close
ArtigosDores

HPV – Papilomavírus Humano: Transmissão, Tratamentos e Sintomas

hpv

Em 2014 foi adotada pelo Ministério da Saúde a vacina contra o HPV. E desde então, é realizada mobilizações para a imobilização contra o vírus papilomavírus humano.

O papilomavírus humano (HPV) é uma infecção viral que é transmitida entre as pessoas através do contato pele a pele.

Existem mais de 100 variedades de HPV, 40 das quais são passadas por contato sexual e podem afetar seus genitais, boca ou garganta.

Se você ainda tem dúvidas sobre o papilomavírus humano, neste artigo vou esclarecer sobre as causas sintomas e tratamento.

Gostou do tema?

Comente e compartilhe.

O que causa a infecção pelo papilomavírus humano?

A maioria das pessoas contrai o HPV por contato sexual direto, como o sexo oral.

Como o HPV é uma infecção pele a pele, a relação sexual não é necessária para contrair a infecção. Em casos raros, uma mãe que tem HPV pode transmitir o vírus para o bebê durante o parto.

Sintomas da infecção pelo papilomavírus humano

As verrugas associadas à maioria das infecções por HPV desaparecem por conta própria, sem sinais ou sintomas.

Mas o vírus ainda está no corpo de uma pessoa infectada. Como resultado, essa pessoa pode, sem saber, passar o HPV para parceiros sexuais.

Sintomas de HPV

Porém, quando o vírus não desaparece sozinho, pode causar sérios problemas de saúde. Estes incluem verrugas genitais e verrugas na garganta, conhecida como papilomatose respiratória recorrente.

Além disso, o papilomavírus humano também pode causar câncer do colo do útero e outros cânceres genitais, cabeça, pescoço e garganta.

No entanto, os tipos de HPV que causam verrugas são diferentes dos tipos que causam câncer. Assim, ter verrugas genitais causadas por HPV não significa que você vai desenvolver câncer (1, 2).

Os cânceres causados ​​pelo HPV geralmente não apresentam sintomas até que o câncer esteja em estágios posteriores de crescimento.

Por isso, exames regulares podem ajudar a diagnosticar problemas de saúde relacionados ao HPV mais cedo. Isso pode, inclusive, melhorar as perspectivas e aumentar as chances de sobrevivência.

A infecção por papilomavírus humano geralmente causa tumores na pele ou nas membranas mucosas, as verrugas. Certos tipos de infecção por HPV, porém, causam cancros do colo do útero.

O fato é que, Existem mais de 100 variedades de papilomavírus humano (HPV).

Diferentes tipos de infecção por papilomavírus humano causam verrugas em diferentes partes do corpo. Alguns tipos de infecção por HPV causam verrugas plantares, por exemplo, nos pés, enquanto outros causam verrugas que geralmente aparecem no rosto ou no pescoço.

É importante lembrar que maioria das infecções por papilomavírus humano não leva ao câncer. Mas, alguns tipos de HPV genital podem causar câncer na parte inferior do útero que se conecta à vagina, colo do útero.

Outros tipos de câncer, porém, incluindo câncer do ânus, pênis, vagina, vulva e parte posterior da garganta (orofaríngea), têm sido relacionados à infecção pelo papilomavírus humano (3).

Por isso, a importância da vacina. As vacinas podem ajudar a proteger contra as cepas do papilomavírus humano genital com maior probabilidade de causar verrugas genitais ou câncer do colo do útero.

Na maioria dos casos, o sistema imunológico do seu corpo derrota uma infecção por HPV antes de criar verrugas. No entanto, quando as verrugas aparecem, elas variam na aparência dependendo de qual variedade de papilomavírus humano está envolvida:

Verrugas – HPV

  • Verrugas genitais. Estas aparecem como lesões planas, pequenos inchaços semelhantes a couve-flor ou pequenas protuberâncias semelhantes a caules. Nas mulheres, as verrugas genitais aparecem principalmente na vulva, mas também podem ocorrer perto do ânus, no colo do útero ou na vagina.
  • Nos homens, as verrugas genitais aparecem no pênis e no escroto ou ao redor do ânus. As verrugas genitais raramente causam desconforto ou dor, embora possam coçar.
  • Verrugas comuns. As verrugas comuns aparecem como ressaltos ásperos e geralmente ocorrem nas mãos, dedos ou cotovelos. Na maioria dos casos, as verrugas comuns são simplesmente desagradáveis, mas também podem ser dolorosas ou suscetíveis a ferimentos ou sangramento.
  • Verrugas plantares. As verrugas plantares são tumores duros e granulosos que geralmente aparecem nos calcanhares ou nas pontas dos pés. Essas verrugas podem causar desconforto.
  • Verrugas planas. As verrugas planas têm lesões lisas, levemente elevadas, mais escuras que a pele. Eles podem aparecer em qualquer lugar, mas as crianças geralmente os colocam no rosto e os homens tendem a colocá-los na área da barba. As mulheres, porém, tendem a pegá-las nas pernas.

Vacinação

É importante lembrar que a vacinação contra a infecção pelo HPV pode protegê-la do câncer do colo do útero (4).

Para aqueles que não são vacinados, no entanto, a maioria dos casos de câncer do colo do útero é causada por cepas de HPV que geralmente não causam verrugas, por isso as mulheres muitas vezes não percebem que estão infectadas.

Adolescente vacinando contra HPV
A Vacina contra HPV é uma das maneiras de prevenção

Afinal, os primeiros estágios do câncer do colo do útero geralmente não causam sinais ou sintomas.

No entanto, com o tempo, a infecção repetida de certas cepas do papilomavírus humano pode levar a lesões pré-cancerosas.

Se não for tratada, essas lesões podem se tornar cancerosas. Por isso, é importante que as mulheres façam exames regulares de Papanicolau, que podem detectar alterações pré-cancerosas no colo do útero que podem levar ao câncer.

As diretrizes atuais recomendam, inclusive, que as mulheres entre 21 e 29 anos façam o exame de Papanicolaou a cada três anos.

Enquanto, mulheres com idades entre 30 e 65 anos são aconselhadas a continuar fazendo o exame de Papanicolaou a cada três anos, ou a cada cinco anos se também fizerem o teste de DNA do HPV ao mesmo tempo.

As mulheres com mais de 65 anos, porém, podem interromper o teste se tiverem feito três testes de Papanicolau normais seguidos, ou dois testes de HPV DNA e Papanicolau sem resultados anormais.

Causas

A infecção por HPV ocorre quando o vírus entra em seu corpo, geralmente através de um corte, abrasão ou pequena ruptura em sua pele. O vírus é transferido principalmente pelo contato pele a pele (5, 6).

Infecções genitais do HPV são contraídas através de relações sexuais, sexo anal e outro contato pele a pele na região genital. Algumas infecções por HPV que resultam em lesões respiratórias orais ou superiores são contraídas através do sexo oral.

Se você está grávida e tem uma infecção por papilomavírus humano com verrugas genitais, por exemplo, as verrugas podem aumentar e se multiplicar durante a gravidez. O tratamento, porém, pode ter que esperar até o parto (7).

Já, as grandes verrugas genitais podem bloquear o canal do parto, complicando o parto vaginal. A infecção pode estar ligada a um crescimento raro e não-canceroso da caixa de voz do bebê (laringe).

As verrugas são contagiosas. Ou seja, se espalharam pelo contato com uma verruga ou com algo que tocou a verruga.

Fatores de risco

As infecções por HPV são comuns. Fatores de risco para infecção por HPV incluem:

  • Número de parceiros sexuais Quanto mais parceiros sexuais você tiver, maior a probabilidade de contrair uma infecção por HPV genital. Além disso, ter relações sexuais com um parceiro que tenha tido vários parceiros sexuais também aumenta o risco.
  • Era. As verrugas comuns ocorrem principalmente em crianças. As verrugas genitais ocorrem, no entanto, mais frequentemente em adolescentes e adultos jovens.
  • Sistema imunológico enfraquecido. As pessoas que têm sistema imunológico enfraquecido, porém, correm maior risco de infecções pelo HPV. Os sistemas imunológicos podem ser enfraquecidos pelo HIV / AIDS ou por drogas supressoras do sistema imunológico usadas após o transplante de órgãos.
  • Pele danificada. Além disso, áreas de pele que foram perfuradas ou abertas são mais propensas a desenvolver verrugas comuns.
  • Contato pessoal. Tocar nas verrugas de alguém ou não usar proteção antes de entrar em contato com superfícies que foram expostas ao vírus, como chuveiros públicos ou piscinas, por exemplo, pode aumentar o risco de infecção pelo HPV.

Complicações

  • Lesões respiratórias orais e superiores. Algumas infecções por HPV causam lesões em sua língua, amígdalas, palato mole ou dentro de sua laringe e nariz.
  • Câncer. Certas cepas de papilomavírus humano podem causar câncer do colo do útero. Essas cepas também podem contribuir para o câncer dos genitais, ânus, boca e trato respiratório superior.

Medidas que podem reduzir o risco de contrair HPV incluem:

  • Vacinar contra o HPV
  • Praticar sexo seguro
  • Praticar abstinência ou estar em um relacionamento sexual monogâmico
  • Não fazer sexo enquanto houver verrugas genitais visíveis

É difícil evitar verrugas comuns. Se uma verruga estiver presente, as pessoas devem, no entanto,  evitar pegá-la ou roer unhas. Para verrugas plantares, recomenda-se o uso de sapatos ou sandálias em áreas públicas, como piscinas e vestiários.

Cuide-se!

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : câncercâncer cervicalcâncer de colo de úterocâncer de gargantacâncer de testículodr. juliano pimentelHPVpapanicolaupapilomavírus humanosaúdesexo segurosistema imunológicovacina HPVverrugasverrugas genitais

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta