https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close
ArtigosDores

D.R – Por que Discutir a Relação É Importante para o Relacionamento?

‘Precisamos conversar’; a frase é simples, são apenas duas palavras. Contudo, é suficiente para assustar tanto os homens quanto as mulheres. Discutir a relação ou ter uma D.R., alcançou um nível de terror quase mítico entre as pessoas, especialmente entre os homens.

Afinal, é comum associar a conversa a uma briga ou situação desagradável. Por outro lado, tem ainda as pessoas que têm medo de tomar decisões que podem afetar o futuro do seu relacionamento.

Mas, discutir a relação não precisa ser tratado como um bicho de sete cabeças(1). A primeira questão que quero abordar é o significado da palavra. 

Muitas pessoas associam discussão à briga desentendimento. Mas, as definições da palavra discutir no dicionário são: analisar questionando; levantar questões a respeito de (algo); examinar detalhadamente.

Ou seja, não é briga! E é um processo importante para manter a relação ativa e garantir a felicidade do casal

Leia até o final e compartilhe o artigo no Facebook!

Discutir a Relação

O objetivo de falar sobre a relação é deixar tudo mais fluido e agradável para os dois. Quando essa conversa é realizada no momento certo, o relacionamento terá benefícios como:

– Mais união, diálogo e compreensão. Além disso, melhora a forma de enxergar o outro, gera mais segurança ao relacionamento. O casal adquire mais afeto, há mais respeito na relação e mais companheirismo para momentos aleatórios.

Sem falar que o ter uma D.R. produtiva aumenta a harmonia, o bem-estar entre o casal, diminui a tensão no dia a dia e claro, proporciona uma vida sexual mais ativa e mais prazerosa.

Mas, discutir de qualquer jeito não é suficiente para obter esses resultados, é preciso saber como e quando ter a D.R. 

Como Discutir a Relação

Para conseguir obter os benefícios listados acima é preciso fugir dos maus hábitos de falar sem pensar e quando está irritado.

É preciso discutir a relação, mas é importante fazer isso de forma correta. Por isso, separei várias dicas para tornar a conversa muito mais fácil e eficaz para o diálogo.

1 – Quais são os seus Planos como Casal

Você deve primeiro analisar onde você quer que aconteçam mudanças no relacionamento e o que realmente une os dois.

Um grande erro que as pessoas cometem é não saberem o que querem dessa relação. Antes de discutir a relação, pense sobre a conexão que você deseja ter. Manter o namoro? morarem juntos? noivar?

Você pode considerar se o seu objetivo no relacionamento é compatível com seus outros objetivos na vida. A vida muda, os nossos desejos e objetivos também.

Depois de analisar o que você quer, entenda quais são os objetivos do seu parceiro em relação a vocês dois. Finalmente, é preciso analisar se o que você quer da relação é compatível com o que a outra pessoa quer.

2 – Assunto Certo na Hora Certa

É preciso discutir a relação em um momento apropriado para tal. Se seu parceiro está nervoso ou resolvendo muitos problemas de uma só vez, ter uma D.R. nesse momento de tensão, pode não ser uma boa ideia e não trará resultados positivos.

Por isso, converse o assunto certo na hora certa. Se o momento está propicio, discuta a relação com calma e mostre ao seu parceiro a importância da conversa, antes mesmo de inicia-la.

Aprenda a como se comunicar com o seu parceiro.

3 –Dialogue e Ouça

Discutir a relação não é briga.

A D.R. não é uma guerra, nem monólogo, é um momento para conversar sobre melhorias no relacionamento, divergências ou dificuldade. Ouça, fale. Não é um momento de tensão. Ouça o que o seu parceiro tem a dizer e não o interrompa. Ambos precisam ser ouvidos e compreendidos.

Mantenha a postura. Não grite, não fale em tom ameaçador e nem utilize palavras ríspidas, mesmo que esteja nervosa e a discussão tenha ido para um caminho diferente do iniciado.

4 – Fale das Insatisfações

Não guarde as insatisfações para depois. Para o bom funcionamento do relacionamento e para que ele caminhe em harmonia e sintonia, é preciso discutir o que está interferindo no caminho.

Guardar as insatisfações é guardar uma bomba que poderá destruir seu relacionamento no futuro.

Nesse caso, use a cautela e antes de mostrar as insatisfações, fale de pontos positivos e diga o que você valoriza no outro. Mostre para ele a importância de melhorar e o porque vocês precisam melhorar as insatisfações.

5- Exponha seus Sentimentos

Homens não gostam de discutir a relação por medo de expor seus sentimentos. Mas, gostam de quando as mulheres expõem seus sentimentos. É confuso, mas é real.

Então, ao discutir uma relação, exponha seus sentimentos, seus medos, angustias e, principalmente, aquilo que te faz bem. Ouvir elogios é fundamental para entender as críticas.

É difícil para muitas pessoas dizer o que querem em voz alta, ou mesmo admitir isso. Quando você expressa seus desejos, é importante que seja diretamente de um lugar vulnerável.

Mas você também não deve sentir a necessidade de explicar demais ou pedir desculpas pelo que está dizendo.

6- Não se Faça de Vítima

Não use linguagem vitimista. Não agir como vítima é um princípio importante para manter uma relação saudável e madura, por isso não caia na armadinha de tentar manipular a outra pessoa.

Quando você fala sobre o que deseja, evite falar de maneiras que te fazem de vítimas ou infantis. Manter um papel de vítima leva a uma passividade crônica. É importante não ser passivo-agressivo na relação.

Além disso, não puna a outra pessoa por não saber instintivamente o que você quer ou por não ler a sua mente. Ninguém pode ou deve esperar que qualquer outra pessoa atenda todas as suas necessidades.

Em vez disso, você deve procurar formas de se sentir pleno e inteiro, e não esperar que a outra pessoa fique com esse papel.

Claro, é natural querer sentir amor e conexão, mas há uma diferença importante entre dizer o que você quer como adulto e se sentir como uma criança dependente cuja sobrevivência depende do seu parceiro.

O Que Evitar ao Discutir a Relação

Evite discutir em público, em festas ou reuniões de trabalho. Criar e alimentar climas de agressão, críticas destrutivas ou acusações.

Importante também nunca discutir quando estiver com raiva, o melhor é esperar os ânimos se acalmarem e conversar em outro momento. Não encare uma DR como ofensa pessoal, nem aponte só defeitos no seu parceiro.

D.R. não é para fazer ameaças, gritar, ou falar sobre os erros cometidos no passado. Não dê lição de moral ao seu parceiro e não toque em assuntos delicados enquanto dirige.

Discutir a relação é sobre alinhar expectativas e avaliar o que foi feito até agora e como melhorar no futuro. Não é briga.

Aproveite todas as dicas expressas nesse artigo e melhore a comunicação com o seu parceiro. Essa pode ser muito interessante se os dois trabalharem juntos e fortalecer a relação.

Antes de sair, assista a este vídeo com 4 dicas para ter um relacionamento saudável!

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : benefícioscasalconversa produtivaD.R.Discutir a relaçãodr. juliano pimentelfelicidadeparceirorelacionamento

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta