close
DoresFitness

Efeito Sanfona Pode ser Prejudicial Para a Saúde?

Quando se está acima do peso, emagrecer de forma rápida é um anseio comum. Porém, a oscilação constante do peso resulta em um problema conhecido como efeito sanfona.

Infelizmente, a maioria dos indivíduos que perdem peso não conseguem manter o padrão de massa corporal por um longo período. Esses períodos repetidos de perda e aumento de peso são conhecidos como efeito sanfona (1).

Neste artigo vou mostrar como o efeito sanfona prejudica a saúde e a qualidade de vida.

Não deixe de ler e compartilhar!

Efeito Sanfona

O efeito sanfona resulta em uma resistência do organismo em manter o peso.

Isso torna o emagrecimento um processo cada vez mais difícil. Além de não contribuir para um emagrecimento duradouro e saudável, o efeito sanfona também prejudica o funcionamento do organismo como um todo.

E a consequência disso é o surgimento de vários problemas de saúde, como baixa imunidade em decorrência do enfraquecimento do sistema imunológico, aumento dos níveis do mau colesterol, hipertensão, doenças coronárias, dentre outros.

O efeito sanfona pode resultar em mudanças de fluidos e mudanças eletrolíticas, como o potássio; isso pode causar arritmias cardíacas mortais em mulheres suscetíveis de meia-idade.

As dietas populares fazem você perder peso rapidamente, e sem os devidos cuidados e acompanhamento médico, muitas vezes reduzindo a ingestão calórica em 500 a 1.000 calorias por dia.

Quando isso acontece, os níveis de cálcio e magnésio são esgotados, o que pode ser muito perigoso para o corpo.

Consulte o médico antes de iniciar qualquer tipo de dieta, ou método de emagrecimento.

A restrição calórica pode aumentar o hormônio do estresse conhecido como cortisol.

Quando este hormônio está presente no seu corpo durante longos períodos, causa inúmeros efeitos negativos para a saúde. Ele pode aumentar seu risco de desenvolver doenças cardíacas, câncer e diabetes

Além disso, o efeito sanfona pode danificar as artérias e causar um aumento do colesterol LDL, que aumentam o risco de doença cardíaca. Esses efeitos podem surgir particularmente em pessoas que mantém dietas restritivas.

Outros fatores da restrição calórica e do efeito sanfona são a perda muscular e o aumento de peso.

O efeito sanfona também diminui o metabolismo, o que pode levar a baixos níveis de energia. Quando o corpo não possui as calorias necessárias para funcionar, ele faz ajustes necessários.

Esses ajustes podem significar função cerebral limitada, cansaço, fadiga e irritabilidade.

Acabe Com O Ciclo

Há maneiras de acabar com o ciclo vicioso e eles não são complicados, embora exijam algum planejamento antecipado.

Essas dicas podem ajudá-la (o) a equilibrar a perda de peso. Confira:

1 – Mantenha a determinação. Não deixe que o medo de engordar prejudique o seu objetivo em manter o peso (2,3);

2- Organize-se: Observe e anote os progressos que você fez, o que mudou em sua rotina e hábitos quando estava perdendo peso, e o que mudou em sua rotina quando voltou ganhar peso;

3- Crie sua própria linha do tempo. Anote as mudanças de peso nos últimos tempos;

4-Anote momentos que impactaram a sua vida e que possam ser uma válvula de escape: estresse acumulado? mudou de emprego, passou pela gravidez recentemente? trabalhou mais (ou menos)? teve alguma perda na família?

4- Monitorar quaisquer ganhos. Não tenha medo da escala. Pesar-se regularmente e tomar medidas imediatas se e quando a escala é de cinco quilos acima do seu peso objetivo;

5 – Esqueça a palavra “dieta”. Faça com que esse seja seu estilo de vida, ao invés de parar e começar (ou alterar) sua maneira de comer a cada duas semanas ou meses. Comece uma reeducação alimentar;

6-Busque ajuda profissional, caso perceba que comer é uma válvula de escape para um problema emocional não resolvido. Dê atenção a como você se sente.

Algumas Dicas

– Fuja de dietas restritivas.

– Evite ou exclua o consumo de adoçantes e açúcares adicionados.

– Não tome medicamento para emagrecer por conta própria.

– Tome bastante água durante o dia.

Faça exercícios físicos, movimente-se.

-Consuma alimentos de verdade.

-Fuja dos alimentos processados e industrializados.

-Inicie uma reeducação alimentar com a ajuda de um profissional e mude os seus hábitos alimentares.

O efeito sanfona é mais do que um problema estético, é um problema de saúde que exige atenção.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : acima do pesobaixa imunidadecálciocaloriascâncercolesterol LDLcortisoldiabetes tipo 2doenças cardiovascularesdr. juliano pimentelefeito sanfonaemagreceremagrecimentoexcesso de gordura corporalganhar pesohormônio do estresseinflamação sistêmicamau colesterolmedo de engordarperdendo pesopesosaúde

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

Enviar Resposta