close

O óleo de copaíba, também chamado de óleo essencial de bálsamo de copaíba, vem da resina da copaíba.

O óleo essencial de copaíba, bem como o bálsamo, podem ser encontrados como ingredientes em sabonetes, perfumes e diversos produtos cosméticos. Além disso, também são usados ​​em preparações farmacêuticas, incluindo diuréticos naturais e remédios para tosse.

Gostou do tema deste artigo? Leia, comente e compartilhe.

7 Usos e benefícios do óleo de copaíba

  1. Anti-inflamatório natural

Pesquisas mostram que três variedades de óleo essencial de copaíba – Copaifera cearensis, Copaifera reticulata e Copaifera multijuga – apresentam atividades anti inflamatórias impressionantes. (1)

Isso é ótimo quando você considera que a inflamação está na raiz da maioria das doenças hoje em dia. (2)

  1. Agente Neuroprotetor

Um estudo de 2012 publicado em Medicina Complementar e Alternativa Baseada em Evidências examinou como a resina de óleo de copaíba (COR) pode ter benefícios anti-inflamatórios e neuroprotetores.

O estudo foi utilizado após distúrbios neurológicos agudos, ou seja, quando ocorrem reações inflamatórias intensa. Incluindo acidente vascular cerebral e traumatismo cerebral, bem como medular.

Utilizando animais com dano no córtex motor agudo, os pesquisadores descobriram que o tratamento COR interno induz a neuroproteção pela modulação da resposta inflamatória após um dano agudo ao sistema nervoso central.

O óleo essencial não só tem efeitos anti inflamatórios, mas também apenas uma dose de 400 mg/kg de COR (de Copaifera reticulata), o dano ao córtex motor diminuiu em cerca de 39% (3).

  1. Previne Possível de Danos ao Fígado

O óleo essencial de copaíba pode reduzir os danos no tecido hepático causados ​​por analgésicos convencionais comumente usados, como o acetaminofeno. Isso porque, os pesquisadores deste estudo administraram óleo de copaíba a animais antes ou depois de receberem acetaminofeno por um total de 7 dias. 

No geral, os pesquisadores descobriram que o óleo essencial reduziu os danos ao fígado. Principalmente quando usado de forma preventiva, ou seja, antes da administração do analgésico. No entanto, quando o óleo foi usado como um tratamento após a administração do analgésico. Nesse caso, ele realmente teve um efeito indesejável e aumentou os níveis de bilirrubina no fígado (4).

  1. Saúde Bucal

O óleo essencial também provou ser útil nos cuidados de saúde oral bem como, dental. Um estudo descobriu que um selante de canal radicular à base de resina de óleo não é citotóxico. Ou seja, não é tóxico para células vivas.

Os autores do estudo acreditam que isso provavelmente esteja relacionado às propriedades inerentes do óleo-resina de copaíba. Incluindo sua compatibilidade biológica, natureza reparativa e propriedades anti-inflamatórias. Em geral, a resina de óleo essencial de copaíba parece um “material promissor” para o uso odontológico (5).

Outro estudo publicado na Revista Brasileira de Odontologia sobre a capacidade do óleo. Dessa vez, para impedir a reprodução de bactérias, especificamente o Streptococcus mutans. Este tipo de bactéria é conhecido por causar cáries e cáries. (6)

Assim, ao parar a reprodução da bactéria Streptococcus mutans, o óleo essencial de copaíba pode ser útil na prevenção da cárie dentária.

  1. Ajudante da Dor

O óleo de copaíba também pode ser capaz de ajudar com o alívio natural da dor. Uma vez que foi demonstrado em pesquisas científicas que exibem propriedades antinociceptivas. O que significa que ele pode ajudar a bloquear a detecção de um estímulo doloroso pelos neurônios sensoriais.

Os óleos de copaíba demonstram um efeito periférico e central de alívio da dor. Provavelmente tornando-os úteis no tratamento de vários distúrbios de saúde. Que envolvem o controle da dor em curso, como a artrite (7).

Quando se trata de artrite em particular, foi publicado um artigo científico em 2017. Ele aponta que relatos de casos mostraram que pessoas com dor e inflamação nas articulações que usaram copaíba relataram resultados favoráveis.

No entanto, pesquisas extensas sobre o efeito do óleo na artrite inflamatória ainda são limitadas. As pesquisas são geralmente básicas e observações clínicas não controladas em humanos.

  1. Melhora a pele

O óleo, com suas capacidades anti inflamatória, anti-séptica e cicatrizante, é mais uma opção para o tratamento natural da acne.

Um ensaio clínico, controlado por placebo, publicado em 2018, por exemplo, descobriu que os voluntários com acne experimentaram uma “diminuição altamente significativa” nas áreas da pele afetadas com acne. Ou seja, onde uma preparação de um por cento de óleo essencial de copaíba foi usada.

Além disso, para aproveitar os benefícios de clareamento da pele, adicione uma gota de óleo essencial de copaíba em um tonalizador natural, como hamamélis ou creme para o rosto.

  1. Agente Calmante

Embora possa não haver muitos estudos para comprovar esse uso, o óleo essencial é comumente usado em difusores por seus efeitos calmantes. Já que, o seu aroma doce e amadeirado, pode ajudar a aliviar as tensões e preocupações após um longo dia. Além do mais, pode te ajudar a relaxar antes de dormir.

Como usar o óleo de copaíba

Existem muitos usos para o óleo. Aliás, podem ser aproveitados com o uso deste óleo em aromaterapia, bem como aplicação tópica ou consumo interno.

Para tomar óleo de copaíba internamente, você pode adicionar uma ou duas gotas à água, chá. Para uso tópico, misture o óleo essencial com um óleo transportador ou loção sem perfume antes de aplicá-lo ao corpo. Se você quiser se beneficiar respirando o cheiro amadeirado desse óleo, use algumas gotas em um difusor.

Use óleo de copaíba associado ao consumo de chás
Use óleo de copaíba associado ao consumo de chás
O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentaçãoanti-inflamatório naturalartritecariescopaíbaóleo de copaíbaóleo essencial de copaíbaÓleosóleos essenciaissaúdesaúde bucalsistema imunológico

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta