close

Muitas pessoas sofrem com a presença do glúten nos alimentos sem saber. Ele pode prejudicar muito a saúde, a qualidade de vida e a disposição; até mesmo trazendo sérios problemas permanentes para a saúde. Mas você sabe o que é Glúten?

Descubra agora, e como pode afetar a sua vida.

Não deixe de ler e compartilhar!

Glúten

Trata-se de uma proteína encontrada em cereais, como trigo, centeio, cevada, espelta. Mas de todos os grãos que eu citei, o trigo é de longe o mais consumido.

As duas principais proteínas de glúten são glutenin e gliadina; essa última é a responsável pela maioria dos efeitos negativos para a saúde (12).

Quando a farinha é misturada com a água, as proteínas do glúten formam uma rede pegajosa com uma consistência semelhante à cola.

É isso que torna a massa elástica, e dá a ela um sabor bom e mastigável.

No entanto, ele pode causar problemas para quem apresenta certas condições de saúde. Isto inclui a doença celíaca, sensibilidade ao Glúten, alergia do trigo e algumas outras doenças (3, 4).

A doença celíaca é a forma mais grave da intolerância ao glúten e afeta cerca de 0,7-1% da população (5).

Essa é uma desordem autoimune; o organismo trata o glúten como um invasor estranho e o corpo não consegue digerir essas proteínas.

O sistema imunológico ataca o glúten, bem como o forro do intestino.

O dano na parede do intestino pode causar deficiências nutricionais, anemia, problemas digestivos graves e um aumento no risco de desenvolvimento de muitas doenças.

Sintomas da Doença Celíaca

Os sintomas mais comuns da doença celíaca, são:

  • Desconforto digestivo, e intestinal
  • Danos nos tecidos do intestino delgado
  • Inchaço
  • Diarreia
  • Constipação
  • Dor de cabeça
  • Cansaço
  • Erupções cutâneas
  • Depressão
  • Perda de peso excessiva
  • Fezes de odor fétido

O perigo é que algumas pessoas não apresentam sintomas digestivos; mas podem ter outros sintomas como cansaço ou anemia.

Por esta razão, a doença celíaca pode ser difícil de diagnosticar.

Na verdade, até 80% das pessoas com essa doença não sabem que estão doentes.

Muitas pessoas não apresentam um teste positivo para a doença celíaca; mas ainda assim reagem negativamente a essa proteína.

Essa condição é chamada Sensibilidade ao Glúten não Celíaco, e estima-se que ela afete em torno de 0,5-13% da população.

Os sintomas da sensibilidade incluem diarreia, dor de estômago, cansaço, inchaço e depressão.

Não existe uma definição clara sobre a Sensibilidade ao Glúten não Celíaco, mas o diagnóstico é feito quando um paciente reage negativamente à proteína, mesmo que a doença celíaca e alergias tenham sido descartadas.

Se você é celíaco(a) ou sensível a essa proteína, o tratamento está na alimentação.

Procure comer alimentos de verdade e saiba o que riscar da sua dieta!

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Quais alimentos são ricos em glúten?

As fontes mais comuns de glúten na dieta são:

– Trigo;
– Soletrado;
– Centeio;
– Cevada;
– Pão;
– Massa;
– Cereais;
– Cerveja;
– Bolos, biscoitos e doces.

** Fique atento: o trigo também é adicionado a todos os tipos de alimentos processados. Se você quiser evitar o glúten, então é melhor você começar a ler os rótulos dos alimentos.

Como fazer uma dieta sem glúten com segurança?

Começar uma dieta sem essa proteína pode ser bastante desafiador. A primeira coisa que você precisa fazer é adquirir o hábito de ler os rótulos dos alimentos.

Você vai logo perceber que ela, especialmente no trigo, é adicionado a um número surpreendente de alimentos.

Evite alimentos processados/ industrializados, cereais e grãos que contêm glúten.

Grãos sem Glúten

Há alguns grãos e sementes que são naturalmente sem glúten:

– Milho;
– Arroz;
– Quinoa;
– Linho;
– Painço;
– Sorgo;
– Tapioca;
– Trigo sarraceno;
– Araruta;
– Amaranto;
– Aveia.

No entanto, mesmo a aveia sendo naturalmente sem glúten, ela pode ser contaminada por ele. Portanto, é mais seguro consumir apenas aveia com um rótulo sem essa proteína.

Faça mudanças significativas em sua dieta, preferindo sempre a qualidade dos alimentos. E procure sempre orientação médica.

Agora você sabe o que é glúten, procure alternativas saudáveis para substituí-lo na sua alimentação. Existe dieta sem glúten para iniciantes.

Como você viu essa proteína pode prejudicar e muito a sua saúde, mesmo que você não tenha desenvolvido alergia ou intolerância á ele.

Tenha a determinação de mudar os seus hábitos alimentares para melhorar a saúde agora e no futuro.

Saiba mais sobre a doença celíaca, o perigo do glúten e como mudar a alimentação, eu tenho uma surpresa para você.

Eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar na sua vida.

Tenha Acesso Aos Bônus Exclusivos.

Clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : alimentaçãocansaçocelíacoCevadaconstipaçãodeficiências nutricionaisDesconforto digestivodestaquediarreiadoença celíacadr. juliano pimentelFezes de odor fétidogliadinaglútengluteninperda de pesosensibilidade ao GlútenSensibilidade ao Glúten não Celíacosintomastrigo

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

1 Comentário

Enviar Resposta