https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close
Artigos

Corantes alimentares artificiais: o que você precisa saber se tiver hipotireoidismo de hashimoto

Se você é como a maioria das pessoas, provavelmente tem uma vaga noção de que corantes alimentares artificiais são “ruins”.

Você também provavelmente já percebeu como cada vez mais há crianças hiperativas, mas nunca as associou ao consumo de corante. Além da hiperatividade, se você tem hipotireoidismo de Hashimoto, você deve evitar corantes alimentares, principalmente porque eles provocam inflamação e autoimunidade.

O que talvez você não saiba, porém, é que dois países europeus Grã – Bretanha e União Europeia proíbem o uso dos corantes alimentares. 

O que os europeus sabem que nós não sabemos? 

Na verdade, eles têm acesso à mesma ciência que nós, só que aparentemente eles a levam mais a sério. A boa notícia é que, graças à pressão dos consumidores, a gigante de alimentos Nestlé está liderando o caminho ao remover voluntariamente os corantes alimentares de seus bombons de chocolate até o final de 2015.

Então, qual é o grande problema com o corante alimentar? Os riscos são reais?

Corantes alimentares artificiais | Juliano Pimentel
Corantes alimentares artificiais.

Se você tem hipotireoidismo de Hashimoto, evite piorar sua condição evitando corantes alimentares artificiais:

  • A coloração alimentar está ligada à hiperatividade e ao TDAH (1).
  • Descobriu-se que o corante caramelo usado em refrigerantes representa um risco de câncer (2).
  • Muitas pessoas, especialmente crianças, consomem muito mais corante alimentar do que foi medido para segurança. Uma tigela de cereal colorido, por exemplo, excede a quantidade de corante alimentar que causa problemas comportamentais em algumas crianças.
  • O corante alimentar artificial se liga às proteínas dos alimentos aos quais é adicionado. As enzimas digestivas humanas não podem quebrar muitas dessas proteínas, uma vez que estão ligadas ao corante alimentar. Isso cria inflamação e danos intestinais, levando ao intestino permeável, por exemplo.
  • O corante alimentar também se liga ao tecido humano e às proteínas do sangue (3). Isso é o que torna os lábios e a língua das crianças em cores brilhantes depois de comerem um pirulito ou uma casquinha de neve, por exemplo. Autópsias humanas revelaram cólons inteiros tingidos de azul ou verde devido a corantes alimentares. O problema, porém, é que o sistema imunológico não reconhece o tecido humano uma vez que está ligado ao corante alimentar e pode começar a atacar o tecido. Ou seja, isso pode levar à autoimunidade permanente a esse órgão ou tecido. Além disso, uma vez que essas cores estão ligadas às células do corpo, essas células não podem mais funcionar corretamente.
  • A coloração alimentar causa reações alérgicas em algumas pessoas, causando coriza, urticária, vergões e reações neurológicas, por exemplo.
  • Por fim, a coloração alimentar pode levar a uma quebra na tolerância oral, ou na capacidade do sistema imunológico de distinguir o amigo do inimigo. Isso pode resultar em aumento da sensibilidade alimentar e química.

O perigo do corante

Estas são apenas algumas das maneiras pelas quais os corantes alimentares artificiais, feitos de petróleo, afetam negativamente a saúde humana. 

Embora os fabricantes de alimentos prefiram corantes artificiais aos naturais porque se misturam facilmente, são mais baratos e mais estáveis, eles simplesmente não valem o custo para sua saúde, especialmente se você estiver tentando controlar o hipotireoidismo de Hashimoto.

Os corantes alimentares não estão apenas em coisas óbvias, como doces e refrigerantes. Eles se escondem em molhos para salada, picles, bolachas, carnes, sobremesas, medicamentos, sabonetes, cosméticos, loções, cremes dentais e outros produtos.

Um passo de vital importância à medida que você faz a transição para uma dieta de alimentos integrais para controlar o hipotireoidismo de Hashimoto é eliminar todos os corantes artificiais e outros aditivos de sua dieta e dos produtos que você usa em seu corpo.

Para ser saudável o ideal é que você tenha uma dieta que beneficia  o funcionamento do seu corpo.  E para auxiliar na sua reeducação alimentar, eu trago uma novidade.

Eu convido você a adquirir o e-book da minha esposa, Carol Pimentel.

O livro digital contém mais de 70 receitas deliciosas e low carb, desenvolvido para quem deseja ter uma alimentação extremamente saudável focada em eliminar o sobrepeso, evitar problemas de saúde e reverter os danos causados pela má alimentação passada.

Neste livro você vai aprender as melhores receitas de doces e salgados, sem medo de engordar.

Receitas simples e fáceis de preparar, e o melhor de tudo: Super acessíveis!

Clique na imagem abaixo e adquira agora o seu livro digital.

Gostosuras Low Carb | Carol Pimentel
Adquira o livro digital Gostosuras Low Carb.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : corantescorantes alimentareshiperatividadeTDAH

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta