close
AlimentaçãoArtigosDores

Estufamento Abdominal X Alimentação Inadequada

Dr Juliano Pimentel

Quais alimentos que causam o estufamento abdominal? Mudar o tipo de alimentação que você consome pelos alimentos certos, melhora a saúde, e pode acabar com o desconforto e aumentar a felicidade, afinal, quem pode ser feliz com a barriga inchada

Esse problema pode ser causado pela prisão de ventre e a indigestão de alguns alimentos. Por isso, é possível aliviar o estufamento abdominal, evitando alimentos que originam o inchaço. 

Saiba nesse artigo, quais são os alimentos que causam o estufamento abdominal.

Não deixe de ler e compartilhar.

Estufamento Abdominal

Estufamento Abdominal: Evite a Farinha Branca. Imagem: (Divulgação)

Muitos são os motivos para as variações da circunferência da cintura. Ás vezes pode ser a consequência de uma alimentação irregular, e que prejudicam o bom funcionamento do organismo.

O acúmulo de gás no estômago e intestino, pode dar uma sensação de barriga inchada. Isso pode ocorrer ao consumir alimentos como refrigerantes, feijão, cereais e leite (1).

A intolerância ao glúten também pode ser um fator para o problema abdominal, pois o organismo tem dificuldade para absorver a proteína. Nesse caso o recomendado é não ingerir alimentos que contêm glúten, como trigo, cevada e aveia.

Gastrite, intestino irritável ou indigestão, também são outras causas para o inchaço abdominal. 

Mas quando o inchaço é acompanhado de dor e ocorre de formas repetidas, é importante buscar ajuda médica e procurar um gastroenterologista para a realização de exames.

Estufamento Abdominal: como Evitar

Estufamento Abdominal: Evite glúten. Imagem: (Divulgação)

Para quem sofre com estufamento abdominal, é importante evitar alimentos como milho, cerveja, leite, entre outros. Confira os outros alimentos que causam inchaço abdominal (2, 3):

1- Laticínios

Leite e os seus derivados são alimentos que podem causar flatulência em excesso e inchaços estomacais; isso pode ser um indício de intolerância à lactose ou de outros problemas de saúde.

O seu organismo pode sentir dificuldade para digerir o açúcar presente no leite e seus derivados, o que resulta automaticamente em inchaço na barriga.

Opte pelo consumo de leite vegetal, que é mais nutritivo e não vai causar desconforto.

2-  Bebidas alcoólicas

 bebidas com teor alcoólico deixam a mucosa do intestino impermeável, o que resulta em desequilíbrio no funcionamento regular da flora intestinal. Isso induz ao inchaço na região abdominal.

3- Bebidas gaseificadas

 O gás contido em bebidas gaseificadas contribui drasticamente para o desconforto abdominal. Por isso, é recomendável a substituição desse produto por água e sucos naturais.

4- Massas

A farinha refinada presente nas massas como macarrão e pães, contribuem para a fermentação (como foi dito acima), o que causa gases e inchaço na barriga.

Existem farinhas que são livres de glúten, como a farinha de amêndoas, de berinjela, farinha de coco, farinha de linhaça, entre outras.

5- Alimentos ricos em sódio

 O sal é rico em sódio e em excesso pode prejudicar o funcionamento do organismo.

Além do estufamento abdominal, o alto consumo de sódio também pode causar doença cardíaca e hipertensão.

São exemplos de alimentos ricos em sódio produtos processados e industrializados, como sopas enlatadas, macarrão instantâneo, caldos industrializados, temperos prontos e outros.

6- Alimentos picantes

 Condimentos como pimenta em pó, pimenta do reino, caril, noz-moscada, cebola, mostarda, cravinho, alho, rábano, molho barbecue, molho de tomate e vinagre.

Esses alimentos estimulam a liberação de ácido gástrico, o que pode causar irritação e, consequentemente, inchaço abdominal em pessoas com sensibilidade.

7- Alimentos gordurosos

Exemplos de alimentos gordurosos que causam o estufamento abdominal são os hambúrgueres, batata frita, Donnut’s e os demais alimentos fritos.

Isso ocorre, pois eles exigem que o estômago trabalhe mais para digeri-los. Esse tempo extra permite o acúmulo de gases, o que causa, consequentemente, inchaço.

É necessário evitar o consumo dos alimentos que causam estufamento abdominal, se você realmente quiser se livrar dessa problema. Precisa ter a determinação em mudar os hábitos alimentares.

É recomendável não consumir muito sal e evitar os temperos prontos, substituir o consumo de leite por kefir e os seus derivados, evitar as massas e pães em geral e os açúcares refinados. (Para saber mais sobre os malefícios do açúcar, preencha o formulário no final deste artigo).

Confira outras dicas para evitar estufamento abdominal (4, 5):

>> Coma alimentos ricos em fibras que facilitam a digestão, como legumes, verduras cozidas ou folhagem;

>> Tome chás pela manhã de hortelã, erva-doce e cidreira, que ajudam a eliminar os gases e a sensação de inchaço na barriga;

>> Evite comer mais de uma fonte de carboidrato em uma única refeição;

>> Corte o consumo de alimentos processados e industrializados. Prefira sempre comida de verdade.

Esses alimentos que causam o inchaço abdominal, trazem também outros problemas mais sérios para a saúde.

Na maioria dos casos, o estufamento abdominal pode ser resolvido com algumas alterações na alimentação. Porém, caso os sintomas persistam, é importante procurar orientação médica.

E para você que busca uma alimentação saudável para prevenir problemas como o estufamento abdominal, entre outras e mais saúde, esse é o momento!

Eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar na sua vida.

Tenha Acesso Aos Bônus Exclusivos.

Quer saber como conseguir? Então clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

BAIXE AGORA O MEU GUIA COMPLETO E SAIBA POR QUE VOCÊ DEVE PARAR DE COMER AÇÚCAR HOJE!!!

[/vc_column_text]

[/vc_column][/vc_row]

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentaçãoalimentosbarrigabarriga inchadacausam o inchaço abdominalcervejadesconforto abdominaldestaquedr. juliano pimentelestufamentoestufamento abdominalfarinha de amêndoasFlatulênciahipertensãoinchaço abdominalintolerância ao glútenlaticíniosleite vegetallivres de glútenmudar os hábitos alimentaresProdutos processadosrefrigerantessaúdeteor alcoólico

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta