close
AlimentaçãoArtigos

Tapioca engorda ou emagrece? Como consumir da maneira correta!

A tapioca é uma farinha produzida a partir da mandioca, sendo assim, é um carboidrato. Sabendo disso, será que a tapioca engorda ou emagrece?

A tapioca é uma das receitas mais usadas como substituta para os pães, principalmente no café da manhã. Essa substituição é sugerida pelos nutricionistas porque mesmo sendo um carboidrato com alto índice glicêmico, a tapioca é mais saudável que o pão.

O fato de ser uma opção mais saudável não significa, porém, que a tapioca deve ser consumida de qualquer jeito. Principalmente se você vai lançar mão da tapioca com o objetivo de emagrecimento.

Quer saber como consumir a tapioca da maneira correta para manter seu peso? Então, leia o artigo até o final, e confira a receita especial da tapioca que eu faço. 

A pergunta que não quer calar!

Afinal, tapioca engorda ou emagrece?

A tapioca é uma das iguarias produzidas a partir da fécula de mandioca. Com a extração do amido da mandioca também são produzidos o polvilho, o beiju e a goma.

Estou contextualizando como a tapioca é produzida para que você compreenda que a tapioca é um carboidrato, assim como a mandioca. Ou seja, tapioca por si só não emagrece. Os alimentos que propicia o emagrecimento são os alimentos termogênicos.

Tapioca engorda se for consumida em exagero e com acompanhamentos errados.

E mais, é um carboidrato com alto índice glicêmico. E o que isso quer dizer?

O índice glicêmico se refere a como o alimento se comporta em nosso organismo e chega à corrente sanguínea. Ele é medido através de uma escala que classifica a rapidez com que os alimentos são digeridos, absorvidos e metabolizados.

A escala vai de 0 a 100. Sendo que os alimentos que são metabolizados muito rapidamente têm o Índice Glicêmico maior (IG) e os alimentos que são digeridos mais lentamente têm o IG menor.

Os alimentos com IG alto, geram um pico insulínico no sangue, sobrecarrega o pâncreas a produzir mais insulina e as células para produzirem energia. 

Ou seja, não é muito bom para nosso organismo ter esse pico de açúcar no sangue. Porém, a tapioca é um alimento que possui um alto índice glicêmico. Para se ter ideia, na escala de 0 a 100 a tapioca está próxima aos 70.

Então, por que mesmo sendo um carboidrato que gera pico de açúcar no sangue, ainda assim a tapioca é usada como uma boa opção de alimento?

Tapioca ou pão 

Para deixar tudo mais claro e chegarmos a conclusão se a tapioca engorda ou emagrece, vamos comparar a tapioca ao pão. Pode ser o pão francês, ou o pão de forma integral de vários grãos que você acredita ser saudável, mas não é.

A base do pão é a farinha de trigo. E o trigo é um dos grãos que contém glúten, uma proteína que não é bem digerida pelo nosso organismo. 

Além do glúten, o pão também possui alto IG, assim como a tapioca. Ao comer um pão pelo menos duas situações ruins acontecerá no seu corpo:

1 – pico de açúcar no sangue, por causa da metabolização rápida do carboidrato.

2 – inflamação no intestino e inchaço devido a não digestão do glúten.

Por outro lado, se você deixa de comer o pão e faz uma tapioca, automaticamente você está evitando a inflamação intestinal causada pelo glúten e o inchaço. É por isso, que muitas pessoas perdem peso quando substituem o pão pela tapioca.

Não é que a tapioca emagrece, mas é que ela não inflama. Sendo assim, ficar sem o glúten ajuda o organismo desinchar e isso é percebido na balança e na circunferência da cintura.

Mas, mesmo sendo uma opção melhor que o pão, ainda existe uma questão em relação à tapioca que é o pico de açúcar no sangue

Como diminuir a absorção da tapioca

O pensamento “tapioca engorda ou emagrece” não faz tanta diferença.

A grande questão que precisa ser levada em consideração é: como deixar a tapioca mais saudável e benéfica para nosso organismo. E o segredo maior é no acompanhamento.

Crepioca é uma maneira de deixar a tapioca mais saudável

Afinal de contas as pessoas tendem a consumir tapioca com creme de leite, leite condensado, com carne de sol ou carnes processadas. Nesses casos a tapioca engorda e faz mal para sua saúde.

Já que a tapioca é um carboidrato metabolizado muito rápido, a ideia é acrescentar à tapioca alimentos que vão contribuir para a diminuição da absorção dela pelo organismo.

Para isso, a chia é uma grande aliada. A chia é uma semente com IG baixo, é rica em fibras e vai equilibrar a absorção da tapioca.

Além da chia, você pode fazer uma crepioca, mistura de tapioca e ovo. O ovo é uma proteína que é absorvida mais lentamente pelo organismo.

Se o objetivo é emagrecer os chás termogênicos, como chá de canela, gengibre, hibisco e chá verde por exemplo, podem acompanhar a tapioca.

Por fim, você já percebeu que é preciso estar atento aos acompanhamentos da tapioca. A tapioca em si é um carboidrato com alto IG. Agora, quando você une a ela alimentos também saudáveis e com absorção mais lenta ela fica mais saudável e ajuda no emagrecimento.

Por outro lado, se você acrescenta à tapioca alimentos processados com IG alto, a tapioca engorda e faz mal.

Dicas para consumir tapioca

Lembrar que mesmo sendo mais saudável que o pão, a tapioca engorda quando consumida em exagero. O ideal é consumir uma até três vezes na semana.

Sempre falo que a diferença entre o remédio e o veneno é a dose, ou seja, moderação é a palavra. 

Atenção aos acompanhamentos. Aqui no blog tem um artigo com uma lista dos alimentos com maior e menor índice glicêmico.

Fiz essa receita de tapioca ideal para quem treina e precisa de uma refeição rica em carboidrato saudável. 

 

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : dr. juliano pimenteltapiocatapioca emagrecetapioca engorda

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta