close
ArtigosMetabolismo

Intolerância e alergia alimentar qual a diferença?

alergia

Alguns dos sintomas de intolerância alimentar e alergia alimentar são semelhantes, mas as diferenças entre os dois são muito importantes.

Isso porque, comer uma comida que você é intolerante pode deixá-lo se sentindo infeliz. No entanto, se você tem uma verdadeira alergia alimentar, a reação do seu corpo a esse alimento pode ser fatal.

Por isso, neste artigo, você vai encontrar informações sobre a diferença entre intolerância e alergia alimentar.

Gostou do tema?

Leia, comente e compartilhe!

Diferença entre intolerância e alergia alimentar

A principal diferença entre intolerância e alergia alimentar é no sistema do corpo onde acontece. Enquanto a intolerância alimentar acontece no sistema digestivo, a alergia alimentar ocorre no sistema imunológico. Vou explicar melhor!

Uma resposta de intolerância alimentar ocorre no sistema digestivo. Ou seja, acontece quando você é incapaz de dividir adequadamente a comida.

Diferença entre intolerância  e alergia alimentar
Diferença entre intolerância e alergia alimentar

Isto pode ser devido a deficiências enzimáticas, sensibilidade a aditivos alimentares ou reações a substâncias químicas que ocorrem naturalmente nos alimentos.

Muitas vezes, as pessoas podem comer pequenas quantidades da comida sem causar problemas.

Por outro lado,  uma reação alérgica alimentar envolve o sistema imunológico. Isso porque, seu sistema imunológico controla como seu corpo se defende.

Por exemplo, se você tem alergia ao leite de vaca, seu sistema imunológico identifica o leite de vaca como invasor ou alérgeno.

Sendo assim, seu sistema imunológico reage exageradamente produzindo anticorpos chamados Imunoglobulina E (IgE). Esses anticorpos viajam para as células que liberam substâncias químicas, causando uma reação alérgica. Cada tipo de IgE possui um “radar” específico para cada tipo de alérgeno.

Outro ponto importante para compreender é que ao contrário de uma intolerância à comida, uma alergia alimentar pode causar uma reação séria ou mesmo fatal. Inclusive, comendo uma quantidade microscópica, tocando ou inalando a comida.

Sintomas e reações

Os sintomas de reações alérgicas aos alimentos são geralmente observados na pele. Ou seja, geralmente é observado urticária, comichão, inchaço da pele. Já no sintomas gastrointestinais podem incluir vômitos e diarreia.

Enquanto isso, os sintomas respiratórios podem acompanhar a pele e os sintomas gastrintestinais, mas geralmente não ocorrem isoladamente.

A anafilaxia, por exemplo, é uma reação alérgica grave que ocorre muito rapidamente. Os sintomas de anafilaxia podem incluir dificuldade para respirar, tontura ou perda de consciência. Ou seja, sem tratamento imediato, uma injeção de epinefrina (adrenalina) e cuidados especializados, a anafilaxia pode ser fatal.

A diferença entre uma alergia alimentar e sensibilidade é a resposta do corpo.

Quando você tem uma alergia alimentar, o sistema imunológico causa a reação. Se você tem sensibilidade ou intolerância alimentar, a reação é desencadeada pelo sistema digestivo. Por exemplo:

  • Os sintomas de intolerância alimentar incluem gases, inchaço, diarreia, constipação, cãibras e náuseas.
  • Os sintomas de alergia alimentar incluem urticária, inchaço, comichão, anafilaxia e tonturas.

Sensibilidades alimentares

Já as sensibilidades alimentares não são fatais. Existem intolerâncias alimentares que não são imunomediadas. Em vez disso, são causados ​​por uma incapacidade de processar ou digerir um alimento.

Inclusive, sensibilidades alimentares e intolerâncias são mais comuns do que alergias alimentares, de acordo com a British Allergy Foundation. Sendo que, nenhum deles envolve o sistema imunológico (1).

Quando um alimento, por exemplo, provoca uma intolerância no trato digestivo, o seu corpo não consegue destruí-lo ou seja, o seu corpo reage a um alimento para o qual você é sensível.

Por exemplo, a intolerância à lactose é quando o organismo não consegue digerir a lactose, um açúcar encontrado nos laticínios.

Você pode ser sensível ou intolerante a um alimento por alguns motivos. Esses incluem:

  • não ter as enzimas certas que você precisa para digerir um determinado alimento, por exemplo
  • reações a aditivos alimentares ou conservantes como sulfitos, MSG, assim como corantes artificiais
  • fatores farmacológicos, como sensibilidade à cafeína ou outros produtos químicos
  • por fim, sensibilidade aos açúcares naturalmente encontrados em certos alimentos como cebola, brócolis ou couve de Bruxelas

Os sintomas da sensibilidade alimentar variam. Mas os sintomas da intolerância são todos relacionados à digestão. Estes podem incluir:

  • gás e inchaço
  • diarreia
  • Prisão de ventre, assim como cólicas
  • náusea

Alergias a comida

Seu sistema imunológico é a defesa do seu corpo contra invasores como bactérias, fungos ou o vírus do resfriado comum.

Você tem uma alergia alimentar quando seu sistema imunológico identifica uma proteína no que você come como um invasor e reage produzindo anticorpos para combatê-la.

A alergia alimentar é então, uma reação imunomediada à comida. O mais comum é uma reação mediada por imunoglobulina E (IgE). IgEs são anticorpos alérgicos. Eles causam uma reação imediata quando substâncias químicas, como a histamina dos mastócitos, são liberadas, por exemplo.

As alergias alimentares podem ser fatais, ao contrário da intolerância ou sensibilidade alimentar. Em casos extremos, ingerir ou mesmo tocar uma pequena quantidade do alérgeno pode causar uma reação grave.

Os sintomas da alergia alimentar incluem:

  • reações cutâneas, como urticária, inchaço e comichão
  • anafilaxia, incluindo dificuldade respiratória, sibilância, assim como tontura e morte
  • por fim, sintomas digestivos

Oito alimentos respondem por 90% das reações alérgicas, eles são: leite, ovos, peixe, marisco, amendoim, nozes, trigo e por fim, a  soja.

Existem também alergias alimentares não mediadas por IGE. Essas reações, porém, ocorrem quando outras partes do sistema imunológico são ativadas separadamente dos anticorpos IGE.

Os sintomas das reações não-IGE são tipicamente atrasados ​​e ocorrem principalmente no trato gastrointestinal. Eles incluem vômitos, diarreia ou inchaço. Sabe-se menos sobre esse tipo particular de reação e, em geral, esse tipo de resposta não é uma ameaça à vida.

Uma dica, para manter a saúde e não correr o risco de ter intolerância ou alergia alimentar é consumir chás. Além do mais, eles auxiliam no emagrecimento.

Chás não oferecem risco de intolerância ou alergia alimentar
Chás não oferecem risco de intolerância ou alergia alimentar

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta