https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close

Cuidar do fígado para emagrecer ou para manter a saúde em dia é a decisão mais acertada que você pode ter.

Seu fígado é o multitarefa definitivo. Afinal, ele atua como um filtro para remover toxinas (como medicamentos e álcool) e subprodutos de nutrientes, como amônia do sangue, por exemplo. Além disso, ajuda na digestão, produzindo bile para ajudar a quebrar a gordura e armazenar vitaminas como A, B12, D, E e K e minerais solúveis em gordura e água.
O fígado também desempenha um papel na regulação da glicose, pressão sanguínea, açúcar no sangue e insulina. Atua também no controle do estrogênio, testosterona, imunidade e produção e remoção de colesterol no sangue.
A bile, produzida pelo fígado e armazenada na vesícula biliar, funciona como um emulsificador da gordura (1). Ou seja, atua na mistura das gorduras facilitando a digestão e absorção dos lipídios.
Na bile, são eliminadas, principalmente, toxinas, substâncias presentes em drogas e a bilirrubina. Esse processo é conhecido como detoxificação hepática.
Por isso, o fígado aparece como um dos principais aliados na hora de emagrecer.

Cuidar do fígado para emagrecer

Quando eu digo ser necessário cuidar do fígado para emagrecer é exatamente isso mesmo. Tudo que você come passa pelo seu fígado através do sangue.

Seu intestino delgado finaliza o processo de digestão dos alimentos. Ele absorve todos os nutrientes que são enviados para a corrente sanguínea e seguem para o fígado.

Cuidar do fígado para emagrecer é fundamental

O intestino envia para a corrente sanguínea “tudo” que encontra no seu interior, nutrientes e resíduos. É função do fígado filtrar esse sangue. Separar o que é bom para enviar para o coração e o resto do corpo.

No entanto, a uma alimentação desequilibrada e rica em gordura, açúcar, álcool e outras toxinas sobrecarrega o fígado.

Afinal, o fígado é um órgão grande, porém, limitado. Ou seja, ele tem uma certa capacidade de trabalho. Então, quando a quantidade de toxinas é maior do que a capacidade do fígado de filtrar tudo isso, esse órgão armazena as toxinas em células de gordura.

Ou seja, todo o excesso de álcool, adoçantes artificiais, gordura e certos medicamentos ficam estocados em células de gordura porque seu fígado não consegue filtrar tudo isso. Por isso, você não emagrece e fica inflamado.

Reduzir calorias X Cuidar do fígado para emagrecer

A maioria das pessoas quando estão incomodadas com seu peso, diminuem a quantidade de calorias. Mas, isso não é suficiente. 

E o motivo você já sabe… é preciso cuidar do fígado para emagrecer!

Quando você diminui calorias e continua consumindo toxinas, o fígado continua prejudicado. Sendo assim, a maneira de conseguir perder peso é ajudando seu fígado a se livrar das toxinas. 

A melhor parte, e que o fígado tem a capacidade de curar a si mesmo (2).  Para que isso aconteça porém, é necessário fazer uma pausa no modo de vida acelerado e adotar hábitos saudáveis.

Ou seja, você precisa diminuir o estresse, comer alimentos mais saudáveis e mexer seu corpo. Sim, três hábitos simples que farão grande diferença na sua vida.

O que comer, o que evitar!

Cuidar do fígado para emagrecer é simples! Desde que ele não esteja muito prejudicado. Tudo se complica quando o paciente fuma e tem hábitos alcoólicos.

Vamos lá!

O que evitar para cuidar do fígado e emagrecer.

  • Cigarro. Se você fuma, pare.
  • Medicamentos. Use medicamentos apenas quando necessário, pois mesmo tomar um Tylenol pode ter consequências graves no fígado.
  • Álcool. O álcool é a principal causa de doença hepática gordurosa.
  • Açúcar adicionado. Fique longe de alimentos açucarados, como doces, biscoitos, refrigerantes e sucos de frutas, por exemplo. Afinal, o alto nível de açúcar no sangue aumenta o acúmulo de gordura no fígado.
  • Alimentos fritos. Estes são ricos em gordura, bem como calorias.
  • Sal. Comer muito sal pode fazer seu corpo reter o excesso de água.
  • Pão branco, arroz e macarrão. Massa branca significa que a farinha é altamente processada, ou seja, pode aumentar o açúcar no sangue mais do que grãos inteiros devido à falta de fibras.
  • Carne vermelha. As carnes bovinas e deliciosas são ricas em gordura saturada.
  • Industrializado. Evite consumir alimentos que são vendidos embalados.

Evitar esses alimentos terão um grande impacto positivo no seu organismo. Mas, além de evitar esses, é preciso também ingerir os alimentos que vão contribuir para a boa função hepática. 

O que comer para cuidar do fígado e emagrecer.

  • Verduras. Você precisa consumir mais verduras, principalmente as de folhas escuras como couve, serralha, brócolis e almeirão, por exemplo.
  • Carboidratos saudáveis. Batata-doce e mandioca devem ser as principais fontes de carboidratos que você vai consumir. Ainda assim, é preciso muita atenção a esses alimentos. 
  • Vegetais em geral. Verdura e legumes precisam fazer parte da sua nova alimentação. No entanto, tenha prudência para consumir apenas o suficiente.
  • Sementes. Enquanto você pausa as fontes gordas de gordura, dê espaço para sementes e nozes. Afinal, elas são ficas em boas gorduras e fibras.
  • Água com limão.  Consuma em jejum, comece com 1/4 de limão, por exemplo, e aumente aos poucos.
  • Maçã. Não exagere, coma com consciência.
  • Ovos. Prefira sempre ovo cozido.
  • Água. Você precisa beber uma quantidade adequada de água, cerca de 35 ml a 45 ml por quilo.

Por fim, mas não menos importante quero deixar aqui, o links de algumas receitas e alimentos que podem ser úteis no seu processo de emagrecimento e desintoxicação.

Abraços e fique com Deus.

Dr. Juliano Pimentel

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : cuidar do fígadocuidar do fígado para emagrecerfígadofunção hepática

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta

7 saúdes com Dr. Juliano Pimentel