close
Dores

Hepatite C: Quais São as Causas, Sintomas e Tratamentos

A hepatite C é uma doença hepática infecciosa e perigosa causada por um vírus, por isso é essencial ficar alerta com as formas de contaminação.

Existem pelo menos seis genótipos diferentes e 50 subtipos da doença.

Neste artigo você vai conhecer causas, os sintomas e formas de tratamentos de Hepatite C.

Não deixe de ler e compartilhar!

Hepatite C

Essa doença provoca uma resposta inflamatória no fígado (1).

Algumas pessoas são capazes de combater o vírus quando ainda está na fase aguda. Pesquisas mostram que 75% a 85% das pessoas infectadas, progridem para uma infecção crônica que persiste por mais de seis meses.

A hepatite C crônica causa pequenas cicatrizes no fígado, incapacitando a função hepática adequada.

A infecção ocorre com o contato direto com o sangue de uma pessoa infectada. Essa é a principal causa da doença.

O vírus da hepatite C (HCV) é distribuído através do contato com o sangue contaminado com a doença. Algumas formas de propagação da infecção incluem:

Compartilhamento de agulhas não esterilizadas, particularmente agulhas injetáveis para drogas recreativas.

– Partilhamento de navalhas ou escovas de dentes.

– Durante a gestação.

Sexo sem proteção, embora isso seja muito raro.

Em todo o mundo, a maioria das infecções por hepatite C ocorre em pessoas que injetam drogas, ou as injetaram no passado.

Estima-se que cerca de metade das pessoas que injetam drogas têm a infecção.

O Centro para Controle e Prevenção de Doenças sugere que os seguintes grupos de pessoas devem realizar o teste para essa hepatite (2):

– Adultos nascidos de 1945 a 1965

– Usuários de drogas injetáveis

– Portadores de HIV

– Pessoas que receberam concentrados de fator de coagulação, feitos antes de 1987

– Quem já esteve em hemodiálise de longo prazo

– Pessoas que receberam transfusão de sangue ou transplante de órgão antes de 1992

Ações como:

Abraçar, segurar as mãos, espirrar, tossir, compartilhar utensílios ou beijar não espalhará o vírus.

Ele se espalha quando existe o contato ou a exposição de uma pessoa saudável, com o sangue de uma pessoa infectada.

Assim, evite compartilhar lâminas de barbear, escovas de dentes ou cortadores de unha com outros; evitando correr o risco de infectar-se com a hepatite C e outras doenças.

Ela não é uma doença hereditária (3).

Sintomas da Hepatite C

Preste Atenção aos Sintomas da Hepatite C
Hepatite C: Preste Atenção aos Sintomas. Imagem: (Divulgação)

A hepatite C muitas vezes não possui sintomas visíveis, até o fígado ter sido significativamente danificado. Isso significa que muitas pessoas têm a infecção sem perceber.

Quando os sintomas ocorrem, eles podem ser confundidos com outras doenças.

Os sintomas podem incluir:

– Sintomas gripais, como dores musculares

Dores nas articulações

– Febre

– Cansaço constante

– Perda de apetite

– Perda de peso excessivo e sem motivo

– Inchaço na barriga

– Olhos e pele amarelados

– Urina de cor escura

– Confusão mental

Dor abdominal

– Sensação de adoecimento

– Enjoos e náuseas

– Fadiga

– Sangramento

– Diarreia

Tratamentos

O primeiro passo para o tratamento, é procurar o seu médico para avaliar a presença ou a gravidade da doença hepática.

O diagnóstico é feito através de exame de sangue.

Após a confirmação da doença, podem ser realizados testes de função hepática para determinar se existe algum dano ao fígado.

O tratamento dependerá da condição atual do fígado, e do genótipo da hepatite C que você possui.

Uma pessoa com hepatite C aguda pode ser tratada com medicamentos. Isso às vezes pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de hepatite C crônica.

No entanto, a maioria das pessoas não sabem que adquiriram o vírus até que a doença seja crônica e exista os danos ao fígado.

O tratamento para hepatite C crônica envolve medicamentos antivirais, que são indicados pelo médico especialista.

Por isso não deixe de consultar o médico e seguir as indicações (4,5,6).

Existem também métodos naturais para aliviar os sintomas, confira a seguir 4 formas naturais para ajudar nos sintomas da doença:

1. Zinco

O zinco possui muitos benefícios para a saúde; ele é necessário para manter as funções normais do fígado e desempenha um papel em múltiplos aspectos do sistema imunológico.

A suplementação de zinco ajuda a melhorar os sintomas da hepatite C, incluindo problemas digestivos, perda de peso e perda de cabelo.

Ele também é um poderoso antioxidante que aumenta a função imunológica, o que é importante para pessoas que combatem o vírus da hepatite C (6).

Inclua na alimentação os alimentos ricos em zinco.

2. Probióticos

A pesquisa mostra que os probióticos cuidam da saúde do fígado, através das bactérias benéficas que são alimentadas com os alimentos ricos em probióticos.

Eles também melhoram as defesas do sistema imunológico, que combate o crescimento excessivo de patógenos que levam à doença (7).

3. Vitamina D

Pesquisas mostram que é comum pessoas com hepatite C crônica, sofrem com a deficiência de vitamina D.

Essa vitamina é armazenada no fígado e nos tecidos gordurosos.

A obtenção de vitamina D suficiente ajudará a melhorar a função imune, o humor e a concentração; ajuda a combater a diabetes, o que é comum entre as pessoas com hepatite C.

O uso de suplementos de vitamina D juntamente com medicamentos contra a hepatite C podem ter efeitos positivos; eles ajudam a aumentar níveis dessa vitamina no organismo.

Conheça os  alimentos ricos em vitamina D e ajude o seu corpo (8).

4. Dieta Equilibrada

Perda de apetite e perda de peso são sintomas comuns dessa hepatite.

Mas é importante que as pessoas com o vírus comam uma dieta saudável, e equilibrada para garantir que eles estejam obtendo vitaminas e minerais essenciais.

Se você está tendo problemas para comer ou está com problemas digestivos, mantenha pequenas e simples refeições, e água ao longo do dia.

Coma muitas frutas e vegetais frescos, gorduras saudáveis ​​(como abacates e óleo de coco) e alimentos ricos em fibras que ajudarão a regular a digestão.

Além disso, o consumo de alimentos probióticos pode ser benéfico, assim como os alimentos que ajudam a limpar o fígado para que ele possa funcionar corretamente.

Entre esses alimentos estão: a batata doce, banana, raiz de gengibre, e até mesmo fígado de boi.

Consulte o médico sobre a falta de apetite.

Fique longe de carboidratos refinados e açúcares, bebidas açucaradas e alimentos processados ​​que só prejudicam o fígado, e de bebidas alcoólicas e demais drogas.

Se essa doença não for tratada pode causar danos fatais para o fígado, ao longo dos anos. No entanto, com os tratamentos adequados, é possível curar a infecção, e ter uma expectativa de vida normal.

Comer alimentos adequados e naturais vai ajudar a diminuir os sintomas, e melhorar a sua qualidade de vida. Dê prioridade a alimentação de verdade.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : alimentação de verdadecausasCompartilhamento de agulhas não esterilizadascurardiabetesdoençadoença hepáticador abdominaldores nas articulaçõesdr. juliano pimentele-bookexame de sangueformas de tratamentosfunção hepáticagorduras saudáveishepatite chepatite C agudahepatite C crônicainfecção crônicainfecções viraisinfectadainflamação do fígadolivro digitalPortadores de HIVsangueSexo sem proteçãosintomassistema imunológicotransfusão de sanguevírusvírus da hepatite Cvitamina d

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta