close
AlimentaçãoArtigos

Dieta Cetogênica para Diabéticos – Como funciona

diabetes-1532638322148_v2_900x506

Como funciona Dieta Cetogênica para Diabéticos?

A alimentação de pessoas diabéticas requer muita atenção, mas isso não significa que para viver com diabetes é preciso sentir privado.

Dietas especiais para diabetes tipo 2 geralmente se concentram na perda de peso, então pode parecer loucura que uma dieta rica em gordura seja uma opção.

Mas a Dieta Cetogênica para Diabéticos, mesmo sendo rica em gordura e pobre em carboidratos, pode potencialmente mudar a forma como seu corpo armazena e usa energia, facilitando os sintomas da diabetes.

Com a dieta cetônica, seu corpo converte a gordura, em vez de açúcar, em energia. A dieta foi criada em 1924 como um tratamento para a epilepsia, mas os efeitos deste padrão alimentar também estão sendo estudados para o diabetes tipo 2.

Gostou desse tema? Leia, comente e compartilhe!

Alimentos de uma Dieta Cetogênica para Diabéticos

A dieta cetogênica pode melhorar os níveis de glicose, ou seja o açúcar no sangue, reduzindo a necessidade de insulina. No entanto, a dieta vem com riscos, por isso certifique-se de discutir com seu médico antes de fazer mudanças drásticas na dieta.

Muitas pessoas com diabetes tipo 2 estão acima do peso, portanto, uma dieta rica em gordura pode parecer inútil. O objetivo da dieta cetogênica para diabéticos é fazer com que o corpo use gordura como energia em vez de carboidratos ou glicose.

Dieta cetogênica para diabéticos
Dieta Cetogênica para Diabéticos

Sendo assim, uma pessoa na dieta keto obtém a maior parte de sua energia da gordura, com muito pouco da dieta proveniente de carboidratos.

A Dieta Cetogênica para Diabéticos não significa que você deve carregar gorduras saturadas, no entanto.

Gorduras saudáveis ​​para o coração são a chave para sustentar a saúde geral. Alguns alimentos saudáveis ​​que são comumente consumidos na dieta cetogênica incluem:

  • ovos
  • peixe como salmão, por exemplo
  • queijo tipo cottage
  • bem como, abacate
  • azeitonas e azeite
  • nozes e manteigas
  • por fim, sementes

Entendendo “alto teor de gordura” na dieta cetogênica

Efeitos da Dieta Cetogênica para Diabéticos na Glicemia

A dieta cetogênica tem o potencial de diminuir os níveis de glicose no sangue. Por isso, o manejo da ingestão de carboidratos é frequentemente recomendado para pessoas com diabetes tipo 2. Visto que, os carboidratos se transformam em açúcar e, em grandes quantidades, podem causar picos de açúcar no sangue.

Por isso, se você já tem glicose alta, comer carboidratos demais pode ser perigoso. No entanto, ao mudar o foco para gordura, algumas pessoas experimentam redução de açúcar no sangue.

Monitorando seu diabetes

A dieta cetogênica parece direta. Ao contrário de uma dieta típica de baixa caloria, no entanto, uma dieta rica em gordura requer um acompanhamento cuidadoso. Na verdade, para iniciar a dieta o  médico precisa monitorar os níveis de glicose, bem como a cetona no sangue para se certificar de que a dieta não está causando nenhum efeito adverso.

Uma vez que seu corpo se adapte à dieta, você ainda pode precisar consultar seu médico uma ou duas vezes por mês para testes e ajustes de medicação.

Mesmo que seus sintomas melhorem, ainda é importante acompanhar o monitoramento regular da glicemia. Para diabetes tipo 2, no enanto, a frequência de teste varia.

Por isso, certifique-se de verificar com seu médico e determinar o melhor cronograma de testes para sua situação.

Pesquisas sobre a Dieta ceto para diabéticos

Em 2008, os pesquisadores realizaram um estudo de 24 semanas para determinar os efeitos de uma dieta baixa em carboidratos em pessoas com diabetes tipo 2, bem como obesidade (1).

No final do estudo, os participantes que seguiram a dieta cetogênica tiveram maiores melhorias no controle glicêmico. Além disso, apresentaram redução de medicação em comparação com aqueles que seguiram uma dieta de baixo índice glicêmico.

Além desse, uma revisão de 2013 relata novamente que uma dieta cetogênica pode levar a melhorias mais significativas no controle do açúcar no sangue. E os benefícios se estendem a Hemoglobina Glicada (A1C), a perda de peso e necessidade de insulina descontinuada do que outras dietas (2).

Por fim, um estudo de 2017 descobriu que a dieta cetogênica superou uma dieta convencional, com baixo teor de gordura, durante 32 semanas em relação à perda de peso e Hemoglobina Glicada (A1C) (3).

Outras dietas benéficas

Enquanto esses estudos apoiam a dieta cetogênica para o controle do diabetes, outras pesquisas parecem recomendar tratamentos dietéticos opostos, como uma dieta à base de plantas.

Pesquisa de 2017 confirma que pessoas com diabetes que seguiram uma dieta baseada em plantas experimentaram melhorias significativas no açúcar no sangue e Hemoglobina Glicada (A1C). Além disso, reduziram fatores de risco de doença cardiovascular, bactérias intestinais que é responsável pela sensibilidade à insulina e marcadores inflamatórios como proteína c reativa (4).

Por fim…

A dieta cetogênica pode oferecer esperança para as pessoas com diabetes tipo 2 que têm dificuldade em controlar seus sintomas.

Não só muitas pessoas se sentem melhor com menos sintomas diabéticos, mas também podem ser menos dependentes de medicamentos.

Ainda assim, nem todo mundo tem sucesso nessa dieta. Alguns podem achar as restrições muito difíceis de seguir a longo prazo.

Lembrando que, a dieta de ioiô pode ser perigosa para o diabetes. Então você só deve iniciar a dieta cetogênica se tiver certeza de que pode se comprometer com ela.

Por isso, a contribuição de seu nutricionista e médico é fundamental para te ajudar a montar a dieta. Não deixe de discutir a dieta ceto com seu médico. 

Junto desses alimentos que vão te ajudar a melhorar a saúde, opte por bebidas também saudáveis.

Sucos Vegetais na Dieta cetogênica para diabéticos
Sucos Vegetais na Dieta cetogênica para diabéticos

Abraços e fique com Deus.

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentaçãoalimentação para diabetescarboidratosdiabetesdiabéticosdieta cetodieta cetogênica. dieta cetogênica para diabéticosdieta para diabéticosdr. juliano pimentellow carbobesidadeperda de pesosaúdesistema imunológico

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta