https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close

Ter a pressão arterial baixa é com certeza o desejo de pelo menos 25% da população brasileira que possui hipertensão.

Mas, a hipotensão, ou seja, a pressão baixa também pode trazer problemas para o dia a dia das pessoas que convivem com ela. 

A pressão arterial é a tensão com que o sangue é bombeado nas suas artérias. 

E a medida da pressão, o famoso 120 por 80 mmHg são na verdade duas medidas da pressão nas artérias durante as fases ativa e de repouso de cada batimento cardíaco.

  • Pressão sistólica. O número mais alto em uma leitura de pressão arterial é a quantidade de pressão que o coração produz ao bombear o sangue pelas artérias para o resto do corpo.
  • Pressão diastólica. O número menor em uma leitura de pressão arterial se refere à quantidade de pressão nas artérias quando o coração está em repouso entre as batidas (1).

Quando a pressão é igual ou superior a 140 por 90 mmHg o paciente tem uma hipertensão. Por outro lado, se a pressão arterial medir 90 por 60 mmHg significa uma hipotensão, ou seja, a pressão está baixa.

Pressão arterial baixa

Todo mundo pode experimentar a pressão arterial baixa em algum momento.

Todo mundo pode experimentar a pressão baixa em algum momento. Aliás, uma das causas mais frequentes da queda de pressão está relacionada à hipoglicemia.

Hipoglicemia é a diminuição da glicose, acontece porque o coração precisa de glicose e oxigênio para poder bombear com força. Ou seja, quando você tem uma baixa de glicose, o coração tende a perder a força e a pressão arterial também diminui.

Quando a pressão está baixa significa que o coração está bombeando menos sangue, como consequência há menos pressão do sangue nas artérias, e mais dificuldade dele chegar ao cérebro, por exemplo.

Por isso, é comum que pessoas com hipotensão sintam tontura, fraqueza, tenham a vista embaçada e até desmaiam. 

Existem diferentes tipos de hipotensão que são classificadas de acordo com o momento em que sua pressão arterial cai.

Hipotensão Ortostático

Ortostático se refere a posição do corpo de pé. Sendo assim, a hipotensão ortostática é a queda da pressão arterial que ocorre quando você passa da posição sentada ou deitada para a posição em pé. É comum em pessoas de todas as idades.

Quando você está deitado o esforço do seu coração para enviar o sangue para a cabeça é muito menor do que quando você está de pé. 

De acordo que o corpo se ajusta à mudança de posição, pode ocorrer um breve período de tontura. Isso é o que algumas pessoas chamam de “ver estrelas” quando se levantam (2).

Pressão baixa Pós-prandial

Pós-prandial é o período após as refeições. A queda na pressão arterial que ocorre logo após as refeições é chamada de pós prandial.

Como a pressão arterial é a força do fluxo sanguíneo contra as paredes das artérias. Ela muda ao longo do dia e da noite com base no que você está fazendo.

Pessoas mais velhas têm uma probabilidade maior de ter uma baixa da pressão arterial após as refeições (3).

Hipotensão neural mediada

Já a hipotensão mediada normalmente acontece mais vezes com crianças. Aliás, esse tipo de queda de pressão acontece depois que você fica em pé por muito tempo. 

Pressão arterial baixa severa 

Por fim, a sua pressão arterial pode diminuir de maneira severa quando você passa por um momento de choque.

O choque acontece quando seus órgãos não recebem o sangue e o oxigênio de que precisam para funcionar adequadamente. Por isso, hipotensão grave pode ser fatal se não for tratada imediatamente.

A hipotensão esporádica

Visão turva é um sinal de pressão arterial baixa.

Os casos citados acima se referem a condições mais comuns que as pessoas lidam com a pressão baixa constantemente. Mas, a diminuição da pressão arterial pode acontecer com qualquer pessoa esporadicamente.

Afinal de contas, a sua pressão arterial pode variar de acordo com:  posição corporal, ritmo de respiração, nível de estresse, condição física, remédios que você toma, o que você come e bebe, bem como a  hora do dia.

Quando você está deitado e levanta muito rápido, por exemplo, aquela tontura e vista embaçada acontece por causa da diminuição da pressão. Afinal, o corpo demora um tempo para entender que você mudou de posição.

Outro exemplo que já deve ter acontecido com você é ter a sensação de vista escura quando você sai do sol. O calor do sol causa uma vasodilatação, ou seja, diminui a resistência vascular, facilitando o fluxo sanguíneo. Como resultado, a pressão do sangue é menor. 

Outras Condições que podem causar pressão arterial baixa

Gravidez. Como o sistema circulatório se expande rapidamente durante a gravidez, é provável que a pressão arterial caia. Isso é normal e a pressão arterial geralmente retorna ao nível anterior à gravidez após o parto.

Problemas cardíacos. A frequência cardíaca extremamente baixa (bradicardia), problemas nas válvulas cardíacas, bem como ataque cardíaco e insuficiência cardíaca podem causar hipotensão.

Problemas endócrinos. Doença da paratireoide, insuficiência adrenal (doença de Addison), baixo açúcar no sangue (hipoglicemia) podem diminuir a pressão. Por fim, em alguns casos, a diabetes pode desencadear a pressão arterial baixa.

Desidratação. Quando seu corpo perde mais água do que ingere, pode causar fraqueza, tontura e fadiga, por exemplo. Além disso, febre, vômitos, diarreia intensa, uso excessivo de diuréticos e exercícios extenuantes podem levar à desidratação e a diminuição da pressão.

Perda de sangue. A perda de muito sangue, como um ferimento grave ou hemorragia interna, por exemplo, reduz a quantidade de sangue no corpo. Como resultado, há uma queda acentuada da pressão arterial.

Falta de nutrientes na dieta. A falta de vitamina B12, folato e ferro, por exemplo, pode impedir o corpo de produzir glóbulos vermelhos suficientes (anemia), causando diminuição da pressão arterial.

Os sintomas da pressão baixa

A pressão arterial baixa pode causar vertigem e vista embaçada.

Para algumas pessoas, a pressão arterial baixa sinaliza um problema maior, especialmente quando cai repentinamente ou é acompanhada por sinais e sintomas como:

  • Tonturas ou vertigens
  • Desmaio
  • Visão turva ou desbotada
  • Náusea
  • Fadiga
  • Falta de concentração
  • Choque

Porém, a hipotensão extrema pode resultar nesta condição com risco de vida. Os sinais e sintomas incluem:

  • Confusão, especialmente em pessoas mais velhas
  • Pele fria, pegajosa e pálida
  • Respiração rápida e superficial
  • Pulso fraco e rápido

Tratamento

O tratamento da hipotensão vai depender da causa. O tratamento pode incluir medicamentos para doenças cardíacas, diabetes ou infecções.

Mas, de maneira geral, beber bastante água ajuda a tratar e prevenir os sintomas de hipotensão neural mediada.

Além disso, a maioria das pessoas pode controlar e prevenir a hipotensão ao compreender a condição e ser informada sobre ela.

Se sentir pressão baixa ao ficar em pé por longos períodos, faça uma pausa para se sentar, por exemplo.

Aprenda quais são seus gatilhos e tente evitá-los. Além do mais, tente reduzir seus níveis de estresse para evitar traumas emocionais.

Para finalizar quero que você assista a este vídeo com 4 passos para você ter mais saúde!

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : desmaiopressão arterialpressão arterial baixavisão turva

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta