close
Dores

Tosse: Como Tratar o Problema?

A tosse é uma reação comum ao sistema respiratório tentando expulsar micróbios prejudiciais, poeira ou irritantes. Pode ser um sintoma de uma doença subjacente, como pneumonia, bronquite, asma ou câncer de pulmão, por isso, consultar o médico é essencial.

Sendo assim, a tosse pode ser um sintoma de uma série de possíveis problemas.

À medida que o muco (fleuma ou escarro) ou outras substâncias se acumulam nas vias aéreas, essa ação reflexiva tenta facilitar a respiração desobstruída.

Neste artigo vou mostrar dicas importantes para tratar a tosse.

Não deixe de ler e compartilhar!

Tosse

Para curar a tosse é importante tratar a causa e procurar a ajuda de um médico, o que ajudará a descartar a hipótese de alguma doença.

Os remédios naturais para a tosse podem ser de auxílio, de acordo com a indicação médica.

Evitar o açúcar, produtos lácteos e alimentos processados.

Também é necessário adicionar os nutrientes e minerais na alimentação, como a vitamina C, à sua rotina diária.

Existem formas naturais para tratar a tosse (1).

1. Gengibre

A medicina elogia a habilidade do gengibre para impulsionar o sistema imunológico, aquecendo o corpo para que ele possa quebrar o acúmulo de toxinas nos órgãos.

O gengibre também possui propriedades antibacterianas e é um poderoso anti-inflamatório.

Ele limpa o sistema linfático, evitando o acúmulo de toxinas que nos tornam suscetíveis a infecções, especialmente no sistema respiratório (2).

2. Mel cru

Há muitos benefícios para a saúde através do uso do mel cru, incluindo a sua capacidade de tratar tosse de forma tão eficaz quanto os xaropes comerciais para tosse.

Evidências crescentes mostram que uma única dose de mel pode reduzir a secreção e a tosse (3). Para ajudar a aliviar os sintomas de tosse, é necessário tomar de 1 a 2 colheres de chá de mel cru antes de dormir.

Não use mel cru para tratar bebês.

3. Açafrão

Pode-se argumentar que a açafrão é a erva mais poderosa do planeta na luta e potencialmente reversão da doença. A cúrcuma pode ser usada para reduzir a inflamação e aliviar a dor.

Ao contrário de muitos medicamentos, o açafrão não tem relativamente nenhum efeito colateral conhecido, a menos que seja tomado em quantidades extremamente excessivas.

Uma parte importante do açafrão, a cúrcuma, é conhecida pelo seu potencial antibacteriano.

Estudos descobriram que a cúrcuma mostrou ter um potencial antimicrobiano contra uma ampla gama de microrganismos (4).

4. Probióticos

De acordo com pesquisas publicadas na FEMS Immunology and Medical Microbiology, a imunidade baixa aliada à problemas intestinais pode contribuir para a mortalidade infantil associada à infecções.

Embora a pesquisa se centre em infecções dos intestinos, a evidência mostra que os probióticos podem ajudar a se defender contra infecções bacterianas e reduzir as respostas inflamatórias.

Alimentos fermentados/ probióticos também podem auxiliar na diminuição da tosse, que possuem boas bactérias como o kefir ou chucrute, que ajudam a prevenir a colonização de bactérias nocivas (5).

5. Óleo de Orégano

O óleo de orégano é um agente antibacteriano natural que suporta a saúde respiratória. Funciona como o melhor antibiótico natural.

De acordo com pesquisas publicadas no The Open Microbiology Journal, a resistência aos antibióticos pode levar a uma falha no tratamento e aumento dos custos, bem como a taxa de fatalidades.

Além disso, ele cria problemas de controle de infecção ainda mais amplos, espalhando bactérias resistentes dos hospitais para as comunidades.

No entanto, os extratos de plantas, como o óleo de orégano, consistindo em misturas complexas de compostos principais, podem ser extremamente benéficos.

Há também muitas vantagens de usar esses produtos naturais como compostos antimicrobianos.

Estes incluem menos efeitos adversos, melhor tolerância ao paciente, baixo custo, renovabilidade e melhor biodegradabilidade (6).

Crianças e adultos mais velhos podem tomar óleo de orégano internamente por um período máximo de duas semanas.

Diluir 1 a 2 gotas com água ou óleo de coco e levá-la uma vez por dia. Não use em crianças pequenas e crianças pequenas.

6. Óleo de Hortelã-pimenta

O óleo de hortelã contém mentol e exibe propriedades antibacterianas. Inalar óleo de hortelã difusa ajuda a desobstruir o pulmão e aliviar uma garganta raspada.

Ele também atua como um expectorante, ajudando a reduzir a gravidade dos ataques de tosse.

Outro dos muitos benefícios do óleo de hortelã-pimenta é a sua capacidade de reduzir a febre.

Só deve ser usado em adultos ou crianças mais velhas. Tente misturá-lo com óleo de coco e esfregando-o na parte de trás do pescoço ou na parte inferior dos pés (7).

7. Óleo de cedro

O óleo essencial de cedro ajuda a aliviar as condições espasmódicas do sistema respiratório.

Também ajuda a remover a fleuma do trato respiratório e dos pulmões, reduzindo o congestionamento da tosse convulsa.

Esfregue duas gotas de óleo de cedro em seu peito e garganta antes da cama para afrouxar o fleuma e ajudar com a respiração (8).

Não use em bebês ou crianças pequenas.

8. Descanse

Quando você está lutando contra uma infecção como a tosse, é importante que você descanse bastante durante o dia. Procure não forçar a garganta durante o período em que estiver com a tosse constante.

9. Alho

Naturalmente o alho aumenta o sistema imunológico, e é conhecido por auxiliar na recuperação de resfriados ou gripes.

Rico em antioxidantes e em vitaminas B6 e vitamina C, manganês, fibras, selênio, além de proporcionar a saúde óssea.

Além de usar o alho nas refeições, ele ainda pode ser usado em receitas naturais junto com outros produtos como gengibre, para a diminuir a irritação da garganta e proporcionar a sua saúde.

10. Hidrate-se

Você também deve se manter hidratado tomando muita água, água de coco ou chá de ervas. Os ataques de tosse às vezes podem causar ânsia de vômito.

Beba pelo menos 2 litros de água por dia para aliviar a tosse, não deixe de hidratar a garganta.

Com produtos naturais você melhora a saúde da garganta e a imunidade, por isso, inclua esses alimentos e produtos no seu cotidiano, e fuja de produtos que prejudicam a saúde.

Alimentos Para Evitar

– Açúcar: diminui os glóbulos brancos que ajudam a combater a infecção.

– Sucos de frutas: embora o suco de laranja contenha alguma vitamina C, não é tão rico em vitamina C quanto frutas inteiras ou vegetais. O melhor é comer a fruta.

– Produtos lácteos convencionais: o leite de vaca que foi pasteurizado é a produção de muco.

– Chocolate: também pode aumentar a produção de muco.

– Alimentos processados: contém aditivos nocivos que causam uma reação inflamatória e produção de muco pelo organismo.

Sempre consulte um médico e não tome remédios sem prescrição médica.

Como você viu, o probiótico presente no kefir pode auxiliar no tratamento contra a tosse. Mas você conhece o Kefir? Saiba quais são os maravilhosos benefícios desse alimento tão versátil. Assista ao meu vídeo:

O QUE É KEFIR?

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : açafrãoAlimentos fermentadosalimentos processadosaliviar os sintomas de tosseanti-inflamatórioantibióticosbactérias nocivascâncer de pulmãodr. juliano pimentelgengibreinfecçõesmanganêsmedicamentosMel crumortalidade infantilóleo de hortelã-pimentaprobióticosPropriedades antibacterianasremédios naturaisrespiração desobstruídasecreçãosistema respiratóriotossevitaminas B6

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

Enviar Resposta