close
ArtigosDores

Síndrome do Intestino Irritável: Causas, Sintomas e Tratamentos

Dr Juliano Pimentel

A Síndrome do Intestino Irritável é um termo usado para descrever uma desordem digestiva, caracterizada por um grupo de sintomas comuns, incluindo alterações nos movimentos intestinais e dor abdominal.

Os sintomas variam muito de pessoa para pessoa e tendem a ir e vir.

Ela afeta mais de 10% da população mundial, e embora possa afetar qualquer pessoa é mais comum em mulheres jovens e de meia-idade (1).

De acordo com a Fundação Internacional para Distúrbios Gastrointestinais Funcionais, alguns dos maiores sinais e sintomas da síndrome do intestino irritável incluem dor abdominal recorrente e desconforto, além de mudanças nos hábitos intestinais, como frequência e consistência das fezes (2).

A boa notícia é que você pode identificar os sintomas do problema e, em seguida, tratá-los naturalmente através de mudanças de estilo de vida e também na dieta.

Não deixe de ler e compartilhar.

Síndrome Do Intestino Irritável

A Síndrome do Intestino Irritável é diagnosticada quando os sintomas digestivos incômodos, surgem por pelo menos três a seis meses.

A maioria das pessoas sofrem com dores estomacais, dificuldade para ir ao banheiro ou fezes com aspecto diferente que o habitual; por isso a duração dos sintomas da doença é um importante fator distintivo.

Além da duração, a frequência dos sintomas também diz muito. Eles precisam estar presentes por menos três dias ao mês, ou podem ser mais recorrentes.

Para algumas pessoas, vários sintomas ocorrem juntos, enquanto para outros apenas um ou dois sintomas se manifestam com mais intensidade.

Os sintomas mais comuns da Síndrome do Intestino Irritável incluem (3):

>> Alterações nos movimentos intestinais normais, incluindo constipação e diarreia. Algumas pessoas tendem sentir constipação ou diarreia mais frequentemente do que outros, mas também é possível sentir os dois sintomas de uma vez;

>> Alterações na aparência de fezes, incluindo textura e cor;

>> Inchaço do estômago;

>> Gases excessivos e arrotos;

>> Dores abdominais e cólicas;

>> Náusea, azia ou refluxo ácido;

>> Perda de apetite.

O alívio dos sintomas geralmente ocorre para a maioria das pessoas após ir ao banheiro.

Embora estes não sejam “problemas digestivos”, os seguintes sintomas também podem surgir (4):

>> Ansiedade ou depressão;

>> Problemas para dormir e fadiga;

>> Dores de cabeça;

>> Gosto desagradável na boca;

>> Dores musculares, especialmente na parte inferior das costas;

>> Problemas sexuais, incluindo redução do desejo sexual;

>> Palpitações cardíacas;

>> Vontade frequente de urinar.

Fique atento a esses sinais e procure orientação médica.

Tratamento Natural

Ao notar sintomas, é fundamental procurar orientação médica para iniciar o tratamento mais indicado.

Alguns tratamentos naturais também podem ajudar a melhorar os sintomas.

  1. Evite Alérgenos Comuns E Alimentos Inflamatórios

Embora cada pessoa tenha reações diferentes a vários alimentos; certos alimentos tendem a desencadear sintomas da doença mais do que outros.

Alguns carboidratos não absorvidos pelo intestino e passam pela fermentação intestinal, podendo causar problemas gastrointestinais significativos (5).

As reações à fibra também são diversas, às vezes elas ajudam a aliviar a constipação, mas outras vezes causam gases e dores.

Alguns alimentos que você deve cortar da sua dieta, para aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável incluem:

  •        Lácteos convencionais pasteurizados;
  •        Glúten (trigo, cevada, centeio);
  •        Açúcar e farinha refinada;
  •        Cafeína e álcool
  •        Alérgenos comuns, incluindo nozes e mariscos;
  •        Alimentos picantes;
  •        Certos grãos, legumes e frutas, como maçãs, frutas com caroço, alho e brócolis.
  1. Reduzir O Estresse

Níveis mais elevados de estresse estão ligados a distúrbios na digestão; ele aumenta a inflamação no organismo.

Estudos descobriram que a ansiedade, depressão, transtornos de personalidade e histórico de abuso sexual na infância são todos fatores de risco para a Síndrome do Intestino Irritável.

Mas mesmo o estresse causado a partir de situações cotidianas, como o trabalho ou as obrigações familiares, pode afetar a digestão (6).

O que você pode fazer para diminuir o estresse? Exercício, meditação, acupuntura, yoga e passar mais tempo na natureza.

  1. Atividade Física

Pesquisas descobriram que o exercício regular (incluindo aeróbico, levantamento de pesos, ou ioga) ajuda a controlar o estresse e pode melhorar a saúde digestiva.

Um estudo de 2011 publicado no American Journal of Gastroenterology, descobriu que o aumento da atividade física melhora os sintomas gastrointestinais e a qualidade de vida (7).

Causas

Estudos mostram que as causas exatas da doença são complexas e diferentes para cada pessoa, uma vez que muitos fatores na vida de alguém podem afetar a digestão (8).

Os pesquisadores acreditam que a causa subjacente dos sintomas da síndrome, é o funcionamento anormal dos nervos, enzimas e músculos dentro do trato digestivo.

Estes ajudam a controlar a absorção de nutrientes depois de comer, níveis de líquidos, gás e liberação de evacuações.

Um fator importante que determina como funciona o sistema digestivo, são os níveis de estresse e humor, uma vez que o intestino está intimamente ligado ao cérebro.

Estresse e digestão também estão diretamente relacionados, pois o intestino é capaz de produzir, ou não produzir, certos neurotransmissores como a serotonina (10).

Embora não haja uma causa específica, fatores comuns que contribuem para a síndrome do intestino irritável incluem:

>> Alimentos alérgenos;

>> Estresse crônico;

>> Hereditariedade;

>> Mudanças na rotina de sono;

>> Desequilíbrios ou alterações hormonais.

Diagnóstico

Ela é diferente de outros problemas digestivos; não existem problemas estruturais no intestino de pessoas com essa condição (por exemplo, não existem bloqueios do cólon), o que dificulta o seu diagnóstico.

Não existem testes que possam revelar definitivamente se alguém tem a Síndrome ou não (11). O diagnóstico só pode ser feito através de um processo de eliminação e observação de sintomas.

Os médicos muitas vezes gostam de discutir com os pacientes como os sintomas são desencadeados, e também como eles tendem a desaparecer.

A doença afeta mais de 10% da população mundial, sendo mais comum entre mulheres jovens.

Nenhum teste pode realmente confirmar se alguém tem ou não a doença, por isso é tão importante ficar atento aos sintomas.

Você pode tratar naturalmente os sintomas evitando alérgenos, reduzindo o estresse e praticando atividades físicas.

Também recomendo que você retire o açúcar da sua alimentação. (Preencha o formulário abaixo para saber mais sobre os malefícios do açúcar)

Caso você apresente os principais sintomas da Síndrome do Intestino Irritável, procure orientação médica.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : Alterações na aparência de fezescólicasconstipaçãodepressãodesordem digestivadestaquediarreiadores de cabeçadores estomacaisdr. juliano pimentelestresseFamília VSGfezesGases excessivosglútenInchaço do estômagointestinoLácteos convencionais pasteurizadosnáuseaPalpitações cardíacasPerda de apetiteproblemas gastrointestinaisProblemas sexuaisrefluxo ácidosaúdesíndrome do intestino irritávelsintomas da síndrome do intestino irritávelVIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0vsg

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

Enviar Resposta