close
ArtigosDores

Insônia: Causas, Sintomas e Tratamentos

Dr Juliano Pimentel

Insônia é a incapacidade de adormecer ou permanecer dormindo.

Com insônia, você geralmente acorda se sentindo cansado, o que prejudica sua capacidade de funcionar bem durante o dia. A insônia pode esgotar não só o seu nível de energia e humor, mas também a sua saúde, desempenho no trabalho e qualidade de vida.

Muitos adultos experimentam insônia em algum momento da vida, mas algumas pessoas têm insônia de longa duração (crônica).

Neste artigo, eu irei abordar as causas, sintomas e tratamentos para insônia.

Não deixe de ler e compartilhar.

O que é insônia?

A insônia é um distúrbio persistente que prejudica a capacidade de uma pessoa adormecer ou, ainda, de permanecer dormindo durante toda a noite (1).

Pessoas com insônia geralmente começam o dia já se sentindo cansadas, têm problemas de humor e falta de energia e têm o desempenho no trabalho ou nos estudos prejudicado por causa deste distúrbio. A qualidade de vida da pessoa, em geral, costuma ficar comprometida pela insônia.

Muitos adultos apresentam insônia em algum momento da vida, mas algumas pessoas sofrem com insônia crônica, que pode perdurar por um período de tempo muito maior do que o normal (2).

A insônia pode ser, ainda, um distúrbio secundário causado por outros motivos, como doença ou uso indevido de medicações.

Causas da insônia

A Insônia Pode Até Mesmo Afetar Seu Relacionamento

10Entre as principais causas da insônia, estão (3):

Estresse

Preocupações relacionadas ao trabalho, estudos, saúde ou família podem manter sua mente ativa durante a noite, o que dificulta na hora de adormecer. Acontecimentos provocadores de grande estresse, como morte ou adoecimento de um ente querido, divórcio ou perda de emprego, também podem desencadear episódios de insônia.

Ansiedade

Ansiedade diária, bem como transtornos graves de ansiedade, como o transtorno de estresse pós-traumático, pode atrapalhar o sono. Preocupar-se com a dificuldade que terá para dormir também pode causar ansiedade e dificuldade para dormir (4).

Depressão

Uma pessoa com depressão pode dormir mais do que o normal, mas também pode não conseguir dormir. Insônia é comum em casos de depressão.

Condições médicas

Dor crônica, dificuldade para respirar ou necessidade frequente de urinar podem levar à insônia. Exemplos de doenças associadas à insônia incluem (5):

  • Artrite;
  • Câncer;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Doença pulmonar;
  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Distúrbios da tireoide;
  • AVC;
  • Doença de Parkinson;
  • Doença de Alzheimer.

Mudança de ambiente

Viajar ou alterar o horário de trabalho pode provocar uma mudança no ritmo cardíaco do corpo e no chamado “relógio biológico”, que dificulta o início do sono.

Maus hábitos de sono

Maus hábitos de sono também podem causar insônia.

Estes incluem irregularidade do sono, como dormir e acordar em horários diferentes todos os dias; atividades estimulantes antes de deitar-se; dormir em ambientes inapropriados e desconfortáveis, como num lugar muito iluminado, dormir em frente à televisão ou dormir com a luz acesa.

Medicações

Muitos medicamentos podem interferir no sono, incluindo antidepressivos, remédios para controle da pressão arterial, antialérgicos e estimulantes (6).

Cafeína, nicotina e álcool

Cafeína-2
A cafeína pode piorar os sintomas de insônia

Café, chá, refrigerantes à base de cola e outras bebidas que contenham cafeína são estimulantes bastante conhecidos e comuns no dia a dia. Seu consumo pode, eventualmente, ser um fator desencadeador do distúrbio. Beber café à noite, por exemplo, pode dificultar o início do sono.

A nicotina em cigarros ou outros produtos derivados do tabaco é outro estimulante que pode causar insônia.

O álcool pode até ajudar a dormir, mas impede os estágios mais profundos do sono e muitas vezes pode fazer com que uma pessoa desperte no meio da noite.

Alimentos que melhoram os sintomas de insônia

Inclua Carnes Magras No Jantar E Evite Carboidratos
  • Alimentos ricos em triptofano – Este aminoácido estimula a produção de serotonina, que ajuda com o relaxamento. Inclua peru, frango ou atum para o jantar.
  • Alimentos ricos em magnésio – Magnésio também ajuda a relaxar. Inclua vegetais de folhas verdes em sua dieta (7).
  • Vitaminas-B – Carnes, fígado e vegetais de folhas verdes são ricos em vitaminas B.

Alimentos que você deve evitar

  • Cafeína – Não consumir cafeína após o meio-dia ou mesmo se você está tendo dificuldade para dormir.
  • Álcool – Pare de beber álcool pelo menos 2 horas antes de se deitar e beba com moderação.
  • Alimentares alergênicos potenciais – Alergias alimentares podem causar insônia (8).
  • Açúcar – Variações do açúcar no sangue podem causar insônia. (Para saber mais sobre os malefícios do açúcar, preencha o formulário no final deste artigo)

Adote bons hábitos de sono

Para criar bons hábitos de sono é aconselhado (9):

  • Dormir e acordar sempre à mesma hora todos os dias, inclusive aos fins de semana;
  • Realizar atividades que aliviam o estresse, como correr;
  • Fazer refeições leves a partir das 18h e não ingerir alimentos estimulantes como café ou chá verde;
  • Desligar todos os aparelhos eletrônicos, como tv, computador ou celular antes de se deitar.

Cuidados com a sua alimentação e novos hábitos na hora de dormir pode melhorar os problemas de insônia.

Caso os sintomas persistam, procure orientação médica.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

BAIXE AGORA O MEU GUIA COMPLETO E SAIBA POR QUE VOCÊ DEVE PARAR DE COMER AÇÚCAR HOJE!!!
O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : destaquedr. juliano pimentelinsôniasaúde

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta