close
ArtigosDores

Ácido Úrico Alto: Conheça os Sintomas e Tratamentos

Dr Juliano Pimentel

Você sente dor e inchaço nas articulações? Esse tipo de sintoma pode evidenciar diversos problemas de saúde diferentes. Um deles é o aumento do ácido úrico no sangue.

É importante dar atenção ao que o seu corpo mostra através de dores, inchaços e desequilíbrios na saúde. 

Buscar a ajuda médica é essencial para avaliar a saúde, prevenindo que os sintomas piorem ou que causem problemas irreversíveis ao organismo.

Veja aqui quais são as causas ácido úrico elevado, os sintomas e como baixar os níveis dele.

Não deixe de ler e compartilhar.

Ácido Úrico Alto

Presente entre as substâncias naturalmente produzidas pelo corpo, o ácido úrico aparece do resultado da quebra das moléculas de purina, após serem utilizadas no organismo.

Parte dele é eliminado pelos rins e outra parte permanece no sangue.

A formação de cristais se depositam em vários locais do corpo. Além disso, níveis elevados de ácido úrico também aumentam o risco de desenvolver doenças cardiovasculares (1).

A dor e o inchaço nas articulações são os principais sintomas do ácido úrico alto, que surgem devido ao acúmulo de cristais de urato de sódio.

Isso ocorre mais frequentemente nos dedos dos pés, mas as dores também podem afetar outras articulações como joelhos, tornozelos, punhos e os dedos das mãos.

Além disso, ele pode causar vermelhidão e dificuldade de movimento na articulação afetada; calafrio, febre baixa e descamação da pele na região afetada.

Os sintomas podem estar relacionados ao mau funcionamento dos rins, causando dores nas costas e ardência ao urinar.

Nos rins, a elevação das taxas de ácido úrico é responsável pela formação de cálculos renais (litíase renal) e insuficiência renal aguda ou crônica (nefropatia úrica).

Ele é uma consequência do estilo de vida e opções alimentares.

Atualmente, se consome em excesso alimentos processados e industrializados.

Mas, esses alimentos contêm xarope de milho de alta frutose, que pode ser um dos principais responsáveis pelo aumento do ácido úrico (2).

A alta ingestão de açúcar aumenta os níveis de ácido úrico no corpo.

Açúcar em excesso no organismo causa diversos problemas de saúde graves. (Se você quer saber mais sobre os malefícios do açúcar no seu organismo, preencha o formulário no final deste artigo)

Um estudo apontou que a obesidade e o excesso de peso podem causar, ou piorar o quadro do paciente (3).

Como baixar o Ácido Úrico?

Ele pode ser tratado e controlado através de uma alimentação de verdade, sem glúten e rica em água.

Confira algumas dicas de alimentos para evitar o consumo ou comer com moderação (4):

A dieta saudável e natural é essencial.

Para isso você precisa cortar ou evitar o consumo de alguns alimentos:

>> Alimentos ricos em purina – Purina são aminoácidos que formam o ácido úrico. Os alimentos que têm purinas incluem: marisco, peixe pequeno, cogumelos, ervilhas, lentilhas e espinafre.

>> Alimentos fritos e óleos hidrogenados – como soja, vegetais, milho e óleo de canola pode agravar a gota (Evite por completo).

>> Sódio – uma dieta rica em sódio pode causar inchaço do tecido, e aumentar os sintomas da gota.

>> Álcool – aumenta o ácido úrico e a toxicidade do fígado. Evite o consumo de bebidas alcoólicas, principalmente a cerveja que é rica em purina (5).

>> Carboidrato refinado – açúcar e outros carboidratos refinados, podem aumentar a resistência à insulina e o ácido úrico (evite por completo)

Alimentos para Baixar o Nível do Ácido Úrico

Em contrapartida, você pode fazer uso dos seguintes alimentos ricos em:

>> Fibras –  alimentos ricos em fibras incluem frutas, legumes, nozes e sementes que são ricos em fibras, o que pode ajudar a reduzir o ácido úrico.

>> Potássio – alimentos ricos em potássio como abacate, leite de kefir, água de coco, salmão, abóbora, banana e damasco.

>> Bagas frescas e cerejas

>> Omega 3  (6).

>> Líquidos: beba pelo menos 2 litros de água por dia;

>> Vitamina C: alimentos ricos em vitamina C como laranja, goiaba, acerola e abacaxi.

>>  Magnésio: O magnésio, é um mineral alcalino (7).

>> Diuréticos: Os diuréticos naturais são ideias para manter a saúde do corpo. São eles: agrião, salsão, pepino, cenoura, beterraba, berinjela, pimentão, tomate, cebola, alho, maçã, laranja, pera, melancia, melão, mirtilo, limão, dentre outros (8).

Alimentos como ervilha, lentilha, grão-de-bico, aspargos e espinafre, devem ser consumidos com moderação.

Além da dieta, inclua em sua rotina tempo para fazer exercícios físicos. Seja uma caminhada, corrida, musculação, esportes, ioga, pillates, os exercícios são a melhor maneira de manter o corpo saudável (9).

Baixar o ácido úrico, envolve mudanças de estilo de vida que devem ocorrer antes de optar por produtos farmacêuticos ou outros métodos.

Por isso, opte por uma alimentação de verdade.

Procure orientação médica caso os sintomas persistam.

E lembre-se que prevenir doenças e ter uma qualidade de vida melhor, em grande parte vai depender da sua determinação em manter uma alimentação saudável e de verdade.

 

Você, os seus filhos e toda a família merecem uma transformação na saúde que realmente seja eficaz, cuidando do corpo de dentro para fora!

E mais: eu desenvolvi um e-book para ajudar você a fazer uma reeducação alimentar, com todas as informações que você precisa e um guia passo a passo para implementar na sua vida.

Tenha Acesso Aos Bônus Exclusivos

Quer saber como conseguir? Então clique na imagem abaixo e adquira agora o meu livro digital:

VIVA MELHOR SEM GLÚTEN V2.0

Ebook Viva Sem Glúten, Dr. Juliano Pimentel

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

BAIXE AGORA O MEU GUIA COMPLETO E SAIBA POR QUE VOCÊ DEVE PARAR DE COMER AÇÚCAR HOJE!!!

[/vc_column_text]

[/vc_column][/vc_row]

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:

Você pode Gostar

Tags : ácido úricoAlimentos fritos e óleos hidrogenadosalimentos processadosAlimentos ricos em purinaaminoácidoscálculos renaiscarboidrato refinadocristais de urato de sódiodestaquedoenças cardiovascularesdor e inchaço nas articulaçõesdr. juliano pimentelfibrasinchaçosinsuficiência renal agudaLentilhasmau funcionamento dos rinsmoléculas de purinanefropatia úricaobesaspurinasaúdevsgxarope de milho de alta frutose

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta