close
AlimentaçãoArtigos

Doenças Causadas pela Obesidade – Eliminar poucas gramas na semana, te proporciona uma boa saúde

A obesidade não é apenas um problema estético, existem muitas doenças causadas pela obesidade.

Por isso, a obesidade é um perigo para a saúde. Uma pessoa, por exemplo, com 40% de excesso de peso tem duas vezes mais chances de morrer prematuramente do que uma pessoa de peso médio.

Isso ocorre porque são muitas as doenças causadas pela obesidade. Aliás, cada vez mais, a obesidade tem sido associada a várias condições médicas graves, incluindo:

  • Doença cardíaca e acidente vascular cerebral
  • Pressão alta
  • Diabetes
  • Câncer
  • Doença da vesícula biliar e cálculos biliares
  • Osteoartrite
  • Gota
  • Problemas respiratórios, como a apneia do sono (quando uma pessoa pára de respirar por um curto período de tempo durante o sono) e asma.

Gostou do tema deste artigo? Leia, comente e compartilhe!

Doenças Causadas pela Obesidade

Os médicos geralmente concordam que quanto mais obesa a pessoa tem maior probabilidade de ter problemas de saúde.

As pessoas com 20% ou mais de sobrepeso, por exemplo, podem obter benefícios significativos para a saúde devido à perda de peso.

Doenças Causadas pela Obesidade
Doenças Causadas pela Obesidade

Além disso, mesmo as pessoas com menos de 20% do peso saudável ainda devem tentar perder peso. Principalmente se tiverem algum dos seguintes fatores de risco:

  • História familiar de certas doenças crônicas. Pessoas com parentes próximos que tiveram doenças cardíacas ou diabetes, por exemplo, têm maior probabilidade de desenvolver esses problemas se forem obesos.
  • Condições médicas pré-existentes. A hipertensão arterial, bem como, os níveis elevados de colesterol ou os níveis elevados de açúcar no sangue são todos sinais de alerta de algumas doenças associadas à obesidade.
  • Formato de corpo maçã. As pessoas cujo peso está concentrado em torno de seus estômagos podem estar em maior risco de desenvolver doenças cardíacas, assim como, diabetes ou câncer.

Felizmente, mesmo uma modesta perda de peso de 4 a 8 quilos pode trazer melhorias significativas na saúde. Como por exemplo, a redução da pressão arterial e dos níveis de colesterol.

Como a obesidade está ligada à doença cardíaca e derrame?

Doença cardíaca e acidente vascular cerebral são as principais causas de morte e incapacidade para as pessoas. Isso porque, as pessoas com sobrepeso são mais propensas a ter pressão alta. Um importante fator de risco para doença cardíaca e acidente vascular cerebral, do que as pessoas que não estão acima do peso (1).

Níveis sanguíneos muito altos de colesterol também podem levar a doenças cardíacas e muitas vezes estão ligados ao excesso de peso.

Alem do mais, estar acima do peso também contribui para a angina (dor no peito causada pela diminuição do oxigênio para o coração). Bem como, para morte súbita por doença cardíaca ou acidente vascular cerebral, sem sinais ou sintomas.

A boa notícia você já sabe!

Perder uma pequena quantidade de peso pode reduzir suas chances de desenvolver uma doença cardíaca ou derrame. Reduzir seu peso em 10%, por exemplo, pode diminuir sua chance de desenvolver doenças cardíacas.

Como é a obesidade ligada ao diabetes?

Diabetes é de fato uma das doenças causadas pela obesidade. Afinal, o diabetes tipo 2 reduz a capacidade do seu corpo de controlar o açúcar no sangue.

Por isso, é uma das principais causas de morte prematura, doenças cardíacas, derrame e cegueira (2, 3).

Pessoas com excesso de peso têm duas vezes mais chances de desenvolver diabetes tipo 2 em comparação com pessoas com peso normal. Você pode reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2 perdendo peso e se exercitando mais.

Se você tem diabetes tipo 2, perder peso e se tornar mais ativo fisicamente pode ajudar a controlar seus níveis de açúcar no sangue. Além disso, aumentar sua atividade física também pode reduzir a quantidade de medicação para diabetes que você precisa.

Câncer é uma das doenças causadas pela obesidade

Vários tipos de câncer estão associados ao excesso de peso. Nas mulheres, estas incluem o cancro do útero, vesícula biliar, colo do útero, ovário, mama e cólon (4, 5).

Homens com excesso de peso correm maior risco de desenvolver câncer colorretal e câncer de próstata.

Para alguns tipos de câncer, como cólon ou mama, por exemplo, não está claro se o risco aumentado é devido ao peso extra ou a uma dieta rica em gordura e altamente calórica.

Como a obesidade está relacionada com a doença da vesícula biliar?

Doença da vesícula biliar e cálculos biliares são mais comuns se você estiver com sobrepeso. Alias, seu risco de doença aumenta à medida que seu peso aumenta. Não está claro como o excesso de peso pode causar doença na vesícula biliar (6, 7, 8).

Ironicamente, a própria perda de peso, particularmente a rápida perda de peso ou a perda de uma grande quantidade de peso, pode realmente aumentar suas chances de desenvolver cálculos biliares. Ou seja, o ideal é que a perda de peso seja lenta e modesta. Cerca de 500 gramas por semana, por exemplo, é menos provável de causar cálculos biliares.

Como a obesidade causa a osteoartrite?

A osteoartrite é mais uma das doenças causadas pela obesidade. A osteoartrite é uma condição comum das articulações que mais frequentemente afeta as articulações do joelho, quadril e lombar, por exemplo.

Carregar quilos extras coloca pressão extra sobre essas articulações e desgasta a cartilagem (tecido que protege as articulações) que normalmente as protege (9, 10).

A perda de peso, porém, pode diminuir o estresse nos joelhos, quadris e parte inferior das costas. Ou seja, pode melhorar os sintomas da osteoartrite.

Gota é uma das Doenças Causadas pela Obesidade

Gota é uma doença que afeta as articulações que é causada por altos níveis de uma substância chamada ácido úrico no sangue.

A grande quantidade de ácido úrico pode se formar em massas sólidas ou semelhantes a cristais que se depositam nas articulações (11, 12).

A gota é mais comum em pessoas com excesso de peso. Além disso,  o risco de desenvolver o distúrbio aumenta com pesos corporais mais altos.

A curto prazo, certas mudanças na dieta podem levar a um ataque de gota em pessoas que têm altos níveis de ácido úrico ou que tiveram gota antes. Por isso, se você tem um histórico de gota, verifique com seu médico antes de tentar perder peso.

Como a obesidade está ligada à apneia do sono?

A apneia do sono é uma condição respiratória grave associada ao excesso de peso. A apneia do sono pode levar a pessoa a roncar muito e parar de respirar por períodos curtos durante o sono.

A apneia do sono pode causar sonolência diurna e até insuficiência cardíaca. O risco de apneia do sono aumenta com o aumento do peso corporal. A perda de peso geralmente melhora a apneia do sono.

Se você chegou a conclusão que precisa perder peso para manter a boa saúde, eu te convido a conhecer o DESAFIO DETOX 7 DIAS. Um programa que te ajudará a perder peso e eliminar as toxinas do seu corpo, para que você tenha mais saúde, disposição e corra menos riscos de obter uma dessas doenças.

Perca peso em 7 dias
Perca peso em 7 dias

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : ácido úricoalimentaçãobaixar o colesterolcolesterol altodiabetesdoençadoençasdoenças crônicasdoenças crônicas metabólicasemagrecimentoglútengotaobesidadeperda de pesoperder pesopressão altaprevenir doenças crônicassaúde

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta