close
Dores

Diabetes Tipo 2: Causas, Sintomas e Tratamentos

O diabetes tipo 2 é um transtorno metabólico, que resulta de problemas de controle da hormona insulina. Os sintomas são resultados de níveis mais altos do que normais de glicose (açúcar) no sangue.

Embora ainda não se saiba como isso acontece, a exposição prolongada ao alto nível de açúcar no sangue pode danificar as fibras nervosas que afetam os vasos sanguíneos, coração, olhos, membros e órgãos.

Quando não é tratada, o diabetes pode causar complicações como uma chance maior de doença cardíaca coronária, problemas para engravidar ou uma gravidez arriscada, perda de visão, problemas digestivos e muito mais.

É por isso que é tão importante compreender e reconhecer os sintomas do diabetes. E há realmente boas notícias.

Embora não seja tecnicamente uma cura, conhecida para diabetes – seja diabetes tipo 1, tipo 2 ou diabetes gestacional; existem formas de controlar os sintomas e prevenir as complicações.

Nesse artigo explicarei as causas, os sintomas e os meios de tratamentos do diabetes tipo 2.

Não deixe de ler e compartilhar!

Causas

A insulina é um hormônio natural. Seu pâncreas o produz e o libera quando você come.

Ela ajuda a transportar o açúcar da corrente sanguínea para as células em todo o corpo, onde é usado para energia (1).

Se você tem diabetes tipo 2, seu corpo torna-se resistente à insulina, ou seja, não está mais usando o hormônio de forma eficiente.

Isso força seu pâncreas a trabalhar mais para fazer mais insulina. Ao longo do tempo, isso pode danificar células em seu pâncreas. Eventualmente, seu pâncreas pode não ser capaz de produzir insulina.

Se você não produz insulina suficiente ou se o seu corpo não o usa de forma eficiente, a glicose aumenta em sua corrente sanguínea.

Isso deixa as células do seu corpo privadas de energia.

Fatores de Risco

Hereditariedade: Pesquisas mostraram que em alguns pacientes, a hereditariedade pode ser decisiva para aumentar as chances de diabetes tipo 2.

Excesso de Açúcar no Fígado: O excesso de açúcar no fígado pode ser uma das causas mais evidentes de diabetes tipo 2, pois em algumas pessoas o fígado produz muita glicose.

Obesidade: Ter excesso de peso ou obesidade pode causar resistência à insulina, especialmente se você carrega seus quilos extras na área abdominal.

Agora diabetes tipo 2 afeta crianças e adolescentes, bem como adultos, principalmente por causa da obesidade infantil.

Síndrome Metabólica: Pessoas com resistência à insulina muitas vezes têm um grupo de condições, incluindo alta glicemia, gordura extra ao redor da cintura, pressão alta e colesterol alto e triglicerídeos.

É uma combinação de fatores que aumentam o risco de diabetes tipo 2.

Problemas de Comunicação entre as Células: Um problema de comunicação entre as células encarregadas de transportar a insulina pode prejudicar a saúde e estimular o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Estilo de Vida: Outros fatores de risco têm a ver com seus hábitos diários e estilo de vida. Como:

– Sedentarismo

– Uso de cigarro

– Poucas horas de sono

Sintomas

Com diabetes tipo 1, os sintomas geralmente se desenvolvem mais cedo e em uma idade mais jovem do que com diabetes tipo 2.

A diabetes tipo 1 também causa sintomas mais graves.

Na verdade porque os sinais e sintomas de diabetes tipo 2 podem ser mínimos em alguns casos, às vezes pode ser diagnosticado por um longo período de tempo, fazendo com que o problema piora e dores a longo prazo para desenvolver (2).

Os sintomas comuns de diabetes associados à diabetes tipo 2 incluem: (3)

– Sentindo sede e com uma boca seca com frequência

– Mudanças em seu apetite, geralmente sentindo muito fome, às vezes mesmo se você comeu recentemente

– Fadiga, sentindo-se sempre cansado apesar de dormir e mudanças de humor

– Desfocada, agravando a visão

– Cicatrização lenta de feridas na pele, infecções frequentes, secura, cortes e contusões

– Mudanças de peso inexplicáveis, especialmente perda de peso, apesar de comer a mesma quantidade (isso acontece devido ao corpo usando combustíveis alternativos armazenados em músculo e gordura enquanto liberam glicose na urina)

– Respiração pesada

– Potencialmente uma perda de consciência

– Dano nervoso que causa sensações de formigamento ou dor e entorpecimento nos membros, pés e mãos

– Pele cronicamente seca e com coceira

– Manchas de pele escura e aveludada nas dobras e rugas do corpo (geralmente nas axilas e no pescoço).

Isso é chamado de acantose nigricans

Infecções frequentes (urinária, vaginal, fermento e da virilha)

– Ganho de peso, mesmo sem uma mudança na dieta

– Dor, inchaço, dormência ou formigamento das mãos e dos pés

– Disfunção sexual, incluindo perda de libido, problemas reprodutivos, secura vaginal e disfunção erétil

-Irritabilidade constante sem motivo aparente

Muitas pessoas desenvolvem sintomas de diabetes tipo 2 na meia idade ou em idade avançada e gradualmente desenvolvem sintomas por etapas, especialmente se a condição não for tratada e piora.

Tratamentos

Diabetes é uma condição grave que vem com muitos riscos e sintomas, mas a boa notícia é que ele pode ser gerenciado com tratamento correto e mudanças de estilo de vida e na alimentação.

Medicamentos

Muitos diabéticos precisam de um tratamento a base de medicações próprias para diabetes ou de terapia com insulina.

Outras pessoas encontram bons resultados, aliando o tratamento médico convencional com tratamentos alternativas.

Uma alta porcentagem de pessoas com diabetes tipo 2 são capazes de reverter e gerenciar os sintomas de forma natural, melhorando suas dietas, níveis de atividade física, sono e níveis de estresse.

Confira a seguir algumas formas naturais para ajudar a controlar a diabetes tipo 2 (4).

1. Faça Exames Regulares

Muitas pessoas com complicações de diabetes não terão sintomas visíveis.

Isso torna muito importante que você seja verificado pelo seu médico regularmente para monitorar seus níveis de açúcar no sangue, progressão, olhos, pele, níveis de pressão arterial, peso e coração.

Para se certificar de que não tenha riscos de problemas cardíacos, fale com seu médico para garantir que você mantenha a pressão arterial normal, níveis de colesterol no sangue e triglicerídeos (lipídios).

2. Dieta Equilibrada e Faça Exercícios

Evite os alimentos processados, açúcares adicionados, gorduras hidrogenadas, grãos processados,  amido e produtos lácteos convencionais.

Consuma alimentos recomendados para quem quer prevenir a diabetes e controlar a doença.

O Instituto Nacional de Saúde, afirma que as pessoas podem diminuir acentuadamente o risco de diabetes por perda de peso através da atividade física regular e uma dieta baixa em açúcar, gorduras refinadas e excesso de calorias de alimentos processados (6).

3. Controle o Açúcar no Sangue

A melhor maneira de ajudar a prevenir ou atrasar o dano dos nervos é regular de perto seus níveis de açúcar no sangue.

Se você sofre de problemas digestivos devido ao dano nervoso afeta seus órgãos digestivos; você pode se beneficiar de tomar enzimas digestivas, probióticos e suplementos como o magnésio que pode ajudar a relaxar os músculos, melhorar a saúde intestinal e controlar os sintomas.

Outros problemas como desequilíbrios hormonais, disfunções sexuais e problemas para dormir também serão bastante reduzidos quando você melhorar sua dieta, ingestão de nutrientes, níveis de estresse e condição geral.

Prevenção

– Inclua alimentos ricos em fibras e carboidratos saudáveis em sua dieta.

– Coma em intervalos regulares.

– Coma somente quando sentir fome.

– Controle seu peso e mantenha seu coração saudável. Isso significa manter carboidratos refinados, doces e gorduras animais ao mínimo.

– Obtenha cerca de meia hora de atividade aeróbica diariamente para ajudar a manter seu coração saudável. O exercício também ajuda a controlar a glicemia.

Confira também o vídeo:

Será Que Estou Pré-Diabético?

E se o seu objetivo é manter uma alimentação saudável, com baixo carboidrato e que ajude você a manter a reeducação alimentar e viver melhor; eu tenho uma super novidade!

Eu convido você a adquirir o e-book da minha esposa, Carol Pimentel.

O livro digital contém mais de 70 receitas deliciosas e low carb.

Desenvolvido para quem deseja ter uma alimentação extremamente saudável focada em eliminar o sobrepeso, prevenir doenças e reverter os danos causados pela má alimentação passada.

Neste livro você vai aprender as melhores receitas de doces e salgados, sem medo de engordar.

Receitas simples e fáceis de preparar, e o melhor de tudo: Super acessíveis!

Clique na imagem abaixo e adquira agora o seu livro digital.

GOSTOSURAS LOW CARB

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : açucar no sanguecontrolar a glicemiadesequilíbrios hormonaisdiabetes tipo 2dr. juliano pimentelestilo de vidaExames RegularesExcesso de Açúcar no Fígadoinfecçõesinsulinaobesidadeprobióticossíndrome metabólicatranstorno metabólicotratamentos

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.