close
AlimentaçãoArtigos

Probióticos: Benefícios de Alimentos Ricos em Probióticos

Dr Juliano Pimentel

Os probióticos são essenciais para manter a boa saúde digestiva e intestinal, previne doenças e auxilia na saúde de outras áreas. Mas o que realmente são os probióticos?

Eles estão presentes em alimentos naturais; por isso vamos falar sobre os alimentos que são ricos em probióticos, e como a falta deles no organismo pode ser prejudicial.

Não deixe de ler e compartilhar.

Probióticos 

Probióticos são bactérias benéficas presentes principalmente no seu intestino, que são responsáveis pela absorção de nutrientes e por melhor o seu sistema imunológico.

Elas melhoram a saúde do intestino e a capacidade do seu corpo de absorver nutrientes e combater infecções.

São essenciais para a sua saúde digestiva, mas os benefícios do consumo não param por aí.

A pele e seu sistema digestivo hospedam cerca de 2.000 tipos diferentes de bactérias. Os probióticos benéficos são eficazes no apoio à função imunológica e digestão saudável, bem como uma pele bonita (1).

As boas bactérias intestinais também são responsáveis por:

  • Produzir vitamina B12, butirato e vitamina K2;
  • Eliminar de bactérias, leveduras e fungos ruins;
  • Criar enzimas que destroem bactérias nocivas;
  • Estimular a secreção de IgA e de células T reguladoras.

Os probióticos estão no organismo desde o nascimento.

Quando um recém-nascido está no canal vaginal da mãe durante o parto, ele fica exposto às bactérias da mãe pela primeira vez. Isso inicia uma cadeia de eventos dentro do trato gastrointestinal do bebê, que começa a produzir boas bactérias.

Se você não tem probióticos suficientes, os efeitos colaterais podem incluir distúrbios digestivos, problemas de pele, cândida, doença autoimune e resfriados frequentes (2).

Nós recebemos probióticos em abundância comendo alimentos frescos do solo e fermentados.

No entanto, devido à refrigeração e práticas agrícolas, a comida atual contém pouco ou nenhum probiótico.

Benefícios

Os principais benefícios dos probióticos incluem (3):

  • Combater doenças intestinais, como colite; síndrome do intestino irritável; doença de Crohn e inflamação intestinal;
  • Combater a candidíase, hemorroidas e infecção urinária;
  • Melhorar a digestão e diminuir a azia;
  • Aumentar a absorção de alguns nutrientes, como vitamina B ou metionina;
  • Aumentar a produção de macrófagos, que são células de defesa do organismo;
  • Melhora a função digestiva;
  • Melhora condições inflamatórias intestinais;
  • Gestão e prevenção do eczema em crianças;
  • Combater doenças transmitidas por alimentos;
  • Reduzir a gripe e resfriados;
  • Reduzir o uso excessivo de antibióticos;
  • Tratar pedras nos rins;
  • Tratar cólicas;
  • Combater as bactérias resistentes aos antibióticos;
  • Tratar doença hepática;
  • Gerenciar o autismo;
  • Reduzir o colesterol;
  • Combater bactérias que causam úlceras;
  • Melhorar a acne;
  • Saúde Cerebral;
  • Perder peso.

Alimentos Ricos em Probióticos

Veja quais alimentos você deve incluir na alimentação para aumentar a ingestão de probióticos (4):

  1. Kefir 

Semelhante ao iogurte, o Kefir é uma combinação única de leite e grãos de kefir.

Ele possui um sabor ligeiramente azedo e contém entre 10 a 34 variedades de probióticos. Kefir é semelhante ao iogurte porque é fermentado com levedura e bactérias, mas o produto final é maior em probióticos.

Você pode substituir o leite de vaca pelo iogurte de kefir, em preparações como cream chesse caseiro, panquecas, com frutas, queijo, sorvetes e muito mais. Inclusive ele pode ser consumido por algumas pessoas que são intolerantes à lactose.

2. Vegetais Cultivados

Feito de repolho fermentado e outros vegetais, o chucrute possui probióticos e é rico em ácidos orgânicos, que dão ao alimento seu gosto azedo e melhoram a digestão.

Além de prevenir doenças como o colesterol ruim. O que inclui também o picles e cebola em conserva.

3. Vinagre de maçã

Ótimo para controlar a pressão arterial, colesterol, diabetes e até mesmo perda de peso; o vinagre de maçã possui vários outros benefícios para a saúde.

4. Chocolate Amargo

O chocolate amargo que possui uma maior concentração de cacau (a partir de 70%) é rico em probióticos e prebióticos.

O recomendado é que seja consumido ao menos 4 tabletes de chocolate, ou de duas colheres de cacau em pó. Ele ajuda a manter a saúde intestinal, prevenindo o intestino preso e aumentando os agentes anti-inflamatórios.

Claro, além de ser um alimento termogênico.

5. Ervilhas Verdes

Elas possuem um poderoso probiótico que se desenvolve mediante baixas temperaturas. Cuidam da sua saúde digestiva, imunidade e limpam o organismo de toxinas.

6. Kimchi

Kimchi é um prato oriental, comum na culinária vegana.

Preparada com pasta de pimenta vermelha, camarão salgado ou pó de algas. De acordo com pesquisas, além de cuidar do seu intestino, esse prato ainda ajuda no emagrecimento natural.

Porém, certifique-se que esteja livre de conservantes, soja e outro alimentos prejudiciais. O melhor seria preparar o kimchi em casa.

7. Azeitonas Verdes

As azeitonas passam por uma fermentação natural, quando são deixadas na água salgada. Podem ser consumidas inclusive, por pessoas que sofrem de síndrome do intestino irritável.

O que Evitar?

A maioria das pessoas, incluindo crianças, necessitam aumentar o consumo de alimentos probióticos devido ao uso de medicamentos prescritos, dietas ricas em carboidratos e alimentos industrializados.

Estes produtos químicos matam probióticos em seu sistema, que ao longo do tempo danifica seu trato digestivo (6).

Veja os principais elementos que impedem o seu corpo de absorver os benefícios dos probióticos:

  • Antibióticos (use somente com prescrição médica e durante o tempo indicado);
  • Açúcar (para saber mais sobre os malefícios do açúcar, preencha o formulário no final deste artigo);
  • Água da torneira;
  • Grãos;
  • Estresse emocional;
  • Químicos e medicamentos.

Para melhorar o equilíbrio da flora intestinal, certifique-se de evitar os “assassinos” de probióticos (7).

Estamos expostos a muitos desses alimentos, toxinas e estresse diariamente, e se você quer restaurar a sua saúde digestiva, eles devem ser evitados.

Quando os seus microorganismos intestinais ficam desequilibrados, o sistema pode se tornar um terreno fértil para bactérias más, leveduras, vírus, fungos e parasitas (8).

A única maneira de corrigir esse problema e tratar seu intestino é eliminar os alimentos que alimentam as bactérias más, e começar a consumir alimentos ricos em probióticos.

E sempre procure orientação médica para avaliar o estado da sua saúde.

Mas mesmo que você consuma de vez em quando alguns alimentos naturais, isso não é bastante para garantir a boa saúde e prevenir doenças.

Se você costuma comer alimentos industrializados e processados, está à um passo ver a sua saúde minguar aos poucos.

Mude a alimentação.

 

Mais saúde, disposição, prevenção de doenças, alegria, estresse reduzido, mantenimento do peso, longevidade; é isso o que você conquista por ter uma vida mais saudável, evitar os alimentos industrializados, o açúcar, o glúten, entre outros.

Por isso eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar na sua vida.

Tenha Acesso Aos Bônus Exclusivos!!

Clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

BAIXE AGORA O MEU GUIA COMPLETO E SAIBA POR QUE VOCÊ DEVE PARAR DE COMER AÇÚCAR HOJE!!!

[/vc_column_text]

[/vc_column][/vc_row]

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : alimentos frescosalimentos industrializadosboa saúde digestivachocolate amargochucrutecolitecream chesseculinária veganadestaquedoença de crohndoenças intestinaisdr. juliano pimentelEliminar de bactériasfunção imunológicafungoshemorroidasinflamação intestinaintolerantes à lactosekimchipiclesprebióticosprobióticosproblemas de peleReduzir o colesterolresfriados frequentessaúdesaúde digestivasíndrome do intestino irritávelvitamina B12

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

Enviar Resposta