaram que os antioxidantes na forma de comprimidos podem prevenir a doença. Mas, um grande estudo populacional mostrou recentemente que uma dieta saudável rica em vitaminas e minerais estava associada a um risco reduzido de desenvolver a condição (11).

Ou seja, frutas e legumes têm muitos benefícios comprovados para a saúde e são uma maneira segura de aumentar a quantidade de minerais e vitaminas em sua dieta.

  • Usar óculos de sol. A luz ultravioleta do sol pode contribuir para o desenvolvimento da doença. Por isso, use óculos de sol que bloqueiem os raios ultravioleta B (UVB) quando estiver ao ar livre.
  • Reduzir o uso de álcool. Pois, o uso excessivo de álcool pode aumentar o risco de catarata.

Estilo de vida

A alimentação saudável pode ajudar a ter mais saúde, inclusive a saúde dos olhos. Um bom hábito que você pode inserir na sua rotina é beber sucos vegetais.

Frutas e vegetais para manter a saúde dos olhos evitar catarata
Frutas e vegetais para manter a saúde dos olhos evitar catarata

As medidas de autocuidado podem ajudar por um tempo, mas à medida que a catarata avança, sua visão pode se deteriorar ainda mais. Quando a perda da visão começar a interferir em suas atividades cotidianas, considere a cirurgia de catarata.

Assista ao vídeo para conhecer a anatomia do olho.

Abraços e fique com Deus.

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : alimentaçãocataratacatarata congênitacatarata corticalcatarata nuclearcataratascórneadiabetes tipo 2dr. juliano pimentelextracapsularfacoemulsificaçãoIdososmiopiaoftalmologistaPacientes idosossaúdesaúde dos olhossistema imunológicoVisão nubladavisão turva

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta