close
AlimentaçãoArtigosFitness

Chá Verde e os 8 Maiores Benefícios para a Saúde

Dr Juliano Pimentel

O chá verde é rico em antioxidantes, e em várias outras substâncias que são benéficas para a saúdeMuitos estudos apontam que ele pode aumentar a queima de gordura e ajudar a perder peso.

Ele também melhora a função cerebral, diminui o risco de câncer e possui muitas outras vantagens para o organismo.

Neste artigo você irá encontrar os principais benefícios do chá verde.

Não deixe de ler e compartilhar.

Chá Verde 

As substâncias bioativas nas folhas do chá verde possuem propriedades indispensáveis (1).

O mais conhecido é a cafeína. Uma xícara de chá verde contém muito menos cafeína (24-40 mg) do que uma xícara de café (100-200 mg), mas ainda o suficiente para ter um efeito suave.

A cafeína é um estimulante bem conhecido que ajuda a queima de gordura, e melhorar o desempenho dos exercícios em numerosos estudos (2, 3).

Mas a verdadeira vantagem do chá verde está na sua quantidade de antioxidantes. Ele é rico em potentes antioxidantes chamados catequinas (4). 

Ele também é rico em substâncias que aceleram o metabolismo.

O principal antioxidante no chá, é o EGCG; ele ajuda a inibir uma enzima que quebra o hormônio norepinefrina, e ajuda na queima de gordura (5, 6).

A gordura é usada como energia por células que precisam dela, como as células musculares (7). O chá verde aumenta a queima de gordura, especialmente durante os exercícios (8, 9).

O chá verde também aumenta seletivamente a queima de gordura, o que pode levar a uma redução da gordura corporal a longo prazo (10, 11).

Benefícios do Chá Verde

quantas-calorias-voce-queima-bebendo-cha-verde-1024x819
Chá Verde Diminui o risco de várias doenças. Imagem: (Divulgação)

Entre os principais benefícios do chá verde estão:

  1. Compostos bioativos que melhoram a saúde

Muitos dos compostos bioativos nas folhas do chá, tornam a bebida final rica em nutrientes importantes. O chá verde possui polifenóis como flavonóides e catequinas, que funcionam como poderosos antioxidantes (12).

Reduzem a formação de radicais livres no corpo, protegendo as células e moléculas de danos. Os radicais livres desempenham um papel no envelhecimento e em todos os tipos de doenças. 

Um dos compostos mais poderosos no chá verde é o Epigallocatechin Gallate antioxidante (EGCG), que ajuda no tratamento de várias doenças, e é uma das principais propriedades medicinais da bebida. 

Ele também possui pequenas quantidades de minerais que são importantes para a saúde.

  1. Melhoram a função do cérebro

O principal ingrediente ativo é a cafeína, que é um estimulante conhecido.

A quantidade de cafeína é suficiente para produzir uma resposta, sem causar os efeitos “nervosos” associados com o excesso da substância.

A cafeína bloqueia um neurotransmissor inibitório chamado adenosina. Ela aumenta o disparo de neurônios e a concentração de neurotransmissores como dopamina e norepinefrina (13, 14).

Ela promove melhorias em vários aspectos da função cerebral, incluindo melhora do humor, vigilância, tempo de reação e memória (15).

No entanto, o chá verde contém mais do que apenas cafeína. Ele também tem o aminoácido L-teanina, que é capaz de atravessar a barreira hematoencefálica (16).

L-teanina aumenta a atividade do neurotransmissor inibitório GABA, que tem efeitos anti-ansiedade. Também aumenta a dopamina e a produção de ondas alfa no cérebro (17, 18, 19).

Estudos mostram que a cafeína e a L-teanina podem ter efeitos sinérgicos. A combinação dos dois é particularmente potente na melhoria da função cerebral (20).

Muitas pessoas relatam ter mais energia estável e mais produtividade quando bebem chá verde, em comparação com o café.

  1. Diminui o risco de vários tipos de câncer

O câncer é causado pelo crescimento descontrolado de células. O dano oxidativo contribui para o desenvolvimento de câncer e os antioxidantes podem ter um efeito protetor (21). O chá verde é uma excelente fonte de antioxidantes poderosos.

Um estudo descobriu que os homens que bebem chá verde possuem um risco 48% menor de desenvolver câncer de próstata, que é o câncer mais comum em homens (23). 

Vários outros estudos observacionais mostram que o consumo de chá verde diminui significativamente o risco de vários vários tipos de câncer (24, 25, 26).

  1. Reduz o risco de doença de Alzheimer e Parkinson

Ele também pode proteger seu cérebro durante a velhice. A doença de Alzheimer é a doença neurodegenerativa, mais comum em seres humanos e uma das principais causas de demência. A doença de Parkinson é a segunda doença neurodegenerativa mais comum.

Vários estudos mostram que os compostos de catequina no chá verde, podem ter vários efeitos protetores nos neurônios, diminuindo potencialmente o risco de Alzheimer e Parkinson (28, 29, 30).

  1. Reduz o risco de infecção

As catequinas no chá verde têm outros efeitos biológicos também. Alguns estudos mostram que elas podem matar bactérias e inibir vírus, potencialmente diminuindo o risco de infecções (31, 32).

O consumo regular do chá, pode melhorar a saúde bucal e reduzir o risco de cárie e o mau hálito (35,36,40, 41).

  1. Diminui o risco de diabetes tipo II

Diabetes tipo II envolve níveis elevados de açúcar no sangue, devido à resistência à insulina ou uma incapacidade de produzir insulina. O chá verde pode melhorar a sensibilidade à insulina e reduzir os níveis de açúcar no sangue (4243,44).

  1. Reduz o risco de doença cardiovascular

As doenças cardiovasculares, incluindo doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais, são as maiores causas de morte no mundo (45). O chá verde pode melhorar alguns dos principais fatores de risco para estas doenças.

Isso inclui o colesterol total, colesterol LDL e triglicerídeos (46).

O chá verde também aumenta drasticamente a capacidade antioxidante do sangue, que protege as partículas de colesterol LDL da oxidação (47,48,49).

Quem consome chá verde têm um risco até 31% menor em sofrer com a doença cardiovascular (50, 51, 52).

  1. Aumenta sua expectativa de vida

Um estudo feito com 40.530 adultos japoneses mostrou que aqueles que beberam mais chá verde, foram significativamente menos propensos a morrer durante um período de 11 anos (53):

Morte de todas as causas: 23% menor em mulheres, 12% menor em homens.

Morte por doença cardíaca: 31% menor em mulheres, 22% menor em homens.

Morte por AVC: 42% menor em mulheres, 35% menor em homens.

Outro estudo realizado com 14.001 idosos japoneses, com idades entre 65-84 anos, revelou que aqueles que bebiam mais chá verde tinham 76% menos probabilidade de morrer durante o período do estudo de 6 anos (54).

Se você quer se sentir melhor, perder peso e diminuir o risco de doenças crônicas, considere incluir o chá verde na sua alimentação.

Ele é um dos 10 melhores chás termogênicos para secar barriga. 

E se o seu objetivo é impulsionar a saúde, perda de peso e prevenir doenças através da alimentação, eu tenho uma super novidade!

Eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer essa transformação alimentar; com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar na sua vida.

Tenha Acesso Aos Bônus Exclusivos!!

Clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V 2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

BAIXE AGORA O MEU GUIA COM OS
10 MELHORES CHÁS PARA EMAGRECER!

[/vc_column_text]

[/vc_column][/vc_row]

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : adenosinaaminoácido L-teaninaantioxidantescafeínacatequinascélulas musculareschá verdecolesterol LDLcompostos bioativosdano oxidativodestaquediabetes tipo IIdiminui o risco de câncerdoença de Alzheimerdoença de Parkinson.dr. juliano pimentelEGCGemagrecimentoflavonóidesmelhora a função cerebralmetabolismomineraismulheresperder pesoqueima de gorduraradicais livresredução da gordura corporalsaúdesensibilidade à insulina

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

2 Comentários

Enviar Resposta