https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close
Artigos

Principais tipos de jejum intermitente

Jejuar não é apenas ficar sem comer. Existe um porquê por trás de todos os tipos de jejum intermitente.

A falta de conhecimento sobre essa prática, faz com que a palavra jejum ainda seja uma polêmica. 

Afinal de contas milhares de pessoas pelo mundo passam fome, por que você, com acesso à comida deveria se colocar em uma situação dessa? 

E a resposta é simples: Porque seu corpo foi feito para períodos de jejum.

Eu poderia terminar o artigo aqui. Mas quero que você realmente entenda os benefícios e os tipos de jejum que você pode lançar mão.

O Jejum

Tipos de Jejum Intermitente. | Juliano Pimentel
Tipos de Jejum Intermitente. Imagem: (Divulgação)

Podemos resumir todos os tipos de jejum intermitente em dois períodos, o que chamamos de janela. Janela de jejum e janela alimentar.

O que diferencia é realmente o período que você vai ficar em jejum. De modo geral, os tipos de jejum são eficientes para todas as pessoas.

O ponto de atenção necessário, é que pessoas com algumas condições de saúde, que usam medicamentos precisam de uma orientação profissional.

Orientação essa que não se relaciona ao fato de não comer em si, mas à condição. 

E sim, essa é uma prática benéfica a milhares de anos. 

Pense que nossos corpos evoluíram para serem capazes de ficar sem comida por muitas horas, ou mesmo vários dias ou mais. 

Nos tempos pré-históricos, por exemplo, antes que os humanos aprendessem a cultivar, eles eram caçadores e coletores que evoluíram para sobreviver – e prosperar – por longos períodos sem comer. 

Então, toda essa fome que você sente a cada 2 ou 3 horas, na verdade é uma condição que você colocou no seu corpo.

E acredite, você pode mudar essa situação. 

Leia mais sobre os benefícios do jejum. 

Tipos de jejum intermitente.

1. Alimentação com restrição de tempo – método 16/8 

Entre todos os tipos de jejum esse é o método mais simples de ser aplicado. Isso porque ele consiste em definir janelas de jejum e alimentação. 

Por exemplo, você jejua por 16 horas do dia e é capaz de comer apenas oito horas do dia. 

Como a maioria das pessoas já jejua enquanto dorme, esse método é popular. É conveniente, pois você estende o jejum noturno pulando o café da manhã e não comendo até o almoço. 

Essa forma de jejum é uma aposta mais segura para muitas pessoas que estão interessadas em experimentar o jejum intermitente pela primeira vez.

Dessa maneira você pode fazer a última refeição antes das 20h e quebrar o jejum, ou seja, fazer a próxima refeição às 12h do dia seguinte.

Isso não é regra. Encontrar as janelas de alimentação e jejum certas para esse método pode levar alguns dias para descobrir.

Mas é importante que a maioria de suas calorias seja ingerida antes de escurecer.

2. O método duas vezes por semana – o método 5:2

Essa abordagem ao jejum intermitente se concentra em limitar suas calorias em 500 por dois dias por semana. Durante os outros cinco dias da semana, você mantém uma dieta saudável e normal. 

Em dias de jejum, essa abordagem geralmente inclui uma refeição de 200 calorias e uma refeição de 300 calorias. 

É importante se concentrar em alimentos ricos em fibras e proteínas para ajudar a saciá-lo e manter as calorias baixas durante o jejum. 

Você pode escolher quaisquer dois dias de jejum (digamos, terças e quintas-feiras), desde que haja um dia sem jejum entre eles. 

O ponto de atenção de estar para os dias de não jejum. Por isso, certifique-se de comer a mesma quantidade de comida que você normalmente comeria em dias sem jejum. 

3. Jejum em dias alternados

Essa variação envolve o jejum “modificado” a cada dois dias. 

Por exemplo, limite suas calorias em dias de jejum para 500 – ou cerca de 25% de sua ingestão normal. Em dias sem jejum, retome sua dieta regular e saudável.

Uma observação interessante: um  estudo mostrou que as pessoas que seguiram esse padrão de jejum intermitente por seis meses tiveram níveis significativamente elevados de colesterol LDL (ou ruim) após outros seis meses fora da dieta (1).

4. O jejum de 24 horas – comer: parar: método de comer 

Este método envolve jejuar completamente por 24 horas. Muitas vezes, é feito apenas uma ou duas vezes por semana. 

A maioria das pessoas jejua do café da manhã ao café da manhã ou do almoço ao almoço. Com esta versão do jejum intermitente, os efeitos colaterais podem ser extremos, como fadiga, dores de cabeça, irritabilidade, fome e baixa energia. 

Se você seguir esse método, deve retornar a uma dieta normal e saudável nos dias sem jejum. 

Todos os tipos de jejum tem benefícios para corpo, mente e sua conexão espiritual. Por isso, o jejum é uma prática que oriento aos meus alunos que desejam perder peso e ser mais saudáveis de modo geral.

Se você está aqui, acredito que deseja ser mais saudável. Tenho um convite especial para você.  

Dos dias 04 a 07 de julho, farei um evento ao vivo e gratuito contando exatamente o que a Carol, minha esposa, fez para eliminar 43kg e conquistar um corpo mais saudável. 

>> Para participar desse evento gratuito, toque aqui, e inscreva-se. 

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : benefícios do jejumjejuarjejumtipos de jejum

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta