close
Dores

Regular o Intestino: Saiba Como com Dicas Práticas

Regular o intestino é uma questão de saúde e também de bem-estar, e a constipação evidencia que o seu intestino precisa de atenção.

constipação representa em média mais de 2,5 milhões de visitas aos consultórios médicos todos os anos, afetando frequentemente mais as mulheres adultas.

Esse problema pode causar inchaço, excesso de gases, dor lombar, ansiedade, fadiga e problemas sérios de saúde.

A boa notícia é que existem muitos remédios naturais de alívio de constipação disponíveis, que podem ajudar a melhorar a função intestinal.

Nesse artigo apresentarei dicas para regular o intestino, e se livrar da sensação do inchaço abdominal.
Não deixe de ler e compartilhar!

Regular o Intestino de Forma Prática

Todos os anos, os consumidores gastam centenas de milhões de dólares em laxantes e prescrições para ajudar a tratar constipação e demais problemas do intestino.

Por isso, separamos dicas importantes para regular o intestino.

1 – Coma os Alimentos Certos 

Alimentos ricos em fibras: Inclua alimentos ricos em fibras na sua dieta para regular o intestino.

O Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, enumera os seguintes alimentos como algumas das melhores fontes de fibra dietética.

  • Leguminosas ou legumes,
  • Batata-doce,
  • Maçã,
  • Peras,
  • Bagas,
  • Ameixas,
  • Abacate,
  • semente de Chia
  • Sementes de linhaça,
  • Brócolis,
  • Verduras cozidas,
  • Abóbora (1)

– Vegetais de folhas verdes: Os vegetais verdes não só contêm fibras, mas também são uma boa fonte de magnésio que podem ajudar a melhorar o funcionamento do intestino.

Como eles são muito baixos em calorias, têm um alto teor de água e são densos em nutrientes, eles devem ser consumidos diariamente.

– Ameixas e figos: Estas frutas são ricas em fibras e tendem a ter um efeito laxante.

Vários por dia podem ajudar o intestino a trabalhar regularmente, mas, em geral, tenha cuidado para não comer muitos frutos secos, pois contém uma quantidade razoável de açúcar natural, dado o tamanho pequeno.

– Líquidos quentes: Líquidos quentes ou à temperatura ambiente (em oposição a bebidas muito frias), especialmente quando consumido primeiro pela manhã, tendem a estimular a digestão.

Experimente chá de ervas, água quente infundida com limão, café com moderação ou caldo de osso.

– Água e líquidos hidratantes: A fibra precisa de água para passar pelo sistema digestivo e formar fezes.

Consumir mais fibra sem beber o suficiente pode realmente tornar a constipação e a dor abdominal piorar.

Então beba água e outros líquidos saudáveis.

Probióticos

2 – Alimentos a Serem Evitados

– Alimentos vazios em calorias: Alimentos ricos em calorias, mas poucas fibras ou nutrientes, devem ser reduzidos ou eliminados.

Estes podem incluir alimentos relatados como muito comuns nas dietas atuais, tais como: queijo, cereais açucarados, batatas fritas, fast food, sorvete.

– Carne processada:  Cortes a frio ou cachorro-quente, alimentos congelados com alto teor de sódio e embutidos precisam ser evitados (2).

– Alimentos fritos: Trans-gorduras (comumente encontrados em alimentos fritos, fast food e produtos embalados gordurosos) diminuem o tempo de trânsito das fezes através dos intestinos e essencialmente obstruem a digestão.

– Álcool: porque aumenta a produção de urina e perda de fluidos, o álcool é difícil no sistema digestivo e pode deixar o intestino preso.

Para evitar tornar-se desidratado, consumir álcool apenas em quantidades pequenas a moderadas e beber bastante água ao mesmo tempo.

Produtos lácteos pasteurizados: Muitas pessoas são intolerantes à lactose, e podem ficar constipadas a partir do consumo excessivo de produtos lácteos.

– Farinha refinada: a farinha refinada por natureza não contém nenhuma fibra e, portanto, não ajudará com constipação.

– Cafeína: A cafeína tem vários efeitos na digestão dependendo da pessoa.

Para alguns, a cafeína pode causar aumento da produção de urina e às vezes agrava sentimentos de ansiedade e constipação.

Para outras pessoas, ajuda a melhorar os movimentos intestinais estimulando as contrações musculares.

De qualquer forma, apenas planeja beber café com moderação.

Além disso, consumir outros líquidos hidratantes ao longo do dia para compensar a desidratação da perda de fluido (3).

3 –Exercícios

A atividade física aumenta a atividade muscular em seus intestinos, então tente se encaixar em mais movimentos e exercícios formais na maioria dos dias da semana.

O exercício pode ser útil na parte da manhã para melhorar o sistema digestivo, e reduzir o estresse.

Eu recomendo exercícios aeróbicos, que pode estimular os intestinos e o sistema linfático.

O exercício leve também pode ser benéfico para o intestino; incluindo alongamento, caminhada, yoga, natação ou dança.

4 – Gerenciando e Reduzindo o Estresse

Você acreditaria que 75% a 90% de todas as visitas a consultórios médicos, estão relacionadas a condições causadas pelo estresse?

O estresse se manifesta de múltiplas maneiras, mas você nem sempre consegue sentir:

  • Aumento da tensão muscular,
  • Níveis crescentes de hormônios do estresse como o cortisol,
  • Níveis de açúcar no sangue anormais,
  • Alterando o apetite,
  • Digestão disfuncional,
  • Problemas intestinais,
  • Afetando a glândula tireoide,
  • Problemas hormonais.

As maneiras de aliviar o estresse incluem: yoga, meditação, oração, passar tempo ao ar livre, ler ou escrever, exercícios, dança, banhos quentes e uso de óleos essenciais relaxantes.

5 – Evite Laxantes

Por último, para regular o intestino é preciso evitar também o o uso de laxantes.

Pois os mesmos causam diversos problemas de saúde, como:

  • Desidratação (perda de fluido)
  • Desequilíbrios electrolíticos
  • Mudanças de ácido / alcalino
  • A incapacidade de produzir enzimas digestivas suficientes
  • Edema (retenção de água)
  • Tonturas e tontura
  • Dano ao cólon e aos órgãos digestivos
  • Diarreia alternada e constipação
  • Complicações com os sistemas cardiovasculares

A alimentação de verdade aliada a hábitos de vida saudáveis podem ajudar a regular o intestino e ainda melhorar outros aspectos da sua saúde.

Uma vida saudável e a longevidade dependem muito das escolhas alimentares que fazemos hoje.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : alimentação de verdadealimentos ricos em fibrasapetiteatividade físicaAumento da tensão muscularconstipaçãoDesequilíbrios electrolíticosdr. juliano pimentelestresseglândula tireoideintestinolaxantesprobióticosregular o intestinosaúde

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

  1. Muito bom o artigo… eu ando com uma constipação muito forte desde q descobri a gastrite, mudei radicalmente minha alimentação… só produtos saudáveis, e naturais… porém continue constipada .. e emagreci 3kg
    Apelei pra tudo o que está na dica… e ainda to sofrendo um pouco.

Enviar Resposta