close
Receitas

Queijadinha Low Carb – Receita Saborosa e Prática

Um lanche saboroso pode também ser saudável. Esse é o caso da queijadinha low carb.

Típica de Portugal a queijadinha já é um doce tradicional aqui no Brasil. A receita convencional geralmente tem ingredientes ricos em açúcar e carboidratos.

Essa receita, porém, é low carb. Confira a receita da queijadinha low carb.

Gostou?

Leia, comente e compartilhe.

Ingredientes da Queijadinha Low Carb

2 ovos

2 colheres de chá de eritritol, ou adoce à gosto

1 colher de chá de óleo de coco derretido

1/4 xícara de leite de coco

2 colheres de sopa de coco ralado fino sem açúcar

2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

1 colher de chá de fermento em pó

Modo de preparo da Queijadinha Low Carb

Em primeiro lugar, bata bem os ovos com o eritritol e o óleo de coco em uma vasilha. Depois, adicione o leite de coco, o coco ralado e o queijo até ficar uma mistura homogênea. Por último coloque o fermento em pó misturando delicadamente.

Após a mistura, transfira a massa para forminhas de muffin e leve ao forno pré-aquecido a 180°C por aproximadamente 20 minutos. Por fim, faça o teste do palito, se necessário deixe no forno até assar totalmente.

Receita de Queijadinha Low Carb
Receita de Queijadinha Low Carb

Pronto! Pode se deliciar com a Queijadinha Low Carb.

Além do rápido preparo a Queijadinha Low Carb também é nutritiva. Graças aos bons ingredientes presente na receita da queijadinha.

Por isso, confira um pouco mais sobre eles.  Para mais receitas saudáveis, visite o Instagram da Carol.

Benefícios dos ovos

Saúde Cardiovascular

Algumas pessoas têm medo de comer ovo, devido medo do excesso de colesterol. Já que, um ovo grande contém 212 mg de colesterol. No entanto, mesmo que um alimento contenha colesterol, não significa que vá aumentar o mau colesterol no sangue.

Afinal, o fígado produz colesterol todos os dias. Se você comer alimentos que contenham colesterol, então o seu fígado vai produz menos.

Se você não consome colesterol na alimentação, a tendência é que o seu fígado produza mais dessa substância.

Muitos estudos mostram que os ovos realmente podem melhorar a qualidade do colesterol.

Isso porque, os ovos tendem a aumentar o colesterol HDL o “bom”. E o melhor, tendem diminuir o colesterol LDL, o “mau” para um grande subtipo que não está associado aos riscos de doença cardíaca (2, 3, 4).

Um estudo descobriu que 3 ovos inteiros por dia reduziram a resistência à insulina, aumentaram o HDL e diminuíram o tamanho das partículas de LDL em homens e mulheres com síndrome metabólica (5).

Vários estudos internacionais examinaram os efeitos do consumo de ovos; envolvendo o risco de doença cardiovascular e não encontraram associação entre os dois (6, 7, 8, 9).

Ovos São Ricos Em Colina

A colina é um nutriente menos conhecido, mas que é frequentemente agrupado entre as vitaminas do complexo B.

Trata-se de um nutriente essencial para a saúde humana. Alias, é necessário para vários processos no organismo.

Um baixo consumo de colina, por exemplo, é relacionado à doenças do fígado, doenças cardiovasculares e distúrbios neurológicos (10).

As melhores fontes de colina na dieta, no entanto, são gema a ovo e fígado de boi.

Proteínas

Um dos benefícios do ovo é que ele ser rico em proteínas. Ou seja, as proteínas são os principais blocos de construção do corpo, e servem tanto para fins estruturais e funcionais. Além do mais, a proteína também auxilia na perda de peso e ganho de massa.

Elas consistem em aminoácidos que estão ligados entre si.

Na verdade, existem cerca de 21 aminoácidos que o corpo usa para construir suas proteínas.

O corpo não pode produzir 9 destes aminoácidos, que são considerados como “essenciais”, por isso, devem ser obtidos a partir da dieta.

A qualidade de uma fonte de proteína é determinada pelas suas quantidades relativas desses aminoácidos essenciais.

Uma fonte de proteína que contém todos eles nas proporções certas, por exemplo, é uma boa fonte de proteína.

Por isso, os ovos estão entre as melhores fontes de proteína na dieta.

Ricos Em Luteína E Zeaxantina

Existem dois antioxidantes nos ovos, que podem ter poderosos efeitos protetores para a saúde ocular.

Eles são chamados de luteína e zeaxantina, ambos encontrados na gema.

Tendem a acumular-se na retina, a parte sensorial do olho.

Estes antioxidantes reduzem significativamente o risco de degeneração macular e catarata. Aliás, estão entre as principais causas de deficiência visual e cegueira nos idosos.

Óleo de Coco

Acelera A Cura

Quando aplicado a áreas infectadas, o óleo de coco forma uma camada química que protege a parte do corpo infectada da poeira, ar, fungos, bactérias e vírus externos.

Por isso, o óleo de coco é altamente eficaz em contusões porque acelera o processo de cicatrização dos tecidos danificados.

Por esse e vários outros motivos é que o óleo de coco é altamente recomendado.

Alívio do estresse

O óleo de coco puro para aromaterapia é muito calmante. Isso porque, ajuda a remover o estresse

Aplicá-lo na cabeça, seguido de uma massagem suave, por exemplo, ajuda a eliminar a fadiga mental.

Segundo a pesquisa, o óleo de coco virgem dá alívio ao estresse e ainda tem propriedades antioxidantes.

Para Diabetes

O óleo de coco puro ajuda a controlar o açúcar no sangue, assim como a melhora da secreção de insulina

Além do mais, promove também a utilização eficaz de glicose no sangue. Prevenindo e tratando, assim o diabetes.

Para os ossos

O óleo de coco melhora a capacidade do nosso corpo para absorver minerais importantes. Estes incluem cálcio e magnésio, que são necessários para o desenvolvimento dos ossos, por exemplo.

Assim, é muito útil para mulheres que são propensas à osteoporose após a meia-idade

Aumenta a energia

O óleo de coco é usado frequentemente por atletas, fisiculturistas e por quem está fazendo dieta, por exemplo.

A razão por trás disso é que ela contém menos calorias do que outros óleos. Ou seja, seu conteúdo de gordura é facilmente convertido em energia e não leva ao acúmulo de gordura no coração e nas artérias.

Mantém os órgãos saudáveis

A presença de triglicerídeos de cadeia média e ácidos graxos no óleo de coco ajuda na prevenção de doenças do fígado.

Isso ocorre porque, essas substâncias são facilmente convertidas em energia quando chegam ao fígado, reduzindo assim sua carga de trabalho e também evitando o acúmulo de gordura.

No entanto, só comer, não basta. Mas, para acompanhar um lanche saudável, a bebida também deve ser saudável. Por isso, priorize os chás. Além de mais saudáveis, auxiliam a manutenção do peso.

Queijadinha low carb com chás para emagrecer
Queijadinha low carb com chás para emagrecer

Abraços e Fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentação low carbbenefícios do óleo de cocobenefícios do ovoclara de ovocomo usar óleo de cocodieta low carbdr. juliano pimentelGostosuras Low Carblow carbmau colesterolóleo de cocoÓleo De Coco Caseiroovoqueijadinha low carbreceita low carbreceitassaúde

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta