close
AlimentaçãoDores

Diabetes tipo 1 e os Alimentos proibidos

Diabetes é uma doença crônica que atinge proporções epidêmicas entre adultos e crianças em todo o mundo (1). Quem sofre com a Diabetes tipo 1 ou tipo 2 precisa ficar atento aos alimentos que são consumidos. 

Quando a Diabetes fica descontrolada surgem problemas como doenças cardíacas, doenças renais, cegueira, entre outras complicações.

É importante ressaltar que comer os alimentos errados pode elevar os níveis de açúcar e insulina no sangue e promover a inflamação, o que pode aumentar o risco de doenças.

Neste artigo estão os alimentos que as pessoas com diabetes tipo 1 e pré-diabéticos devem evitar.

Não deixe de ler e compartilhar!

Diabetes tipo 1 e os Alimentos

1. Bebidas açucaradas

Bebidas açucaradas são a pior escolha de bebida para alguém com diabetes.

Além de ser rica em carboidratos, esse tipo de bebida está carregado com frutose, que está fortemente ligada à resistência à insulina e diabetes.

De fato, estudos sugerem que o consumo de bebidas adoçadas com açúcar pode aumentar o risco de doenças relacionadas ao diabetes, como esteatose hepática (1,2).

Além do mais, os altos níveis de frutose em bebidas açucaradas podem levar a alterações metabólicas que promovem a gordura da barriga e níveis potencialmente perigosos de colesterol e triglicérides.

Em um estudo de adultos com sobrepeso e obesos, consumiram 25% das calorias de bebidas com alto teor de frutose em uma dieta de manutenção do peso.

A pesquisa mostrou o aumento da resistência à insulina, aumento da gordura da barriga, menor taxa metabólica e piores marcadores de saúde cardíaca (3,4).

Isso vale para o suco de frutas 100% não adoçado, bem como tipos que contêm açúcar adicionado. 

Uma alternativa muito melhor é aproveitar a água com uma fatia de limão, que fornece menos de 1 grama de carboidratos e é praticamente livre de calorias (5).

2. Gorduras trans

Gorduras trans industriais são extremamente insalubres. E são criadas pela adição de hidrogênio a ácidos graxos insaturados.

As gorduras trans são encontradas em margarinas, manteiga de amendoim, pastas, cremes e jantares congelados.

Além disso, os fabricantes de alimentos costumam adicioná-los a biscoitos e outros produtos de panificação para ajudar a prolongar a vida de prateleira.

Embora as gorduras trans não elevem diretamente os níveis de açúcar no sangue, elas são associadas ao aumento da inflamação, resistência à insulina e gordura da barriga, bem como menores “bons” níveis de colesterol HDL e função arterial prejudicada (6,7,8).

Evite também qualquer produto que contenha as palavras “parcialmente hidrogenado” em sua lista de ingredientes.

3. Pão Branco, Macarrão e etc

Pão branco, arroz e macarrão são alimentos processados com alto teor de carboidratos.

Comer pão e outros alimentos com farinha refinada demonstrou aumentar significativamente os níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2 (9,10).

Em um estudo, as massas sem glúten também mostraram aumentar o açúcar no sangue, com os tipos baseados no arroz tendo o maior efeito (11).

Em outro estudo, a substituição de pão branco por pão rico em fibras mostrou reduzir significativamente os níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes tipo 1.

Além disso, eles experimentaram reduções no colesterol e na pressão sanguínea (13).

Você pode optar por farinha livre de glúten, ou outros substitutos de baixo carboidrato.

5. Bebidas com sabor de café

O café tem sido associado a vários benefícios para a saúde, incluindo um risco reduzido de diabetes (14,15,16)

No entanto, as bebidas com sabor de café devem ser vistas como uma sobremesa líquida, em vez de uma bebida saudável.

Estudos mostraram que seu cérebro não processa alimentos líquidos e sólidos de maneira semelhante.

Quando você ingere calorias, não compense comendo menos depois, levando potencialmente ao ganho de peso.

Bebidas de café com sabor também são carregadas com carboidratos. Mesmo versões “light” contêm carboidratos suficientes para aumentar significativamente os níveis de açúcar no sangue.

Para manter seu açúcar no sangue sob controle e evitar o ganho de peso, escolha café ou café expresso, troque por chás sem açúcar.

6. Mel, Néctar de Agave e Xarope de Bordo

Diabetes tipo 1: Evite o mel. Imagem: (Divulgação)

Pessoas com diabetes muitas vezes tentam minimizar a ingestão de açúcar de mesa branco, bem como trata como doces, biscoitos e torta.

No entanto, outras formas de açúcar também podem causar picos de açúcar no sangue. Estes incluem açúcar mascavo e açúcares “naturais”, como mel, néctar de agave e xarope de bordo.

Embora esses adoçantes não sejam altamente processados, eles contêm pelo menos tantos carboidratos quanto o açúcar branco. Na verdade, a maioria contém ainda mais.

Abaixo estão as contagens de carboidratos de uma porção de uma colher de sopa de adoçantes populares:

Açúcar branco: 12,6 gramas (18).

Néctar de agave: 16 gramas (19).

Mel: 17 gramas (20).

Xarope de bordo: 13 gramas (21).

Em um estudo, pessoas com pré-diabetes experimentaram aumentos semelhantes no açúcar no sangue, na insulina e nos marcadores inflamatórios, independentemente de consumirem 50 gramas de açúcar branco ou mel (22).

Sua melhor estratégia é evitar todas as formas de açúcar, e usar adoçantes naturais com baixo teor de carboidratos.

7 . Frutos Secos

A fruta é uma grande fonte de várias vitaminas e minerais importantes, incluindo vitamina C e potássio.

Quando a fruta é seca, o processo resulta em uma perda de água que leva a concentrações ainda maiores desses nutrientes.

Infelizmente, seu teor de açúcar se torna mais concentrado também.

Uma xícara de uvas contém 27 gramas de carboidratos, incluindo 1 grama de fibra. Por outro lado, uma xícara de passas contém 115 gramas de carboidratos, dos quais 5 vêm de fibra (21,22).

Portanto, as passas contém mais de três vezes mais carboidratos que as uvas. Outros tipos de frutas secas são similarmente maiores em carboidratos quando comparados com frutas frescas.

Se você tem diabetes tipo 1, não precisa desistir completamente da fruta.

Você pode consumir frutas com baixo teor de açúcar, como frutas frescas ou uma pequena maçã, pode trazer benefícios para a saúde e, ao mesmo tempo, manter o nível de açúcar no sangue dentro da faixa-alvo.

O principal objetivo de um diabético é ficar longe de gorduras insalubres, açúcares líquidos, grãos processados e outros alimentos que contêm carboidratos refinados.

Evitar alimentos que aumentam os níveis de açúcar no sangue e impulsionar a resistência à insulina, pode ajudar a mantê-lo saudável agora e reduzir o risco de futuras complicações do diabetes.

Veja algumas dicas interessantes:

 

Abraços e fique com Deus,

Dr Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : Adoçantes Naturaisalto teor de carboidratosbebidas açucaradasColesterol HDLdiabetesdiabetes tipo 1dr. juliano pimentelelevar os níveis de açúcaresteatose hepáticafrutosegordura da barrigagorduras transGostosuras Low Carbinflamaçãolivre de caloriaslow carbmargarinasMelNéctar de Agavepão brancopré-diabéticosresistência à insulinatriglicéridesXarope de bordo

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta