close
Artigos

Últimos quilos – Como perder os últimos 3 quilos??

Você decidiu que era a hora de emagrecer, estipulou quantos quilos precisa perder, o tempo e alimentação que durante este período. Porém, os últimos quilos não te largam??

É muito comum durante o processo de emagrecimento que os primeiros quilos se vão bem rápido e os últimos exijam mais esforço. Acredite, não é só com você!

Isso acontece porque no início de um plano de emagrecimento a mudança na alimentação e os exercícios geram um grande impacto no seu corpo. O que é perfeitamente normal! Sendo assim,  os resultados aparecem muito rapidamente, principalmente os primeiro 2 a 3 quilos. 

Porém, é comum que nas próximas semanas você perca peso mais lentamente e por fim, os últimos quilinhos sejam ainda mais difíceis.

Neste artigo eu vou te explicar cientificamente porque isso acontece e como você pode IMPULSIONAR seu metabolismo para perder os últimos quilos! 🙂 

Início do emagrecimento

Para a ciência a perda de 450 a 900 gramas por semana é uma taxa saudável e segura de emagrecimento, ou seja, você não está perdendo peso nem rápido nem lento demais ( 1 ,23).

Porém, perder mais do que isso é considerado rápido demais e pode colocar você em risco de muitos problemas de saúde, incluindo perda muscular, cálculos biliares, deficiências nutricionais e uma queda no metabolismo (45).

perder os últimos quilos é mais difícil
O início do emagrecimento é mais rápido, os últimos quilos é o mais difícil.

As maneiras mais comuns pelas quais as pessoas tentam perder peso rapidamente são: Fazer bastante exercício e seguir uma dieta restritiva de calorias.

As pessoas costumam preferir a opção de comer uma dieta de baixas calorias, já que geralmente é mais fácil perder peso através da dieta do que o exercício (6).

No entanto, se você está apenas iniciando uma dieta ou plano de exercícios, poderá perder muito mais que 900 gramas na sua primeira semana.

Durante este período inicial, a rápida perda de peso é perfeitamente normal, inclusive, o peso que você perde durante esse período é chamado de “peso da água”.

Isso acontece porque quando você consome menos calorias do que seu corpo queima, ele começa a mergulhar em suas reservas de energia, conhecidas como glicogênio. O glicogênio no seu corpo está ligado à água, portanto, quando você está queimando glicogênio como combustível, o corpo também libera essa água (78).

É por isso que você pode experimentar uma grande queda de peso durante sua primeira semana. Porém, depois que seu corpo gaste seus estoques de glicogênio, sua perda de peso deverá se estabilizar em 450 a 900 gramas por semana.

E isso é ótimo, porque a maioria dos estudos mostra que as pessoas que perdem peso lentamente são mais propensas a mantê-lo a longo prazo. Perder peso lentamente também traz muito menos riscos à saúde (9).

Estabilidade do emagrecimento

Conforme você perde peso, você perde algum músculo junto com a gordura. O músculo ajuda a manter a taxa na qual você queima calorias (metabolismo). Assim, à medida que você perde peso, seu metabolismo diminui, fazendo com que você queime menos calorias do que com seu peso mais pesado.

Seu metabolismo mais lento retardará sua perda de peso, mesmo se você ingerir o mesmo número de calorias que o ajudaram a perder peso. Quando as calorias que você queima são iguais às que você come, você atinge um platô. Ou seja, a partir daqui você não conseguirá mais perder peso mantendo a mesma rotina.

é preciso ajustes para perder os últimos quilos.
É normal estabilizar o peso. Por isso, é preciso ajustes para perder os últimos quilos.

Nesse caso, alguns ajustes são necessários. Ou seja, para perder mais peso, você precisa aumentar sua atividade física ou diminuir as calorias que come. Usar a mesma abordagem que funcionou inicialmente pode manter sua perda de peso, mas não levará a mais perda de peso.

Como superar um platô e perder os últimos quilos?

Quando você alcança um platô e ainda quer perder os último 2 ou 3 quilinhos será necessário ajustar seu programa de perda de peso.

Se você está comprometido a perder mais peso reavalie seus hábitos. Olhe para os seus registros de comida e atividade, aqui será necessário apertar ainda mais as regras. 

  • Corte mais calorias. Reduza ainda mais suas calorias diárias, desde que isso não o coloque abaixo de 1.200 calorias. Menos de 1.200 calorias por dia podem não ser suficientes para mantê-lo com fome constante, o que aumenta o risco de comer demais.
  • Aumente o seu treino. A maioria das pessoas deve se exercitar 30 minutos por dia, quase todos os dias da semana. Mas as pessoas que tentam perder peso devem se exercitar com mais frequência do que isso ou aumentar a intensidade do exercício para queimar mais calorias. A adição de exercícios como levantamento de peso para aumentar sua massa muscular o ajudará a queimar mais calorias.
  • Embale mais atividade no seu dia. Pense fora da academia. Aumente sua atividade física geral ao longo do dia andando mais e usando menos o carro, ou tente fazer mais trabalhos de jardinagem ou limpeza vigorosa da primavera. Qualquer atividade física ajudará você a queimar mais calorias.
  • Adicione novas experiencias. A perda de peso é processo que precisa ser saudável, assim que fica mais fácil manter o peso sem perder o humor. Se você não está conseguindo evoluir mais no emagrecimento, talvez seja o momento de ter uma ajuda extra. Uma saída para isso é o detox.

Mesmo que você já esteja com novos hábitos detox pode impulsionar ainda mais seus metabolismo. E o melhor é que com este treinamento D7D que desenvolvi você pode repetir sempre sentir necessidade de dar um plus no seu metabolismo.

Conheça os resultados do Detox 7 dias.

Comenta aqui o que você já fez para perder os últimos quilos! 🙂

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : açúcaralimentaçãoalimentos industrializadosansiedadeantioxidantescálciocarboidratosdestaquedr. juliano pimentelEfeito Platôemagreceremagrecimentoestressefibrasglútenmau colesterolmetabolismoperda de pesoperder pesoplatôpotássiosair do efeito platôsaúdeúltimos quilosvitamina C

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta