close
Dores

Pedra na Vesícula – Sintomas, Causas e Tratamentos

Dr Juliano Pimentel

A pedra na vesícula, ou cálculos biliares são minúsculas pedras, pedaços sólidos de matéria, encontrados na vesícula biliar, que é um pequeno órgão em forma de “bolsa” que tem o papel principal de armazenar a bile feita pelo fígado (1).

Conheça os sintomas, causas e os tratamentos para pedra na vesícula.

Gostou? Leia e compartilhe.

O que de fato é a pedra na vesícula?

Sua vesícula biliar é um pequeno órgão abaixo do fígado no abdome superior direito. É uma bolsa que armazena bile, um líquido amarelo-esverdeado que ajuda na digestão (2).

A maioria dos cálculos biliares se forma quando há excesso de colesterol na bile.

Cálculos biliares ou colelitíase, são depósitos endurecidos de líquido digestivo que se formam na vesícula biliar (3).

Os cálculos biliares são geralmente feitos de bile, que é composto de água, colesterol, proteína de gordura, bilirrubina e sais biliares. Este líquido é produzido pelo fígado para ajudar na digestão e é armazenado na vesícula biliar até que o corpo precise dele.

Os tamanhos dos cálculos biliares variam, com alguns tão pequenos quanto um grão de areia e outros tão grandes quanto uma bola de golfe.

Muitas vezes, algumas pessoas desenvolvem um único cálculo biliar, embora algumas tenham vários cálculos biliares ao mesmo tempo (4).

De acordo com a Harvard Health Publications, 80% dos cálculos biliares são feitos de colesterol. Os outros 20% dos cálculos biliares são feitos de sais de cálcio e bilirrubina (5).

Causas da pedra na vesícula

Não se sabe exatamente o que causa a formação de pedra na vesícula, embora existam algumas teorias.

Muito colesterol na sua bílis

Ter muito colesterol na sua bile pode levar a pedras amarelas de colesterol. Essas pedras duras podem se desenvolver se o seu fígado produzir mais colesterol do que a sua bílis pode se dissolver.

Muita bilirrubina na sua bílis

A bilirrubina é um produto químico produzido quando o fígado destrói as células vermelhas do sangue antigas. Algumas condições, como danos ao fígado e certos distúrbios sanguíneos, fazem com que o fígado produza mais bilirrubina do que deveria.

Os cálculos biliares do pigmento se formam quando sua vesícula biliar não consegue quebrar o excesso de bilirrubina. Essas pedras duras geralmente são marrom-escuras ou pretas.

Não esvaziamento da bílis

Sua vesícula biliar precisa esvaziar sua bílis para estar saudável e funcionar adequadamente. Se não esvaziar seu conteúdo de bile, a bile fica excessivamente concentrada, o que faz com que pedras se formem.

Sintomas de pedra na vesícula

Náuseas é um dos sintomas da pedra na vesícula. Imagem: (Divulgação)

O sintoma mais comum de pedra na vesícula é a dor. Essa dor geralmente ocorre na parte média e superior direita do abdômen.

Pode ser leve e intermitente, ou pode ser bastante grave e frequente. Em alguns casos, a dor pode começar a irradiar para outras áreas do corpo, incluindo as costas e o peito.

Você pode começar a ter dor na vesícula biliar ao longo do tempo quando você come alimentos que são ricos em gordura, como frituras. A dor geralmente não dura mais do que algumas horas.

Além disso, a pessoa com pedra na vesícula, também pode sentir:

  • náusea
  • vômito
  • urina escura
  • fezes cor de barro
  • dor de estômago
  • diarréia
  • indigestão

Esses sintomas também são conhecidos como cólica biliar .

Tratamentos para pedra na vesícula

Na maioria das vezes, você não precisará de tratamento para cálculos biliares, a menos que causem dor. Às vezes você pode passar anos com pedra na vesícula sem nem perceber.

Se você estiver com dor, seu médico provavelmente recomendará uma cirurgia. Em casos raros, a medicação pode ser usada.

Se você estiver com alto risco de complicações cirúrgicas, um tubo de drenagem pode ser colocado na vesícula biliar através da pele. Sua cirurgia pode ser adiada até que seu risco diminua, tratando suas outras condições médicas.

Tratamento natural e remédios caseiros

Se você tem cálculos biliares e sem sintomas, você pode fazer algumas mudanças no estilo de vida.

Alguns suplementos nutricionais que você pode tomar incluem vitamina C, ferro e lecitina. Uma revisão descobriu que a vitamina C e a lecitina podem diminuir o risco de cálculos biliares. Converse com seu médico sobre a dosagem adequada desses suplementos (6).

Faça o Download Sucos Detox podem evitar dor no intestino

Algumas pessoas recomendam uma descarga da vesícula biliar, o que envolve jejum e, em seguida, tomar azeite e suco de limão para ajudar a passar cálculos biliares.

Cirurgia

Seu médico pode precisar realizar uma remoção da vesícula biliar laparoscópica . Esta é uma cirurgia comum que requer anestesia geral. O cirurgião geralmente fará 3 ou 4 incisões no seu abdômen (7).

É inserido um dispositivo pequeno e iluminado em uma das incisões e removem cuidadosamente sua vesícula biliar.

Você costuma ir para casa no dia do procedimento ou no dia seguinte se não tiver complicações.

Você pode sentir fezes soltas ou aquosas após a remoção da vesícula biliar. Removendo uma vesícula biliar envolve reencaminhamento da bile do fígado para o intestino delgado. A bile não passa mais pela vesícula biliar e fica menos concentrada.

O resultado é um efeito laxante que causa diarréia. Para tratar isso, coma uma dieta mais baixa em gorduras para que você libere menos bile.

Tratamentos não cirúrgicos

A medicação não é mais usada comumente porque as técnicas laparoscópicas e robóticas tornam a cirurgia muito menos arriscada do que costumava ser.

No entanto, se você não pode fazer uma cirurgia, você pode tomar ursodiol (Actigall, Urso) para dissolver cálculos biliares causados ​​pelo colesterol. Você precisará tomar este medicamento 2 a 4 vezes por dia.

Medicamentos podem levar vários anos para eliminar os cálculos biliares, e os cálculos biliares podem se formar novamente se você parar o tratamento.

A litotripsia por ondas de choque é outra opção. Um litotritor é uma máquina que gera ondas de choque que passam por uma pessoa. Essas ondas de choque podem quebrar cálculos biliares em pedaços menores (8).

Dicas finais para evitar pedra na vesícula

Assim como toda doença ou problema de saúde é melhor evitar do que tratar. Por isso listei 5 dicas simples para evitar a pedra na vesícula.

  • Mantenha um peso saudável.
  • Coma uma dieta anti-inflamatória.
  • Faça exercícios regularmente
  • Tome suplementos conforme aprovado pelo seu médico.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : bíliscausadestaquedoresdr. juliano pimentelpedra na vesículasaúdesintomastratamentovesículavsg

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta