close
Dores

Tontura – Causas e o que Fazer?

Dr Juliano Pimentel

Tontura é um termo usado para descrever uma gama de sensações, como sentir-se fraco, tonto ou instável.

A tontura que cria a falsa sensação de que você ou seus arredores estão girando ou se movimentando é chamada de vertigem.

O tratamento da tontura depende da causa e dos seus sintomas. Geralmente é eficaz, mas o problema pode recorrer.

Conheça as diferentes causas da tontura e saiba o que pode ser feito para reduzir os sintomas.

Gostou? Leia e compartilhe.

Os sintomas da tontura

Pessoas com tontura podem descrevê-lo como uma série de sensações, tais como:

  • Uma falsa sensação de movimento ou fiação (vertigem)
  • Tontura ou sensação de desmaio
  • Instabilidade ou perda de equilíbrio
  • Uma sensação de flutuação, tontura ou cabeça pesada

Algumas possíveis causas de tontura incluem

  • vertigem posicional paroxística benigna (VPPB)
  • hipoglicemia
  • hipotensão
  • tomar certos medicamentos
  • problemas no ouvido interno
  • problemas de circulação
  • certas condições, como anemia, enxaqueca ou ansiedade

Portanto, tratar sua tontura geralmente envolve o tratamento de um desses outros aspectos.

Problemas do ouvido interno que causam tontura (vertigem)

Seu senso de equilíbrio depende da entrada combinada das várias partes do seu sistema sensorial. Estes incluem

  • Olhos, que ajudam a determinar onde seu corpo está no espaço e como ele está se movendo
  • Nervos sensoriais, que enviam mensagens ao seu cérebro sobre os movimentos e posições do corpo
  • Orelha interna, que abriga sensores que ajudam a detectar a gravidade e o movimento de vai e vem.

Vertigem é a falsa sensação de que seus arredores estão girando ou se movendo. Com distúrbios do ouvido interno, seu cérebro recebe sinais do ouvido interno que não são consistentes com o que seus olhos e nervos sensoriais estão recebendo. Vertigem é o que resulta quando o cérebro trabalha para resolver a confusão.

Vertigem posicional paroxística benigna (VPPB).

Essa condição provoca uma sensação intensa e breve, mas falsa, de que você está girando ou se movendo.

Esses episódios são desencadeados por uma rápida mudança no movimento da cabeça, como quando você se vira na cama, sente ou experimenta um golpe na cabeça. A VPPB é a causa mais comum de vertigem.

Infecção

Uma infecção viral do nervo vestibular, chamada neurite vestibular, pode causar vertigem intensa e constante. Se você também tiver perda auditiva súbita, pode ter labirintite.

Doença de Meniere

Esta doença envolve o acúmulo excessivo de fluido no ouvido interno. É caracterizada por episódios súbitos de vertigem que duram até várias horas. Você também pode experimentar perda auditiva flutuante, zumbido no ouvido e a sensação de ouvido entupido.

Enxaqueca

Pessoas que experimentam enxaquecas podem ter episódios de vertigem ou outros tipos de tontura, mesmo quando não estão tendo uma dor de cabeça severa.

Esses episódios de vertigem podem durar minutos a horas e podem estar associados à dor de cabeça, bem como à sensibilidade à luz e ao ruído.

Outras causas comuns que não se encaixam nessas categorias incluem:

  • Anemia
  • Ansiedade (1)
  • Deficiência de vitamina B12
  • Desidratação que às vezes pode ser causada por febre, superaquecimento, hipoglicemia e efeitos colaterais de medicamentos (2).

O que fazer?

1 – Relaxe e Hidrate

Beber água é importante para evitar a tontura. Imagem: (Divulgação)

Se você começar a sentir tontura, deitar imediatamente pode ajudar. Se você está tendo tonturas severas relacionadas à vertigem, também pode ajudar a manter os olhos fechados enquanto você está deitado.

Se os seus sintomas estiverem relacionados a desidratação, tome uma bebida hidratante como a água de coco. Se você estiver superaquecido, vá para uma área mais fria o quanto antes, quer isso signifique mudar para a sombra ao ar livre ou entrar em um espaço interno mais frio.

2 – Acupuntura

Pesquisadores descobriram que, após 30 minutos de tratamento com acupuntura, há reduções imediatas e significativas de tontura e vertigem, medidas pela Escala Visual Analógica (EVA) de tontura e vertigem (3).

3 – Reduza a cafeína e o álcool

Fontes de cafeína incluem café, chá e refrigerantes. Em pequenas quantidades, o café orgânico, o chá e o vinho tinto são ricos em antioxidantes e têm muitos benefícios possíveis para a saúde.

No entanto, em grandes quantidades, a cafeína e o álcool são conhecidos por terem efeitos negativos no sistema circulatório. Na verdade, tontura é um efeito colateral conhecido de overdose de cafeína (4).

Da mesma forma, o excesso de álcool também pode ser uma causa de tontura. Quando você bebe álcool, a parte do cérebro responsável pelo equilíbrio, o cerebelo, é diretamente afetada.

A tontura pode, portanto, ocorrer enquanto se bebe. Além disso, sabe-se que tontura ou vertigem ocorrem durante uma ressaca.

Portanto, é melhor não abusar de quaisquer fontes de cafeína e álcool para prevenir e melhorar a tontura.

4 – Verifique a vitamina B12

Verifique os seus níveis B12 e coma alimentos ricos em B12. Um dos sintomas de uma deficiência de vitamina B12 é a tontura (5).

Portanto, certifique-se de ter seus níveis de B12 verificados se você está com dificuldade em sentir tonturas.

Para obter mais B12 em sua dieta, há muitos alimentos saudáveis ​​que você pode comer. Algumas das melhores fontes de B12 incluem sardinhas, carne de vaca alimentada com capim, salmão selvagem, queijo feta, queijo cottage e ovos.

5 – Desestresse e busque ajuda se necessário

A ansiedade e estresse são conhecidos por contribuir para os sentimentos de tontura, por isso, certifique-se de que você está fazendo tudo o que puder para reduzir seu nível de estresse regularmente, idealmente diariamente.

Sentir-se ansioso pode provocar tontura e sentir-se tonto também pode causar ansiedade e estresse na mente e no corpo. É por isso que é importante encontrar atividades que você goste que possam encorajar um estado calmo e praticá-las regularmente.

Alguns dos meus apaziguadores naturais do estresse incluem exercício, diário e oração. Aconselhamento e terapia cognitivo-comportamental são outras ótimas opções que envolvem profissionais treinados, ajudando você a aprender como administrar melhor o estresse (6).

A tontura pode aumentar o risco de você cair e se machucar. Experimentar tonturas ao dirigir um carro ou operar máquinas pesadas pode aumentar a probabilidade de um acidente.

Você também pode sofrer consequências a longo prazo se uma condição de saúde existente que pode estar causando sua vertigem não for tratada.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : causasdestaquedor de cabeçadr. juliano pimentelsaúdesintomasTonturatratamentovertigemvsg

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta