https://casinoonlineca.ca/internet-casinos/best-payout/
close

Se você já foi ao supermercado e comparou o preço de um pão e uma pera para o lanche da tarde, provavelmente você acredita que comer saudável é caro.

Afinal de contas, se compararmos apenas a sessão de pães, biscoitos e petiscos para o lanche da tarde com o preço das frutas e castanhas, por exemplo, é uma baita diferença.

Mas, acredite, comer saudável não precisa ser caro.

Leia até o final e compartilhe com sua amiga que acha que comer saudável é caro. 

Onde surgiu que comer saudável é caro?

Essa ideia de que comer saudável é caro surgiu de um estudo em que se comparava diferentes alimentos pela caloria.

Era um estudo voltado para países mais pobres para identificar quais alimentos tinham mais calorias por um valor mais baixo.

pera e coxinha comer saudável é caro?
Será mesmo que comer saudável é caro?

O raciocínio era o seguinte:

  1. Uma pera de 100g custa R$1,00 e contém 53 calorias.
  2. Uma coxinha de 100g custa R$ 2,00 e contém 274 calorias.

Ou seja, para conseguir as 274 calorias da coxinha seria necessário comer mais de 5 peras. Sendo assim, o custo seria duas vezes maior.

No entanto, esse pensamento não considera que coxinha e pera são alimentos completamente diferentes. Afinal, a coxinha é cheia de carboidratos simples e inflamatórios, glúten e o óleo.

Por outro lado, a pera é recheada de proteína, fibra, vitamina C, vitamina K, potássio e cobre. 

Além do mais, se considerarmos o Brasil que tem uma população cada vez mais obesa, inserir mais calorias nas refeições nem faz sentido. Ou seja, comparar o preço dos alimentos considerando apenas as calorias não é correto.

 Além disso, a ideia de que comer saudável é caro está pautada por outros mitos. 

Mitos sobre a comida saudável ser caro

Desmistificar esses mitos é crucial para a evolução do pensamento das pessoas em relação à alimentação saudável. Afinal de contas, o mal-entendido sobre os custos dos alimentos apresenta riscos reais ao nosso bem-estar.

Mito 1 

Um dos grandes mitos em relação ao fato de que comer saudável é caro se deve ao fato das pessoas associarem alimentos saudáveis ​​a lojas de produtos naturais e cooperativas de alimentos.

Esse tipo de comércio geralmente exibe preços mais altos. Mas na realidade, você pode obter alimentos integrais saudáveis ​​em qualquer supermercado e feira.

Mito 2

Alimentos caros são saudáveis?

Outra relação equivocada é presumir que alimentos caros são mais saudáveis. Pois, o alto preço muitas vezes implica ‘saúde’ na percepção de muitos consumidores (1). 

 

Pães integrais, produtos light e diet, por exemplo, são mais caros e não significam ser saudáveis. Inclusive tem um artigo aqui no blog sobre esse tema

 

Por fim, comer saudável não significa que você precisa consumir queijo feta e sashimi de salmão orgânico. É possível fazer escolhas saudáveis usando seu orçamento como base.

Mito 3

Comer saudável é caro porque custa mais tempo. Muitas vezes é percebido que comer alimentos saudáveis ​​requer uma grande quantidade de preparação e tempo de cozimento (2).

Isso simplesmente não é verdade e foi contestado várias vezes por nutricionistas, nutricionistas e chefs. Mais uma vez, alguns alimentos saudáveis ​​levam mais tempo para serem preparados, assim como alguns alimentos não saudáveis. Isso não significa que uma alimentação mais saudável requer necessariamente muito tempo.  

Mito 4 

Mais um equívoco muito presente na mente das pessoas é a ideia de que alimentos rápidos como salgados, lanches e pães, por exemplo, enchem mais que alimentos saudáveis.

Isso não é verdade. Os elementos presentes nos alimentos que mais saciam são fibras, grãos inteiros e proteínas (3). Ou seja, elementos geralmente encontrados em abundância em alimentos saudáveis.

Por outro lado, os tipos de alimentos que menos enchem são alimentos ricos em açúcar, sal e gordura que não fornecem fibras, aumentam o nível de açúcar no sangue e deixam você com fome 45 minutos depois. 

Sendo assim, a comida tipo lanche e fast food além de não te deixar saciado, também te projeta a ter fome e querer mais.

Comer saudável é investimento

Você vai precisar gastar para comer, isso é um fato. 

Agora, você pode escolher se quer comprar um pacote de batatas fritas que vai acabar em 20 minutos e te deixar com mais fome e inflamado. Ou se prefere comprar um saco de maçã que vai servir como lanche a semana toda. Confira uma receita de chips de maçã.

Quando você opta por se alimentar de maneira saudável está investido na sua saúde e bem estar. Está deixando de gastar futuramente com medicação.

Independente de quanto você tem disponível para as compras do mês, é possível fazer escolhas mais saudáveis.

As duas melhores dicas que podem te ajudar muito a economizar nas compras são: planejar antes e aproveitar as promoções.

Aqui no blog tem um artigo com dicas práticas para organizar as compras e se alimentar bem. 

Não tenha preconceito em relação aos produtos promocionais. O preço mais baixo nem sempre quer dizer que os produtos estão ruins. Pode significar que é a fruta ou legume da estação. 

Ou seja, você se alimenta bem e ainda gasta menos. 

Antes de ir, assista a este vídeo com uma lista de alimentos inflamatórios que você deve evitar.

Abraços e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

🔴 Curta também as redes sociais! 📷Instagram / 👍Facebook / 🎥 YouTube

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : alimentação saudávelcomer saudávelcompras do mêsdr. juliano pimentelsaúde

Autor Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta

7 saúdes com Dr. Juliano Pimentel