close
ArtigosDores

Dor no Ciático – Saiba as causas e os tratamentos mais indicados

ciático

Dor no ciático.

A dor do nervo ciático pode ficar tão grave que é possível que você fique debilitada e nem consiga sair do sofá.

Causas comuns de ciática podem incluir um disco rompido, um estreitamento do canal da coluna vertebral, chamado de estenose espinhal e lesão.

A dor ciática pode ocorrer por vários motivos. E identificar o que não se move é o primeiro passo para resolver o problema. Muitas vezes, as partes do corpo mais problemáticas são a região lombar e os quadris.

Gostou do tema deste artigo?

Leia, comente e compartilhe!

Dor no ciático

Ciática refere-se a dor nas costas causada por um problema com o nervo ciático. Este é um nervo grande que começa na coluna lombar e estende-se até as pernas.

Quando algo fere ou pressiona o nervo ciático, por exemplo, pode causar dor na região lombar que se espalha para o quadril, nádegas e perna.

A dor ciática pode ocorrer por vários motivos.
A dor ciática pode ocorrer por vários motivos.

Fato é que, até 90% das pessoas se recuperam da ciática sem cirurgia.

O sintoma mais comum da ciática é dor lombar que se estende através do quadril e nádega e uma perna abaixo.

A dor geralmente afeta apenas uma perna e pode piorar quando você se senta, tosse ou espirra, por exemplo. A perna também pode se sentir entorpecida, fraca ou dolorida às vezes. Além disso, os sintomas da dor ciática tendem a aparecer de repente e podem durar dias ou semanas.

Por isso, é muito comum sentir dores nas costas. Mas isso nem sempre envolve o nervo ciático. Em muitos casos, a dor nas costas é o resultado de sobrecarregar ou forçar os músculos da parte inferior das costas.

O que mais frequentemente distingue a ciática é a forma como a dor irradia para baixo da perna e para o pé. Pode parecer uma cãibra nas pernas que dura dias.

Os sintomas da dor ciática são frequentemente piores com a tosse, e podem ser acompanhados por dormência ou formigamento na perna, por exemplo.

Causas da Dor no Ciático

A maioria das pessoas que ficam com ciática tem entre 30 e 50 anos. Porem as mulheres podem ter maior probabilidade de desenvolver o problema durante a gravidez devido à pressão no nervo ciático do útero em desenvolvimento (1).

Outras causas incluem hérnia de disco e artrite degenerativa da coluna vertebral, por exemplo.

Causa – Disco herniado

A causa mais comum de ciática é uma hérnia de disco. Isso porque, discos agem como almofadas entre as vértebras da coluna. Esses discos ficam mais fracos à medida que você envelhece e se tornam mais vulneráveis ​​a ferimentos.

Às vezes, o centro de gel de um disco empurra seu revestimento externo e pressiona as raízes do nervo ciático. Para se ter ideia, cerca de 1 em 50 pessoas receberão uma hérnia de disco em algum momento da vida. E mais, até um quarto deles terão sintomas que duram mais de 6 semanas (2, 3, 4).

Causa – Estenose Espinhal

Desgaste natural das vértebras também pode levar a um estreitamento do canal vertebral. Esse estreitamento, inclusive, chamado de estenose espinhal, pode pressionar as raízes do nervo ciático. Além disso, a estenose espinhal é mais comum em adultos com mais de 60 anos.

Causa – Tumores da coluna vertebral

Em casos raros, a ciática pode resultar de tumores crescendo dentro ou ao longo da medula espinhal ou nervo ciático. Além do mais, à medida que um tumor cresce, pode pressionar os nervos que se ramificam da medula espinhal (5).

Causa – Síndrome Piriforme

O piriforme é um músculo encontrado no fundo das nádegas. Ele conecta a parte inferior da coluna à parte superior do osso da coxa e passa diretamente sobre o nervo ciático.

Por isso que, se este músculo entrar em espasmo, pode exercer pressão sobre o nervo ciático, desencadeando sintomas de ciática. Mias uma vez, a síndrome do piriforme é mais comum em mulheres.

Uma carteira de gordura pode desencadear Piriformis

Você pode não pensar em muito dinheiro como fonte de dor, mas uma carteira gorda pode desencadear a síndrome do piriforme. A condição pode afetar os homens que usam a carteira no bolso de trás das calças, por exemplo (6, 7, 8).

Isso porque, coloca pressão crônica no músculo piriforme e pode agravar o nervo ciático ao longo do tempo. Ou seja, o ideal é evitar esse problema mantendo sua carteira no bolso da frente ou no bolso da jaqueta.

Causa – Sacroileíte

A sacroileíte é uma inflamação de uma ou de ambas as articulações sacroilíacas, ou seja, o ponto em que a parte inferior da coluna se conecta à pélvis. A sacroileíte pode causar dor nas nádegas, parte inferior das costas e pode até se estender por uma ou ambas as pernas.

Além do mais, a dor pode agravar-se com a permanência prolongada ou subir escadas. Além disso, a sacroileíte pode ser causada por artrite, lesão, gravidez ou infecção.

Causa – Lesão ou infecção

Outras causas de ciática incluem inflamação muscular, infecção ou lesão, como uma fratura, por exemplo. Em geral, qualquer condição que irrita ou comprime o nervo ciático pode desencadear sintomas.

Além do mais, em alguns casos, nenhuma causa específica de ciática pode ser encontrada.

Diagnóstico da Ciática

Exame

Para determinar se você tem ciática, o médico pode fazer perguntas, como por exemplo, como a dor começou e onde exatamente ela está localizada. Além disso, você pode ser solicitado a se agachar, andar sobre os calcanhares ou dedos do pé, ou levantar a perna sem dobrar o joelho.

Isso porque, estes testes musculares podem ajudar o médico a determinar se é o nervo ciático que está irritado.

Imagem

Além do mais, o médico pode solicitar exames de imagem, como uma ressonância magnética, para obter mais informações sobre a localização e a causa do nervo irritado.

Uma ressonância magnética pode mostrar o alinhamento dos discos vertebrais, ligamentos e músculos. Uma tomografia computadorizada com contraste pode também fornecer uma imagem útil da medula espinhal e dos nervos (9).

Dor no ciático. Médico olhando raio x
Dor no ciático. Médico olhando raio x

Fato é que, determinar a causa da ciática pode ajudar a orientar o curso do tratamento. Raios-X podem ajudar a identificar anormalidades ósseas, mas não podem detectar problemas nos nervos.

Alívio da ciática

A melhor maneira de aliviar a dor ciática é fazer qualquer alongamento que possa girar externamente o quadril. Assim, haverá um alívio.

Medicação

Os analgésicos de venda livre podem fornecer alívio a curto prazo da ciática. O acetaminofeno e os antiinflamatórios não-esteroidais (AINEs), como aspirina, ibuprofeno e naproxeno, são opções, por exemplo.

Injeções

Em casos graves, por exemplo, o médico pode recomendar a injeção de esteróides na área da coluna para reduzir a inflamação. Além disso, ele fornece o medicamento diretamente para a área ao redor do nervo ciático (10).

Cirurgia

Se sua ciática é devido a uma hérnia de disco, por exemplo, e ainda está causando dor severa depois de quatro a seis semanas, a cirurgia pode ser uma opção.

O cirurgião irá remover uma parte da hérnia de disco para aliviar a pressão sobre o nervo ciático. Cerca de 90% dos pacientes obtêm alívio desse tipo de cirurgia. Porém, outros procedimentos cirúrgicos podem aliviar a ciática causada pela estenose espinhal.

Pós cirurgia

Após a cirurgia nas costas, você geralmente precisará evitar dirigir, levantar ou inclinar-se para frente por cerca de um mês, por exemplo. Além do mais, pode ser recomendado fisioterapia para ajudá-lo a fortalecer os músculos nas costas.

Quando a recuperação estiver concluída, há uma excelente chance de você voltar a todas as suas atividades habituais.

Terapias Complementares

Há evidências de que a acupuntura, massagem, ioga, assim como a quiropraxia podem aliviar a dor lombar típica. Mas mais pesquisas são necessárias para determinar se essas terapias são úteis para a ciática.

Prevenção da ciática

Se você já teve ciática, há uma chance de que ela retorne. Mas existem passos que você pode tomar para reduzir as chances:

  • Exercite regularmente.
  • Mantenha uma boa postura.
  • Dobre os joelhos para levantar objetos pesados.

Essas etapas podem ajudar a evitar lesões nas costas que podem levar à ciática.

Acrescentar hábitos saudáveis na rotina sempre beneficiam a saúde. Um deles que eu sempre indico é o consumo de chás.

Hábitos saudáveis podem minimiza a dor no ciático
Hábitos saudáveis podem minimiza a dor no ciático

Abraço e fique com Deus!

Dr. Juliano Pimentel.

O Que Achou do Artigo? Deixe Sua Opinião Abaixo:
Tags : ciáticaciáticocoluna vertebraldor na colunador na lombardor nas pernasdor no ciáticodr. juliano pimentelnervo ciáticosaúde

The author Dr. Juliano Pimentel

Olá, eu sou o doutor Juliano Pimentel. Médico, fisioterapeuta e coach que ajuda as pessoas com conteúdos sobre saúde, alimentação e emagrecimento. Também sou celíaco e tenho uma vida de pesquisa sobre o Glúten.

Enviar Resposta