close
ArtigosDoresFitness

Baixa Autoestima: Como O Aumento de Peso Pode Influenciar

autoestima e a confiança geralmente são afetadas quando você não se sente bem com corpo, aparência ou dificuldade para enxergar as próprias qualidade, e muito disso diz respeito à saúde física também. A baixa autoestima, é um problema que pode afetar qualquer pessoa; mas qual a relação desse distúrbio com o peso?

A baixa autoestima, a longo prazo, acaba desencadeando uma série de outros problemas, pois muita gente acaba desenvolvendo ansiedade, começam a ficar anti-sociais e inclusive podem até mesmo ter depressão.

Por isso, a forma como nos sentimos em relação a nós mesmos é realmente importante, e veja que não estou falando de como os outros veem você, mas sim como você mesmo se sente em relação ao seu próprio corpo e aparência.

Neste artigo irei te dizer como o emagrecimento pode ajudar com a baixa autoestima e diversas áreas da sua vida!

Não deixe de ler e compartilhar.

Baixa Autoestima X Peso

Muitas pessoas desenvolvem uma baixa autoestima, por estarem acima do peso, e isso é extremamente comum.

Primeiramente, é importante aprender a valorizar as suas qualidades físicas e intelectuais; no entanto, a partir do momento que o seu peso começa a afetar sua saúde, sua vida e autoestima de forma ruim, é bom se preocupar.

Porém, o aumento de peso, é uma forma de você boicotar a sua saúde.

O seu sucesso depende muito da sua saúde e da sua autoconfiança, pois o desanimo e a tristeza não ajudam a alcançar os objetivos. Por isso, é muito importante que você, de uma vez por todas, mude a alimentação e evite os hábitos ruins.

Evite entrar ou permanecer em uma bola de neve: comer alimentos prejudiciais, engordar ou passar para o efeito sanfona, sentir culpa, e descontar na comida. Ou seja, é uma situação ruim desencadeando outra pior.

Neste sentido, emagrecer pode ajudar você a sentir mais felicidade, pois não se trata somente de estética; mas também do equilíbrio neurológico, hormonal, físico e da sua energia pessoal.

Como Evitar a Baixa Autoestima

1 – Reeducação Alimentar

Você se sente confortável e saudável com o seu peso atual? Como você se alimenta? Como é o seu condicionamento físico? Você se hidrata com líquidos saudáveis? Consome muito carboidrato, alimentos industrializados, farinha refinada e açúcar refinado? Qual a regularidade dos seus exercícios físicos?

Estas são perguntas básicas que você deve fazer para você mesmo, e ser 100% sincero (a) ao responder; pois tudo isso influencia diretamente em sua autoestima.

Os produtos que você consome, influenciam na saúde mental e física.

Existem alimentos que podem contribuir para os sentimentos de depressão, desânimo e que ajudam a engordar, como:

  • Açúcar
  • Adoçantes Artificiais
  • Bebidas alcoólicas
  • Gordura hidrogenada
  • Alimentos Fast food
  • Alto teor de sódio
  • Glúten
  • Soja
  • Leite

Experimente retirar esses alimentos das suas refeições e trocar por alimentos saudáveis e nutritivos.

2 – Pratique esportes

A Dança É Divertida E Ao Mesmo Tempo Muito Benéfica Para A Saúde

Uma forma de trabalhar a baixa autoestima é através da prática de esportes ou de exercícios físicos; além de ajudar com a saúde motora, ainda beneficia a liberação de hormônios importantes que cuidam da saúde emocional.

Muita gente procura investir em uma academia logo de cara; e isso está absolutamente ok se você gosta de musculação e acha mais prático e se sente feliz com isso.

Mas se você gosta de dançar, dance, pois a dança traz melhoria para o seu corpo e para a mente.

É comprovado cientificamente que a dança ajuda de diversas formas; desde reduzir o estresse, emagrecer e até mesmo aumentar a autoestima; como é o exemplo do tango e do pole dance. (1)

3 – Não se compare

Uma das minhas principais dicas é: não se compare a outras pessoas.

No entanto, respeite seu processo de emagrecimento e saiba que a sua jornada é diferente da jornada de outras pessoas.

Melhorar a alimentação e emagrecer pode ser um fator crucial para você ser mais feliz.

Se alimentar de verdade e praticar exercícios é o que pode te fazer feliz e te fazer sentir melhor sobre você, por isso eu prezo uma alimentação livre de glúten e açúcar.

E não deixe de consultar o médico.

E pensando em ajudar pessoas como você, que buscam melhorar a qualidade de vida através da alimentação e de mudanças nos hábitos; que eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar.

Tenha acesso aos Bônus Exclusivos!!

Quer saber como conseguir? Então clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : açúcaraçúcar refinadoalimentação industrializadaalimentação livre de glútenautoestimabaixa autoestimacomo emagrecercomo ter autoestimaconfiançadestaquedr. juliano pimentelemagrecerhábitos ruinspesosaúdevsg

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta