close
Artigos

Uso da pimenta contra o câncer

Cada vez mais estudos relacionam o uso da pimenta contra o câncer. Tudo isso devido a uma substância presente na pimenta chamada Piperina.

Graças ao ingrediente  ativo piperina, a pimenta preta é uma das melhores ervas anti-inflamatórias. Pimenta preta tem sido demonstrado em pesquisas para interromper especificamente a resposta inflamatória precoce do corpo a lesões agudas e imunidade.

Isso pode evitar condições como dores de cabeça e surtos de gota, bem como sintomas de sinusite e infecções gastrointestinais. 

Gostou do tema do artigo?

Leia, comente e compartilhe!

Piperina contra o câncer

A piperina é o principal componente bioativo da pimenta, que dá a ela sabor picante. Este alcaloide de ocorrência natural tem numerosos efeitos de saúde demonstrados e propriedades terapêuticas benéficas.

No entanto, suas aplicações biológicas são limitadas devido à sua baixa solubilidade em ambientes aquosos (1). Isso enfatiza a implementação de abordagens avançadas de extração que poderiam aumentar o rendimento de extração de piperina da pimenta e também o desenvolvimento de novas formulações contendo piperina.

A piperina é responsável por 5% a 9% do conteúdo de pimenta-do-reino (2). A piperina é o princípio ativo e o principal ingrediente da pimenta-do-reino usada como medicamento tradicional na Índia (3). Inclusive, o potencial da piperina como agente anticancerígeno foi demonstrado anteriormente. 

A piperina inibiu o desenvolvimento do tumor sólido em camundongos e prolongou a vida útil de camundongos com tumor (4). Por fim, a piperina também demonstrou ter atividade anti-invasiva de células de melanoma (5). E a piperina é o componente da pimenta contra o câncer.

A pimenta contra o câncer

Além do mais, o efeito cito protetor da piperina no câncer experimental de pulmão teve o aumento do sistema de defesa antioxidante (6). Curiosamente, estudos recentes demonstraram que a piperina pode inibir o câncer de mama, tendo como alvo as propriedades de renovação de células-tronco do câncer (7).

A piperina também parece desempenhar um papel na morte de certas células cancerígenas. Ou seja, isso é o que pode diminuir o risco de formação de tumores. Enquanto outras pesquisas indicam que ela também pode inibir o crescimento de células cancerígenas (8, 9).

Um estudo mostrou que a curcumina e a piperina, isoladamente e em combinação, interromperam o processo de autor renovação das células-tronco da mama. Isto é importante, pois este processo é onde o câncer de mama se origina (10).

Outros estudos apontam que curcumina e piperina têm efeitos protetores contra cânceres adicionais, incluindo próstata, bem como, pâncreas, colorretal e outros (11, 12, 13, 14).

Além disso, a piperina mostrou efeitos promissores em estudos laboratoriais para reverter a resistência a múltiplas drogas em células cancerígenas. Ou seja, uma questão que interfere na eficácia do tratamento quimioterápico (15, 16).

Embora esses resultados sejam promissores, mais estudos são necessários para entender as propriedades potenciais da pimenta contra o câncer.

Pimenta contra o câncer e benefícios para o metabolismo

Uma maneira pela qual piperina aumenta a absorção de nutrientes é aumentando seu metabolismo melhorando a termogênese (17). Além disso, este processo essencialmente quebra suas células de gordura e aumenta a temperatura interna.

Isso significa que Bioperine pode ser usado para ajudar as pessoas a  regular seu peso (18). Embora o efeito geral dessa habilidade seja pequeno, quando combinado a um plano de perda de peso mais abrangente, pode ter um impacto notável.

Propriedades anti-inflamatórias

Além da pimenta contra o câncer a pimenta bloqueia a inflamação.

A inflamação crônica indesejada está na raiz de várias doenças modernas. A piperina da pimenta inibe o regulador da inflamação central na artrite (19). Ou seja, na mesma linha, a piperina demonstrou ter um efeito anti inflamatório na doença do intestino irritável. Assim como colite ulcerativa e úlceras gástricas induzidas pelo Helicobacter pylori em animais (20, 21).

Pimenta contra o câncer
Pimenta contra o câncer

A inflamação crônica pode ser um fator subjacente em muitas condições, como artrite, doenças cardíacas, diabetes e câncer, por exemplo (22, 23).

Além do mais, estudos laboratoriais sugerem que a piperina – o principal composto ativo da pimenta preta – pode efetivamente combater a inflamação (24).

Por exemplo, em estudos em roedores com artrite, o tratamento com piperina resultou em menos inchaço nas articulações e menos marcadores sanguíneos de inflamação (25, 26).

Em estudos com camundongos, a piperina suprimiu a inflamação nas vias aéreas causada por asma e alergias sazonais (27, 28).

No entanto, os efeitos anti inflamatórios da pimenta preta e piperina ainda não foram estudados extensivamente em pessoas.

Propriedades Antitumoral

Por fim, a piperina tem atividade anticancerígena e antitumoral. Isso significa que a atividade antitumoral da piperina pode ser devida às suas propriedades imunomoduladoras, incluindo a ativação de respostas imunes celulares e humorais.

Além do mais, tem sido relatado que a piperina diminuiu a metástase pulmonar induzida por células de melanoma pela ativação de enzimas de proteção antioxidante e pela modulação da peroxidação lipídica (29). 

Um sistema imunológico defeituoso pode às vezes reagir quando o corpo humano é atacado. A regulação dessa reatividade excessivamente sensível é necessária para manter o sistema imunológico sob controle. Ou seja, é aí que a piperina entra (30).

Inclusive, um estudo em 2010  indica que, ao diminuir o tempo de reação dos linfócitos, piperina pode reduzir a inflamação e enfraquecer certas respostas do sistema imunológico.

Pimenta contra o câncer junto com alimentos para emagrecer
Pimenta contra o câncer junto com alimentos para emagrecer

Abraços e fique com Deus.

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : antioxidantesbenefício pimentaBenefícios da pimenta do reinobenefícios da pimenta malaguetacâncerconsumir pimentadr. juliano pimentelefeito contra o câncerobesidadeperder pesopimentapimenta caienapimenta contra o câncerpimenta dedo-de-moçapimenta pretareceitasaúde

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta