https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close
ArtigosDores

Relações Familiares: Como Podem Influenciar a Saúde

As relações familiares afetam a saúde mental, o comportamento social e até a saúde física. Estudos mostram que as relações sociais têm efeitos de curto e longo prazo sobre a saúde.

Esses efeitos surgem na infância e são como uma cascata ao longo da vida, afinal, são cumulativos tanto de forma negativa ou positiva.

A maneira mais óbvia de como as relações familiares influencia a saúde é em relação ao comportamento. Afinal, o apoio familiar e de amigos desempenha um papel na capacidade de fazer escolhas mais saudáveis, na confiança e autoestima do indivíduo.

Nesse contexto, ter uma família solidária oferece apoio emocional, bem-estar econômico e aumenta a saúde geral. No entanto, o contrário também é verdade. Ou seja, quando a vida familiar é caracterizada por estresse e conflito, a saúde dos membros da família tende a ser afetada negativamente, inclusive no seu aumento de peso e doenças.

Confira como suas relações familiares afetam sua saúde. Leia até o final e compartilhe!
Não deixe de ler e compartilhar!

Relações Familiares e os Aspectos positivos

Relações Familiares e a Saúde

Ter boas relações familiares ajuda a diminuir a probabilidade do surgimento de doenças crônicas, bem como deficiência, doença mental e morte (1).

Uma vida conjugal feliz, por exemplo, influencia muito na saúde dos envolvidos. Afinal, o casamento é a união de duas pessoas, que visa o bem-estar e crescimento pessoal. Além disso, proporciona companheirismo e apoio emocional.

Por esses motivos, estudos têm mostrado que o casamento está associado à saúde física, ao bem-estar psicológico e à baixa mortalidade.

Para se ter ideia, a taxa de mortalidade dos casados é duas vezes menor em comparação com os solteiros (2). Esse resultado considera outros fatores de risco como o estado de saúde física e histórico de saúde familiar, por exemplo.

Pessoas casadas são mais prevenidas para o aparecimento de doenças. 

O principal exemplo é o consumo de uma dieta menos pesada e mais visitas ao médico  para exames de rotina (3).

No entanto, não é necessário se casar para obter os benefícios da saúde na família. Afinal, o apoio social de pais, amigos e familiares tem efeitos positivos, especialmente na saúde mental.

Os feitos diretos da boa relação familiar são a queda de incidência depressivas, recuperação na depressão e todas as causas de mortalidade.

De maneira geral, a integração social e o apoio social têm efeitos protetores na redução dos riscos de mortalidade. Pessoas que relatam níveis mais altos de apoio de amigos e familiares próximos, por exemplo, exibem menor frequência cardíaca e pressão arterial sistólica. Além do mais, apresentam menor colesterol sérico e maior função imunológica.

Relações Familiares e os aspectos negativos

Já está mais do que certo que as relações familiares e a presença de bons amigos servem de fatores protetores contra os riscos de mortalidade e melhora a saúde em geral. Mas, nem todas as relações familiares influenciam positivamente a saúde. As interações familiares problemáticas e não favoráveis ​​têm um impacto negativo na saúde.

Já era de se esperar que os relacionamentos de baixa qualidade podem prejudicar a saúde física e mental. Na verdade, as pessoas em casamentos infelizes exibem pior saúde física e mental do que as pessoas não casadas, além de influenciar na vida dos filhos.

Os casamentos caracterizados por uma divisão desigual de obrigações do lar e desconsideração com a opinião do outro, por exemplo, é péssimo para a saúde. Essas questões que causam brigas e estresse recorrentes estão associados a altos níveis de depressão por parte dos cônjuges.

Crescer em uma casa sem comunicação saudável, negligente ou violenta também está associada a uma fraca debilidades na saúde física (4).

Impacto da família na saúde!

Relações familiares saudáveis beneficiam a saúde em geral.
Alimentação é saúde! Relações familiares saudáveis beneficiam a saúde em geral.

As boas relações familiares são fundamentais para a saúde de cada individuo. E tudo isso influencia na alimentação das pessoas.

Quando um membro da família que mudar alimentação, por exemplo, mas não tem apoio dos familiares, o processo fica mais difícil.

Sem contar que, famílias acostumadas a consumirem alimentos industrializados e nada saudáveis tendem a ter dificuldades em passar o hábitos da alimentação saudável para os seus filhos.

Geralmente os membros acabam desenvolvendo obesidade, sobrepeso e problemas de saúde relacionados com a alimentação precária.

O apoio de familiares durante tratamento de doenças e mudança de alimentação tem um efeito emocional positivo sobre as pessoas.

Durante os momentos estressantes, as pessoas tendem a sofrer uma pressão arterial e taxas cardíacas mais altas. Mas, a presença de familiares pode reduzir essas taxas entre pessoas.

Em termos de doença crônica, por exemplo, o apoio de familiares diminui a chance de que alguém fique doente ou morra por doença cardíaca.

A família é ainda importantes para aqueles que foram diagnosticados com doenças crônicas. Como doenças cardíacas, hipertensão arterial e diabetes.

Ter apoio da família, ajuda a:

– Manter seus compromissos médicos e monitorar o açúcar no sangue e pressão sanguínea, por exemplo. Além disso, auxilia a tomar os remédios na hora certa, fazer exercícios regulares e por fim, comer alimentos saudáveis.

Finalmente, a família também pode fornecer apoio prático. Ou seja, incentivar a visita ao médico e mudanças na alimentação que ajudam a controlar o peso e a evitar doenças. Bem como, encorajar a praticar exercícios físicos ou iniciar algum esporte e muitas outras coisas positivas.

A família pode influenciar positiva ou negativamente no bem-estar e na saúde da família. É você quem escolhe qual impacto você quer ter na vida de seus familiars. 

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : açúcarapoio emocionalapoio socialaumento de pesocasamentocônjugesdepressãodoenças crônicasdr. juliano pimentele-bookefeito emocional positivofamiliaresincentivo de familiareslivro digitalobesidadepressão arterialrelacionamentosrelações familiaressaúdesaúde físicasaúde física e mentalsaúde mentaltaxas cardíacastransformar a sua saúde

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta

7 saúdes com Dr. Juliano Pimentel