close

O óleo essencial de lavanda é um dos mais conhecidos por seus efeitos e também por ser acessível. Por isso, se você quer aproveitar os benefícios que a aromaterapia tem a te oferecer conheça os efeitos do óleo essencial de lavanda e saiba quando e como usá-lo.

O aroma de óleo de lavanda pode desencadear várias sensações, mas se você olhar além do aroma do óleo de lavanda, descobrirá que há mais do que aparenta. 🙂

Usos do óleo essencial de lavanda

O óleo de lavanda é valorizado por sua fragrância e versatilidade, por isso, é adicionado aos produtos de banho e cuidados com o corpo, como sabonetes, perfumes, produtos de limpeza e detergente para a roupa.

Além disso, o óleo de lavanda é conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias, antifúngicas, antidepressivas, anti-sépticas, antibacterianas e antimicrobianas. Também possui efeitos antiespasmódicos, analgésicos, desintoxicantes, hipotensores e sedativos (1).

óleo essencial de lavanda em cima da mesa
óleo essencial de lavanda para saúde, beleza e bem estar.

O óleo de lavanda é um dos óleos essenciais mais conhecidos na aromaterapia e pode ser:

Adicionado à sua banheira ou chuveiro para ajudar a aliviar o estresse e os músculos doloridos.

Massageado na pele como um alívio para dores musculares ou articulares, bem como para condições da pele como queimaduras, acne e feridas. Lembre-se de diluí-lo com um óleo transportador.

Inalado ou vaporizado. Você pode usar um queimador de óleo ou adicionar algumas gotas a uma tigela de água quente e depois respirar o vapor.

Adicionado à sua mão ou pé de molho. Adicione uma gota a uma tigela de água morna antes de molhar as mãos ou os pés.

Usado como compressa embebendo uma toalha em uma tigela de água com infusão de algumas gotas de óleo de lavanda. Aplique isso a entorses ou lesões musculares.

Além de todos esses usos você também pode adicionar óleo de lavanda à sua lista de produtos de limpeza naturais. Assim, você pode misturá-lo com bicarbonato de sódio para fazer uma limpeza antibacteriana totalmente natural para o banheiro e a cozinha.

Benefícios do óleo essencial de lavanda

O óleo de lavanda é conhecido por suas propriedades calmantes e relaxantes, que podem ajudar a aliviar a insônia, ansiedade, depressão, inquietação, ansiedade dental e por fim, o estresse (2, 3).  Devido à sua grande variedade de usos, o óleo de lavanda pode ajudar em quase todos os tipos de doenças, desde dores até infecções (4).

O óleo essencial de lavanda tem um grande potencial no combate a infecções resistentes a antifúngicas da pele e unhas. Cientistas da Universidade de Coimbra descobriram que o óleo de lavanda é letal para cepas patogênicas da pele conhecidas como dermatófitos, bem como para várias espécies de Candida (5). 

O estudo, publicado no Journal of Medical Microbiology, descobriu que o óleo de lavanda mata fungos danificando as paredes das células (um mecanismo que, acredito, também pode ser aplicado a bactérias e vírus). A melhor parte é que este óleo não causa resistência, ao contrário dos antibióticos.

Alívio da dor

Pode ajudar a aliviar os músculos doloridos ou tensos, dores nas articulações e reumatismo, entorses, dores nas costas e lombalgia, massageie o de lavanda na área afetada. O óleo de lavanda também pode ajudar a diminuir a dor após a inserção da agulha (6).

Tratamento de pele

Trate vários distúrbios da pele, como acne, psoríase, eczema e rugas com óleo essencial de lavanda. Além disso, ele também ajuda a formar tecidos cicatrizes, que podem ser essenciais na cicatrização de feridas, cortes e queimaduras (7).

A lavanda é um um anti-inflamatório natural, por isso o óleo ajuda a reduzir a coceira, o inchaço e a vermelhidão.

óleo essencial de lavanda pode proteger sua pele.
óleo essencial de lavanda pode proteger sua pele.

Por fim, a lavanda também pode ajudar a aliviar picadas de insetos e coceira na pele. O óleo de lavanda pode ajudar a afastar mosquitos e mariposas. Na verdade, é usado como ingrediente em alguns repelentes de mosquitos (8). Conheça outro óleos essenciais para a pele.

Cuidado com os cabelos

Mantenha o seu cabelo saudável com óleos de lavanda. Ele ajuda a matar, ovos dos piolhos e lêndeas. Além disso, a lavanda é possivelmente eficaz no tratamento da alopecia areata (queda de cabelo), aumentando o crescimento do cabelo em até 44% após apenas sete meses de tratamento (9).

Melhora da saúde em geral

Melhora a digestão – Esse óleo ajuda a estimular a mobilidade do intestino e a produção de sucos biliares e gástricos, o que pode ajudar a tratar dores de estômago, indigestão, flatulência, cólicas, vômitos e diarreia.

Aliviar distúrbios respiratórios – O óleo de lavanda pode ajudar a aliviar problemas respiratórios como gripes e resfriados, infecções na garganta, tosse, asma, tosse convulsa, congestão nasal, bronquite, amigdalite e laringite. Pode ser aplicado no pescoço, no peito ou nas costas ou inalado por inalação de vapor ou através de um vaporizador.

Estimula a produção de urina – O que ajuda a restaurar o equilíbrio hormonal, prevenir a cistite (inflamação da bexiga urinária) e aliviar cãibras e outros distúrbios urinários.

Melhora a circulação sanguínea – Ajuda a baixar os níveis elevados de pressão arterial e pode ser usado para hipertensão.

Recomendações de uso

O uso de óleos naturais como óleo de lavanda é uma das melhores táticas holísticas que você pode incorporar em sua vida. No entanto, existem algumas diretrizes importantes a serem lembradas ao usar óleo de lavanda.

O uso de óleo de lavanda diluído topicamente ou em aromaterapia geralmente é considerado seguro para a maioria dos adultos, mas pode não ser recomendado para crianças (10).

A aplicação de óleo de lavanda puro em sua pele (especialmente feridas abertas) também pode causar irritação, por isso recomendo infundi-lo com um óleo transportador, como azeite ou óleo de coco. Dissolvê-lo em água também funciona.

Cuidado para não esfregar o óleo de lavanda nos olhos e nas mucosas. Se isso acontecer, lave-o imediatamente. O óleo de lavanda também pode causar reações alérgicas em pessoas com pele incomumente sensível, então faça um teste local antes de usá-lo. Simplesmente aplique uma gota de óleo de lavanda em seu braço e veja se ocorre alguma reação.

Além dos óleos essenciais adote outros novos hábitos no seu dia a dia, como o consumo de chás. Assim, você estimula seu metabolismo, garante um consumo maior de liquido ao longo do dia e ainda perde aqueles quilos extras. 

Por fim, mas não menos importante esteja atenta à procedência dos óleos que você utiliza! Pois, os óleos essenciais de qualidade podem até ser ingeridos. Eu indico a compra de óleos essenciais com @myessenciallife.

Abraços e fique com Deus.

Dr. Juliano Pimentel!

 

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentaçãocomo usar óleo essencialdestaquedr. juliano pimentellavandaoleo de lavandaóleo essencialóleo essencial como usaróleo essencial de lavandaóleo essencial para o cabeloóleo essencial para peleóleo essencial para tosseperder pesosaúde

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta