https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close
Artigos

Uso da Máscara e impacto sobre a voz

No meio da pandemia que estamos vivendo, o uso da máscara se tornou um item essencial para a nossa saúde. E esse hábito tem grande impacto sobre a voz.

O que tem acontecido é que as pessoas estão se queixando de um maior desgaste vocal, cansaço ao falar, especialmente após falarem por várias horas usando a máscara.

Este artigo foi produzido pela Fonoaudióloga Raffaella Galvão. 

Leia até o final e compartilhe no grupo da família.

Impacto sobre a voz do uso de máscara

Uso da máscara e o impacto na voz.
Uso da máscara e o impacto na voz.

Quando colocamos a máscara nossa voz fica abafada e naturalmente aumentamos o volume para sermos compreendidos. 

Já existem pesquisas que comprovam a diminuição do volume da nossa voz com o uso de máscaras. A revista Hearing Review forneceu os seguintes dados (1):

  • Máscara mais finas –  reduz de 3 a 5 db o volume da voz
  • Máscara tipo N95 – reduzem em até 12db o volume da voz

Existe uma redução de volume nas frequências de 2000 a 7000 hz, região de frequência das consoantes. Isso significa que pode ser difícil distinguir alguns sons.

EX: Gato/Pato/Mato que se diferenciam apenas na primeira letra.

Quando isso acontece, tentar aumentar o volume da voz é natural. Mas,  a nossa laringe não está preparada para esse constante aumento de volume por tanto tempo, e com isso haverá um esforço na musculatura da laringe.

Além disso, ao cobrir nossa boca tiramos o apoio visual do ouvinte, que dessa forma não consegue fazer a leitura labial.

Alguns sintomas de esforço vocal são: ardência na garganta, cansaço ao falar, pigarro, tosse, sensação de ressecamento na garganta e  rouquidão, por exemplo.

Dicas para fazer com uso de máscara

  1. Fale mais devagar do que o seu normal, além disso, articule bem as palavras;
  2. Faça pausas na fala e use frases curtas e objetivas;
  3. Fale de frente para quem está te ouvindo e utilize gestos, por exemplo;
  4. Faça repouso vocal após falar por muito tempo;
  5. Hidrate-se!, beba bastante água;
  6. Respire calmamente;
  7. Por fim, escolha uma máscara que se adapte ao seu rosto.

Como Preparar a voz para o dia a dia

Confira a seguir algumas dicas para prepara sua voz. IMPORTANTE: apenas um profissional pode prescrever os exercícios indicados para você. Portanto, procure um fonoaudiólogo para cuidar da sua voz.

Aquecimento Vocal

É o alongamento e relaxamento da musculatura envolvida direta ou indiretamente na produção da voz, ou seja, pescoço, cabeça e face, favorecendo a flexibilidade vocal. Dessa forma preservamos o aparelho vocal e também obtemos um maior desempenho da musculatura com menor esforço

Quando fazer?

Sempre que for usar a voz por tempo prolongado como por exemplo: dar aulas, palestras ou cantar.  Além disso, deve ser feito com a duração de 10 a 15 minutos.

1 – Relaxamento

  • espreguiçar 
  • girar os ombros pra frente e pra trás
  • Movimentos de cabeça: SIM,NÃO ,TALVEZ
  • Bocejo com e sem som
  • Massagem facial

2 – Respiração

Todos os exercícios podem ser feitos deitado, sentado ou de pé. Para esse você deve inspirar pelo nariz  soprar pela boca até esvaziar. É como cheirar flor e soprar vela, por exemplo.

3 – Articulação 

Para flexibilidade e mobilidade da musculatura orofacial, ou seja, língua, lábios e bochechas. Os responsáveis pela articulação da fala

  • mastigação exagerada
  • vibrar os lábios suavemente
  • vibrar a língua
  • rotação de língua por dentro dos lábios

4 – Sonorização

Exercícios para ativar a musculatura das pregas vocais, fortalecendo e sustentando o seu fechamento para a produção do som

  • inspirar e soltar emitindo z zzzzzzzzzzzzzz
  • inspirar e soltar emitindo vvvvvvvvvvvvvv

5 – Vibração

Esses exercícios vão causar a vibração das pregas vocais para relaxar e ativar a musculatura

  • vibrar a língua e os lábios suavemente (TRRRRRR…..    BRRRRRRR)

6 – Ressonância

Amplificação e colocação dos sons na boca. A ressonância associada com a articulação é que vai promover a projeção vocal

  • mmmmmmmmmmmmmmmm (no nariz)

Lembrando mais uma vez que esses exercícios precisam ser prescritos especialmente por um profissional. Por isso, entre em contato com a Rafaela.

Perguntas Frequentes

Uso da máscara causa dúvidas sobre a voz.
Uso da máscara causa dúvidas sobre a voz.

1 – Falar alto e projetar a voz são a mesma coisa? 

Não, projetar a voz é emitir a voz de forma clara, com controle e com um bom alcance, sem que aconteça sobrecarga das pregas vocais. Falar alto sem controle, porém, na maioria das vezes causa esforço excessivo que é prejudicial ao Pregas Vocais. 

2 -Por que minha voz muda durante o dia?

Porque a voz acompanha o nosso estado emocional e físico. Além disso, o ambiente em que estamos também influencia a nossa voz. Quando estamos num ambiente barulhento tendemos a falar mais alto, com maior tensão e consequentemente nossa voz vai cansar mais rápido. Num local calmo, porém, falamos mais baixo e esse cansaço vocal não acontece.

3 – Posso modificar a minha voz? 

Sim. Você pode aperfeiçoar a sua voz com ajuda de um fonoaudiólogo, mas em primeiro lugar é preciso entender o por que a pessoa não gosta da própria voz.

4 – Doenças do corpo podem afetar a voz?

Sim, não só as do corpo como as da mente. A depressão, por exemplo, pode fazer com que a pessoa fale baixo. A doença de Parkinson pode causar disfonia, pois enrijece os músculos, inclusive os da laringe, tornando a voz baixa, fraca e pouco melódica.

Saiba mais sobre disfonia neste artigo.

5 – Eu consigo cantar?

 Sim, todos podem cantar, mas para ser cantor profissional é preciso preparar-se.

6 – Rouquidão pode ser sinal de câncer? 

Sim. Um dos sinais do câncer de laringe é a rouquidão que dura mais de 15 dias.

7 – Existem alimentos que  fazem bem para a voz? 

Nenhum alimento é um tratamento para um problema de voz, pois apenas o ar passa pela laringe e pregas vocais. O mel  é lubrificante e o própolis tem propriedades anti-inflamatórias, mas não são úteis quando o problema vocal é causado por abuso vocal, por outro lado podem ser benéficos nas inflamações de garganta. 

A hidratação do corpo como um todo  vai auxiliar no funcionamento das “pregas  vocais”, apesar da água também não passar pela laringe.

8 – A voz que eu ouço gravada é diferente da minha voz. Isso é normal?

Sim. Quando escutamos a nossa voz ,recebemos informações por via aérea( som da voz pelo ar) é por via óssea( pela vibração os ossos do corpo) é o som fica mais grave que o som no gravador que é mais próximo de como os outros nos ouvem.

Este artigo foi escrito pela fonoaudióloga Raffaella Galvão, siga ela no Instagram.

Para saber mais sobre como cuidar da sua saúde, faça parte do STSD – Saúde Todo Santo Dia. Um programa diário com informações e dicas de saúde. 

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : mascarauso da máscaravoz

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta