close
ArtigosMetabolismo

Suplementos de Colágeno: Por que são importantes para seu corpo?

Suplementos de colágeno proporcionarão equilíbrio para sua saúde e bem estar.

O colágeno é a proteína mais abundante em seu corpo. Alias, ele é o principal componente dos tecidos conjuntivos que compõe várias partes do corpo, incluindo tendões, ligamentos, pele e músculos. 

E também tem muitas funções importantes, incluindo a estrutura da pele e o fortalecimento dos ossos (1).

Nos últimos anos, os suplementos de colágeno tornaram-se populares. Mas, também existem vários alimentos que você pode comer para aumentar sua ingestão de colágeno, incluindo pele de porco e caldo de osso.

Inclusive já escrevi um artigo com uma lista de alimentos ricos em colágeno. Neste artigo, porém, vamos falar mais sobre a suplementação!

1. Suplementos de Colágeno pode melhorar a saúde da pele

O suplementos de colágeno desempenha um papel no fortalecimento da pele, além de poder beneficiar a elasticidade e a hidratação. Mas, à medida que envelhece, o corpo produz menos colágeno, levando à pele seca e à formação de rugas (4).

Por isso, o consumo de alimentos ricos em colágeno e suplementos são indicados para ajudar a retardar o envelhecimento da pele através da redução das rugas e ressecamento (5, 6).

Suplementos de colágeno contribuem para uma pele mais saudável e jovem. (Foto: Divulgação)

Um estudo feito com mulheres, descobriu que aquelas que tomavam uma bebida misturada diariamente com um suplemento de colágeno por 12 semanas experimentavam aumento da hidratação da pele e uma redução significativa na profundidade das rugas em comparação com um grupo controle.

Os efeitos de redução de rugas dos suplementos de colágeno foram atribuídos à sua capacidade de estimular o corpo a produzir colágeno por conta própria.

Além disso, o uso de suplementos de colágeno pode promover a produção de outras proteínas que ajudam a estruturar a pele, incluindo elastina e fibrilina.

Além do mais, há também algumas alegações de que os suplementos de colágeno são úteis para prevenir a acne e outras doenças da pele.

2. Ajuda a aliviar dores nas articulações

O colágeno é um componente fundamental para manter a integridade da sua cartilagem, que é o tecido semelhante a borracha que protege suas articulações.

Mas, à medida que a quantidade de colágeno no corpo diminui à medida que envelhece, aumenta o risco de desenvolver distúrbios degenerativos das articulações, como a osteoartrite.

Alguns estudos mostraram que tomar suplementos de colágeno pode ajudar a melhorar os sintomas da osteoartrite e reduzir a dor nas articulações em geral, por exemplo.

Em um estudo, 73 atletas que consumiram 10 gramas de colágeno diariamente por 24 semanas experimentaram uma diminuição significativa da dor nas articulações durante a caminhada e em repouso em comparação com um grupo que não a tomou (7).

A teoria dos pesquisadores é de que o colágeno suplementar pode se acumular na cartilagem e estimular seus tecidos a produzir colágeno.

Eles sugeriram que isso pode levar a menor inflamação, melhor suporte das articulações e redução da dor (9).

Se você quiser tentar tomar um suplemento de colágeno por seus possíveis efeitos no alívio da dor, os estudos sugerem que você comece com uma dosagem de 8 a 12 gramas por dia (10).

3. Suplemento de Colágeno promove a saúde do coração

O consumo de suplementos de colágeno pode ajudar inclusive, a reduzir o risco de doenças relacionadas ao coração.

Isso porque o colágeno fornece estrutura para as artérias, os vasos sanguíneos que transportam o sangue do coração para o resto do corpo.

Com suplementos de colágeno as artérias ficam mais elásticas e resistentes (Foto: Divulgação)

Sem colágeno suficiente, as artérias podem se tornar fracas e frágeis, o que pode levar à aterosclerose, uma doença caracterizada pelo estreitamento das artérias. A aterosclerose tem o potencial de causar ataque cardíaco e derrame.

Em um estudo, 31 adultos saudáveis ​​tomaram 16 gramas de colágeno diariamente por seis meses. No final, eles experimentaram uma redução significativa nas medidas de rigidez da artéria em comparação com antes de começarem a tomar o suplemento.

Além disso, eles aumentaram seus níveis de “bom” colesterol HDL em uma média de 6%. O HDL é um fator importante no risco de problemas cardíacos, incluindo aterosclerose.

No entanto, são necessários mais estudos sobre o papel dos suplementos de colágeno na saúde do coração.

4. Outros benefícios para a saúde

Os suplementos de colágeno podem ter outros benefícios à saúde, mas estes não foram estudados extensivamente.

  • Cabelos e unhas: Tomar colágeno pode aumentar a força das unhas, impedindo a fragilidade. Além disso, pode estimular o cabelo e as unhas a crescerem mais (12).
  • Saúde intestinal: Embora não haja evidências científicas para apoiar essa afirmação, alguns profissionais de saúde promovem o uso de suplementos de colágeno para tratar a permeabilidade intestinal ou a síndrome do intestino permeável.
  • Saúde do cérebro: Nenhum estudo examinou o papel dos suplementos de colágeno na saúde do cérebro. No entanto, algumas pessoas afirmam que melhoram o humor e reduzem os sintomas de ansiedade.

E claro, vale lembrar que a suplementação com colágeno não faz milagres!

Toda suplementação é uma estratégia que deve ser acompanhada por bons hábitos, como alimentação mais natural, prática de exercícios físicos e até mesmo cuidado com a saúde emocional!

Se você quer inserir na sua vida hábitos realmente saudáveis, conheça meu programa D7D. É um programa de desintoxicação que vai te ajudar a se conectar consigo mesmo e eliminar da sua vida coisas que prejudicam e atrapalham sua expansão.

>> Conheça o D7D.

Abraços e fique com Deus.

Dr. Juliano Pimentel

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : colágenodr. juliano pimentelsuplementação de colágeno

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta